Post Page Advertisement [Top]

A equipe do ex-piloto Jay Howard renova com um dos favoritos ao título e contrata o único novato do time de quatro carros no primeiro degrau do Road to Indy. Além disso, a equipe vem com planos ambiciosos para a Indy Lights.


Foram anunciados os dois últimos pilotos que vão correr na esquadra da equipe de Jay Howard na temporada 2020 da USF2000, e eles são o dinamarquês Christian Rasmussen e o americano Wyatt Brichacek.

Anunciado na terça-feira passada (17 de dezembro) Rasmussen na verdade é uma renovação. Ele estrou nos monopostos em sua terra natal, a Dinamarca, onde conseguiu o vice-campeonato da F-Ford em 2016 e o terceiro lugar no campeonato da F-4 dinamarquesa. Migrou para os Estados Unidos o ano passado para correr a F-4 USA pela Jay Howard Driver Development (JHDD), onde foi terceiro no campeonato com cinco vitórias e oito pódios.

Nesse ano ele correu pela própria JHDD na USF2000 e, em seu ano de estreia e também na estreia da equipe na USF2000, ele teve vários problemas na primeira metade do campeonato mas, na segunda parte, logrou três vitórias e conseguiu sete pódios nas últimas oito provas do ano, subindo da oitava posição no campeonato para terminar em terceiro.

Assim, Rasmussen se torna um dos favoritos ao título da USF2000 do ano que vem. Na segunda metade do campeonato ele foi o único capaz de bater de frente com a Cape Motorsports e a Pabst Racing Além disso, no Chris Griffis Memorial Test ele fez o melhor tempo no Indianápolis Misto, sendo o único a baixar para a casa de 1:24. conseguindo pódios e vitórias e, com a experiência adquirida bem como o aumento de estrutura da JHDD para esse ano, há muita expectativa sobre Rasmussen ganhar o título da categoria ano que vem.

No entanto ainda é preciso avaliar como a equipe se comportará agora nessa nova fase, pois Rasmussen já mostrou talento e capacidade, mas agora o nível de disputa terá de ser alto para ser campeão.



Em um outro extremo está Wyatt Birchacek. O americano estreou nos monopostos o ano passado, após fazer a Lucas Oil Racing School, correndo pela JHDD na F-4 USA. Passou por lá em duas temporadas completas, onde teve como melhor resultados dois quintos lugares e terminou os campeonatos em 17º e 12º, respectivamente.

Birchacek correu na USF2000 nesse ano, na última etapa do campeonato em laguna seca, onde teve como lehor resultado um oitavo lugar na corrida 1. Ele também participou do Chris Griffis Memorial Test, onde fez o quinto melhor tempo dos treinos coletivos.

É um garoto com potencial, mas ainda é uma das várias incógnitas a serem observadas o ano que vem.


E, ainda dentro das novidades da JHDD, o dono da equipe, Jay Howard, divulgou em seu Twitter hoje que a equipe comprou dois lotes de chassis IL-15, esperando para competir com dois carros na Indy Lights.

A equipe do ex-piloto da IRL e da IndyCar realmente vem investindo mais em sua equipe nas categorias de base, principalmente com novas estratégias. Deixou de investir apenas na F-4 USA para entrar na USF2000 esse ano e, para o ano que vem, a equipe terá quatro pilotos na primeira categoria do Road to Indy onde dois desses pilotos (Christian Bogle e Nolan Siegel) disputarão a USF2000 e a F-4 USA ao mesmo tempo e, agora, vem com dois carros para a Indy Lights.

São planos ambiciosos para uma euqipe jovem no mundo do Road to Indy mas, com a experiência e a estrutura da Jay Howard, o sucesso é bem plausível.



CConfirmados na temporada 2020 da USF2000:

Cape Motorsports:
Josh Green
 
DEForce Racing:
Francisco Porto


Jay Howard Driver Development:
Christian Bogle, Christian Rasmussen, Nolan Siegel, Wyatt Birchacek.


Miller Vinatieri Motorsports:
Jack William Miller, Max Kaeser

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]