[LIGHTS] Matheus Leist escolhe o lado certo do atlântico e acerta com a Carlin

E temos um brasileiro na categoria! O gaúcho Matheus Leist, após ser campeão da F-3 Inglesa, decide vir ao lado mais legal do atlântico e acerta com a Carlin para correr a Indy Lights.


O anúncio foi feito hoje (3 de fevereiro), onde Trevor Carlin divulgou a contratação de Leist para toda a temporada de 2017 da Indy Lights, num esforço de ter todos os campeões dos monopostos ingleses correndo por sua equipe e seu grande plantel de categorias. Assim disse Leist à Motorsport: 
"Estou muito feliz por poder fazer parte do time da Carlin para correr na Indy Lights. Eu tinha algumas opções para a temporada de 2017, mas uma combinação de coisas, como correr nos Estados Unidos e estar próximo de uma das principais categorias do mundo, fizeram com que eu optasse por correr na Indy Lights."
Leist tem 18 anos, no ano retrasado saiu do automobilismo brasileiro e foi para o automobilismo britânico, disputando a MSA Formula (tipo a F-4 britânica) em 2015 e a F-3 britânica ano passado, onde se sagrou campeão com quatro vitória em 24 provas. O próximo passo para a carreira rumo à F-1 que Leist teria de percorrer seria entrar na GP3, mas como a categoria está cada vez mais cara e a Lights tem uma mesma faixa de preço sendo a cetegoria final de acesso à Indy, mudar os rumos da carreira se tornou mais atraente.
"Tive uma ótima experiência com os testes da GP3 e já estava decidido a correr nesta categoria, mas o convite da Carlin para disputar a Indy Lights em 2017 foi uma condição única em minha carreira. Tenho certeza de que terei chances novamente de andar entre os primeiros e, mostrando bons resultados, ter potencial para conseguir meu espaço nas categorias top, incluindo a F1, que é um sonho do qual continuo lutando bastante para realizar", afirmou Leist.
Normalmente terminaria aqui a postagem mas, como cheguei atrasado e fui burro quando vi que ele disputou o Florida Winter Tour e não liguei com ele correndo nos EUA, 

Conseguir um acerto com a Carlin também é um grande passo positivo. A equipe, desde que estreou na categoria, também em 2015, acumulou sempre ótimos resultados e, em menos de 40 provas disputadas na categoria, já acumula oito vitórias e um campeonato com Ed Jones.

Outro ponto a favor a vinda do piloto é o momento um pouco bizarro que os acordos entre equipes e pilotos vivem nessa temporada. Os pilotos já carimbados como favoritos ao título como Santiago Urrutia e o campeão da Pro Mazda Aaron Telitz estão todos indo para a Belardi Auto Racing, que é uma equipe sabidamente mediana no grid. A única exceção é Kyle Kaiser, que acertou um terceiro ano com a Juncos.

Em passo diferente seguem as equipes principais, andretti Autosport, Carlin e Juncos Racing, estão cada vez mais apostando em novatos, em pilotos que ainda não se firmaram no automobilismo americano, ou e mpilotos sabidamente ruins mas que trazem dinheiro para a equipe. Leist se encaixa na segunda categoria desse parágrafo, e junto com ele vem Ryan Norman, Colton Herta, Nicolas Dapero e seu companheiro de equipe Garth Rickards. Isso é quase metade do grid esperado para a categoria ese ano, e o põe em pé de igualdade com uma pá de gente.

Entretanto, a Indy Lights parece uma categoria bem parecida com as que Leist correu na Europa. Os muitos pontos distribuídos em poucas etapas fazem com que qualquer resultado desperdiçado faça grande diferença no decorrer do campeonato e isso, para um novato, se torna bem complicado. Assim, investir na Indy Lights leva um tempo consideravelmente mais longo para ter uma carreira firmada em solo americano e aguardar o momento certo de se abrir uma janela e pular para uma das equipes da Indy. Paciência e adaptação são a chave para se dar bem na Lights (e na Indy tanbém, mas aí é outra coisa).

Mas, por enquanto é isso. Nem preciso dizer que, a partir de agora, Matheus Leist entrou para minha lista de pilotos a stalkear fortemente, e qualquer novidade eu vir correndo para postar aqui. Até!!


Fonte: Motorsport.com



Os pilotos anunciados na Indy Lights:

Andretti Autosports:

Belardi Auto Racing:
Nicolas Dapero.

Team Pelfrey IL:
Juan Piedrahita.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário