Especiais do Indy Center

O pernambucano de 16 aninhos estreará na USF2000 pela mesma equipe que lhe ajudou a conquistar o vice-campeonato da F4 USA esse ano, a DEForce Raing.


Anunciado nesta quarta-feira (4 de dezembro, sim, estamos atrasados) o primeiro piloto da DEForce e o primeiro piloto brasileiro confirmado no Road to Indy do ano que vem, e ele é o pernambucano Kiko Porto.

Kiko tem 16 anos de idade e estreou nos monopostos em 2018, correndo na Formula Acadeny Sudamericana e das duas últimas etapas do campeonato 2017-18 da F4 NaCAm, onde conseguiu o segundo lugar nas duas últimas provas da última etapa do campeonato em Hermanos Rodriguez. 

Mas o contato de Porto com a DEForce Racing veio em outro campeonato no mesmo ano de 2018, quando o brasileiro começou a participar da F4 USA. Kiko disputou a metade final do campeonato pela própria DEForce, conseguindo cinco décimos lugares em nove provas.

E, nesse ano Kiko Porto adentrou ao automobilismo americano, estreando na F4 USA, pela própria DEForce Racing, equipe dos irmãos Martinez. O brasileiro foi bastante bem e conseguiu o vice-campeonato, com três vitórias e oito pódios em 17 corridas, ficando atrás apenas do australiano Joshua Car, que ganhou o campeonato com uma etapa de antecedência. O que vale destacar é que o pernambucano terminou apenas quatro provas fora dos cinco primeiros na F4 USA, o que é bastante relevante porser um campeonato com mais de vinte carros e para um piloto estreante em temporada completa.

Agora Kiko Porto parte para um novo rumo nos EUA, seguindo agora para o Road to Indy na USF2000. Ele já havia participado do Chris Griffis Memorial Test tanto do ano passado quanto desse ano, ambos pela DEForce e, depois de dois ensaios, Kiko entrou diretamente no Road to Indy e na USF2000. 

Agora a carreira do brasileiro parte para uma nova fase em uma categoria bem diferente das que vinha trabalhando anteriormente, tendo de lidar compilotos com vários anos de experiência e uma agrande hierarquia de forças entre as equipes serão os maiores desafios a serem enfrenados. A DEForce é uma boa equipe, que figura frequentemente entre os cinco primeiros, mas ainda está naquele pelotão intermediário e impedida de disputar mais diretamente com Cape Motorsports e Pabst Racing, as gigantes da categoria.

Os desafios são grandes, mas as possibilidades são maiores ainda. Veremos grandes resultados? Isso só o tempo dira!!




Confirmados na temporada 2020 da USF2000:

Exclusive Autosport: Prescott Campbell, Manuel Cabrera.
Legacy Autosport: Cameron Shields.
Miller Vinatieri Motorsports: Jack William Miller, Max Kaeser

Nenhum comentário:

Postar um comentário