Especiais do Indy Center

Nessa última semana foi anunciado um piloto extremamente promissor em uma equipe estreante e um piloto quase estreante em uma equipe extremamente promissora.
McElrea finalmente achando vaga na Indy Pro 2000. Bruna Tomaselli ao fundo.

Vejamos cada um separadamente:

Hunter McElrea continua na Pabst Racing, agora na Indy Pro 2000.


Foi finalmente anunciado ontem (6 de março) o destino do vice-campeão da USF2000 do ano passado e, para ao alívio de todos, foi o destino mais previsível. Hunter McElrea foi o segundo piloto confirmado na reestreia da Pabst Racing na Indy Pro 2000.

McElrea é australiano e começou sua carreira por lá, até ser um dos selecionados a participar do Road to Indy Shootout de 2018, concorrendo uma bolsa para a USF2000 do ano seguinte. Ele ganhou essa bolsa, e entrou na Pabst Racing para a temporada do ano passado. 

O casamento deu muito certo, conseguindo cinco vitórias e mais oito pódios, liderando o campeonato na penúltima corrida depois de recuperar os pontos perdidos para o regularíssimo Braden Eves. No final, McElrea teve problemas no último treino classificatório e acabou ficando apenas com o vice-campeonato.

Para continuar a parceria, a Pabst Racing decidiu continuar sua dinastia, subindo para o próximo degrau do Road to Indy e correndo na Indy Pro 2000, o que não acontecia desde 2010. Colin Kaminsky foi o primeiro dos pilotos a ser confirmado, e havia uma certa expectativa de McElrea subir também, mas haviam boatos do australiano migrar para a Fórmula 3 Americas, pois agora essa categoria oferece uma vaga na Indy Lights.

No entanto, ainda não sabemos como a Pabst Racing em si se comportará na categoria logo acima da que busca disputar, se conseguirá fazer frente as equipes grandes da Indy Pro 2000, como a Juncos Racing que, alias...

Artem Petrov entra na Juncos Racing

Colagem muito bem feita pelo pessoal da Juncos no material promocional de Artem Petrov.
Foi anunciado na quinta-feira passada o primeiro (e por enquanto único) piloto da Juncos Racing na Indy Pro 2000, e ele é o russo Artem Petrov.

Petrov tem 20 anos e vinha fazendo toda sua carreira de monopostos na Europa, até o ano passado, onde não se achou. Disputou a Toyota Racing series no comecinho do ano e não foi muito bem, disputou a primeira etapa da Fórmula 3 e logo depois migrou para a Euroformula Open, onde também disputou apenas a primeira etapa pela RP Motorsports.

Enquanto isso, a parte americana da RP Motorsports tinha problemas no segundo carro, onde Ian Rodriguez, o segundo piloto que estava dirigindo o #5, saiu da equipe. Juntou-se a fome com a vontade de comer e Petrov assumiu o carro vago da equipe.

Agora parece que o russo decidiu seriamente permanecer em terras ianques e acertou com a Juncos Racing, equipe que era a principal da categoria, que tinha vencido três dos últimos cinco campeonatos mas que vive graves problemas financeiros, tanto é que Petrov é o primeiro e, por enquanto, único piloto confirmado da equipe. Muito provavelmente haverão mais carros da Juncos no grid, mas com mais pilotos pagantes que acertam de última hora. Isso pode fazer com que a dinastia da Juncos Racing comece a, infelizmente, cair na Indy Pro 2000.

Antoine Comeau renova com a Turn 3 Motorsports

Não consegui achar a ideda de Comeau, mas ele é velho o suficiente para não ter redes sociais.
E, por falar no meio do  grid, tivemos a confirmação no sábado passado que a Turn 3 Motorsports, equipe de Peter Dempsey (aquele que venceu a corrida da Indy Lights com quatro carros lado a lado na chegada) que estreou na categoria na metade do ano passado, fará a temporada completa na Indy Pro 2000 nesse ano.

O piloto permanecerá o mesmo, e será o canadense Antoine Comeau, que é um dos sócios da equipe e um bocado conhecido nas categorias de Endurance da SCCA, a outra sanção americana fora da INDYCAR, NASCAR, IMSA e NHRA que você nunca ouviu falar. Eles entraram no campeonato e foram presença constante no fim d grid, onde não terminaram em último ou a frente só de Charles Finelli apenas uma vez em sete provas.

Por enquanto não há muito o que esperar tanto de Comeau quanto da Turn 3 Motorsport, mas ambos entraram na categoria durante a temporada, tendo o baixo desempenho justificado, e a Indy Pro 2000 é uma caixinha de surpresas.


Confirmados até o momento na Indy Pro 2000:

Abel Motorsports: Jacob Abel. 
DEForce Racing: Kory Enders, Moisés de la Vara, Parker Thompson, Manuel Sulaimán.
Exclusive Autosport: Braden Eves.
Juncos Racing: Artem Petrov.
Pabst Racing: Colin Kaminsky, Hunter McElrea.
RP Motorsports USA: Lucas Petersson.
Team BENIK: Sabré Cook
Turn 3 Motorsports: Antoine Comeau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário