Post Page Advertisement [Top]

Após os problemas com a Harding Steinbrenner Racing culminarem na saída do campeão da Indy Lights da equipe, Pato acertou para correr nas provas em que Charlie Kimball não correrá no #23.


Foi anunciado hoje (7 de março) o terceiro piloto da Carlin, voltado a correr nas provas em que Charlie Kimball não pilotará o #23, e o escolido para o acerto foi o mexicano Pato O'Ward.

O'Ward é o atual campeão da Indy Lights, após travar e vencer um duelo interno na Andretti Autosport contra o filho de Bryan Herta, Colton Herta, que acabou ficando com o vice-campeonato. E, antes mesmo da pré-temporada começar, O'Ward já tinha equipe para estrear na temporada desse ano na fórmula Indy. Graças a um acordo entre a Andretti Autosport e a Harding Racing (que, futuramente, se tornaria Harding Steinbrenner Racing), tanto O'Ward quanto Herta estreariam na Indy principal.

No entanto, nem tudo era flores na Harding, e os espinhos foram aparecendo aos montes. O'Ward possui alguns patrocínios pessoais, além da premiação da Lights que garantia a ele a presença em três provas na temporada seguinte da Indy mas, mesmo assim, não era o suficiente para uma temporada completa. A Harding acabou tendo alguns problemas: a extensão do apoio da Andretti na equipe se mostrou bem menor que o imaginado, e o novo sócio da equipe, George Steinbrenner IV, anunciou que apoiaria apenas o carro de seu amigo de infância, Colton Herta, e não injetaria dinheiro no carro de O'Ward. Os problemas se acumularam, a equipe tinha dinheiro para apenas um carro mesmo para a pré-temporada e, vendo que as chances de sua temporada terminar na metade por falta de dinheiro, O'Ward e Harding cortaram relações.
O'Ward ficou na Harding por quatro meses, e a promessa de 18 corridas no contrato virou apenas uma, em 2018.
Isso tudo aconteceu fantando um mês para o início da temporada, em St. Petersburg, e Pato O'Ward se viu numa situação complicada de procurar vagas em equipes num momento em que quase todas estavam já completas. Dentre as opções que ainda estavam incompletas, o segundo carro da Carlin era a melhor delas.

Isso porque Charlie Kimball perdeu o seu financiamento da temporada completa. Depois da Carlin não conseguir a premiação do Leader's Circle para um de seus carros e a Novo Nordisk diminuir seu apoio ao americano em sua nona temporada, a participação de Kimball na temporada 2019 ficou restrita, ao menos por enquanto, a cinco provas no ano: St. Pete, Indianápolis, Texas, Pocono e a final em Laguna Seca.

O'Ward pilotará em todas as outras provas que Kimball não estará ao volante (totalizando doze provas) e, além delas, também participará das 500 milhas de Indianápolis com sua premiação por ser campeão da Indy Lights.

Essa é uma nova casa para o mexicano. O desfecho da pré-temporada não foi o melhor imaginado para O'Ward mas, dentro das possibilidades do último mês, foi o melhor final possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]