Post Page Advertisement [Top]

Alexander Rossi liderou o TL3 com 1m46.9148s, até agora é o recorde da Indy em COTA
A Honda veio ao TL3 precisando mostrar força após uma sexta-feira dominada pela Penske no TL1 e no TL2. Além de ver seu concorrente liderar os 2 treinos livres, a fabricante japonesa ainda viu o motor de Colton Herta estourar na primeira sessão e novamente teve a sua confiabilidade colocada em cheque pelas equipes que são suas clientes na IndyCar

Outro ponto interessante para os treinos foi a discussão sobre os limites de pista na curva 19. Oficialmente a IndyCar determinou eles nos testes de fevereiro, mas o que se viu na sexta-feira foi que, por causa do desgaste dos pneus e para diminuir o gap de tempo entre F1 x IndyCar, os carros abriram mais a curva e ultrapassaram os limites da pista sem nenhuma cerimônia. E comentou-se que não haverá nenhuma punição para esse tipo de manobra. Porém, a segurança se viu ameaçada naquela parte da pista pois como a área de escape é asfaltada, uma colisão com o muro em alta velocidade pode expôr os pilotos a algum tipo de lesão mais grave.

Se na sexta-feira os tempos estiveram altos, no sábado pouca coisa mudou em relação a isso. Apenas Alexander Rossi conseguiu completar uma volta abaixo de 1m47s. Ademais a Honda deu a resposta que precisava e dominou a sessão inteira com Rossi e com o segundo colocado Felix Rosenqvist, que ainda fez um belo save ao perder o controle do carro.

Além de Rosenqvist, outros pilotos tiveram problemas ao conduzir seus bólidos na pista. Rossi chegou a driftar por alguns metros e escapar da pista e Graham Rahal rodou. Mas o principal problema foi a batida de Marcus Ericsson exatamente na polêmica curva 19 a menos de 3 minutos do final da sessão. Imediatamente foi acionada a bandeira vermelha e por conta do tempo escasso a Indy optou por dar logo a bandeira quadriculada. Percebam no vídeo que se Ericsson estivesse em alta velocidade poderia acontecer um acidente de grandes proporções ali.

A classificação final teve predomínio da Honda em relação a Chevrolet como você pode ver na imagem abaixo:

Spencer Pigot foi o único Chevy no top 10 além dos carros da Penske
O treino classificatório está previsto para acontecer na tarde de hoje às 16h, horário de Brasília. O resumo completo você pode acompanhar aqui no Indy Center Brasil e a cobertura em tempo real no Twitter dos nossos parceiros do IndyCar da Depressão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]