Post Page Advertisement [Top]

Cameron Shields retorna para tentar fazer uma temporada na USF2000, enquanto Sabré Cook retorna ao Road to Indy depois de uma passagem pela Europa.
Eu não fiz essa montagem tosca. Estava na capa do site da equipe e no Press Release.
Dois pilotos estão voltando quase ao mesmo tempo ao Road to Indy. Cameron Shields volta depois de conseguir fazer apenas meia temporada na USF2000 no ano passado e Sabré Cook volta a Team BENIK depois de correr a W Series. Vamos uma notícia de cada vez:

Sabré Cook correrá na Indy Pro 2000


Foi anunciado na terça-feira passada (18 de fevereiro) o novo destino de Sabré Cook, e ela será a primeira piloto na estreia da Team BENIK na categoria.

Cook estreou no Road to Indy no ano retrasado, na USF2000, pela própria Team BENIK. Ela correu em St. Pete, Indy Misto, Road America e Mid-Ohio, sem conseguir muitos resultados expressivos, tendo como melhor resultado o 14º lugar em Indy Misto 2. 

No ano passado, Cook embarcou na primeira temporada da W Series, onde chegou a conseguir ficar entre as dez primeiras em três das sete provas na temporada. Cook correrá também a W Series de 2020 e, para que corra mais do que oito provas no ano e não comece a correr apenas no fim de maio (que é quando a temporada da W Series começa), alugou novamente a estrutura da Team BENIK para que corra todas as corridas mistas (exceto Toronto): St Pete, COTA, Indy Misto, Road America, Mid-Ohio e Laguna Seca.

Agora é hora de ver todo o desenvolvimento obtido pela piloto de 25 anos nessa temporada fora pode ser visto, ou não.

Cameron Shields volta a USF2000 pela Legacy Autospor


E foi anunciado na terça-feira (25 de fevereiro) a volta de Cameron Shields para o Road to Indy, pela Legacy Autosport.

O australiano de 19 anos fez todo o desenvolvimento da carreira em monopostos na sua terra natal entre 2016 e 2018, correndo nas fórmulas Ford, 3 e 4 australianas, sendo campeão da F-3 National Class, Vice- da F-4 e terceiro colocado do campeonato da F-Ford.

No entanto, no ano passado, decidiu dar ares internacionais para sua carreira, participando do Road to Indy Shootout e entrando na USF2000 pela Newman Wachs Racing. O começo da temporada não foi tão bom, mas logo no oval de Lucas Oil Racway ele obteve sua primeira vitória internacional. 

Ele obteve bons resultados também em Road America e em Toronto, conquistando um pódio e mais dois Top 10. Mas sua temporada acabou logo ali, pois o australiano não tinha mais o orçamento necessário para continuar na categoria. Assim, mesmo com seu 2019 terminando na metade da temporada, Shields terminou em 13º com 137 pontos, a frente de três pilotos que fizeram a temporada completa.

E por falar em temporada terminada pela metade, temos a Legacy Autosport, que entrou na USF2000 no ano passado quando os irmãos Meyer (bisnetos do campeão da Indy 500 Louis Meyer) compraram os espólios a AmsUp Motorsports.

Mas a primeira temporada não foi muito fácil. Nenhum dos dois carros conseguiram ficar com os mesmos pilotos, onde Alex Baron começou a temporada, mas mesmo com um pódio e quatro Top 10, o francês acabou saindo na oitava etapa, sendo substituindo por Zach Holden, que conseguiu mais um pódio e sete Top 10 em oito provas. No segundo carro quatro pilotos diferentes participaram de ao menos uma etapa: Jose Sierra, o campeão da F-3 Americas Dakota Dickerson, Timmy Pagliuso e Ayrton Ori.

Assim, o maior desafio da Legacy com Cameron Shields nem será tanto a busca por resultados, pois tanto o australiano quanto a equipe já mostraram alguns bons resultados em suas temporadas de estreia no ano passado. 

O desafio mesmo vai ser completar a temporada.



Confirmados até o momento na Indy Pro 2000:

Abel Motorsports: Jacob Abel. 
DEForce Racing: Kory Enders, Moisés de la Vara, Parker Thompson, Manuel Sulaimán.
Exclusive Autosport: Braden Eves.
Pabst Racing: Colin Kaminsky.
RP Motorsports USA: Lucas Petersson.
Team BENIK: Sabré Cook.


Confirmados na temporada 2020 da USF2000:

Exclusive Autosport: Prescott Campbell, Manuel Cabrera.
Legacy Autosport: Cameron Shields.
Miller Vinatieri Motorsports: Jack William Miller, Max Kaeser

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]