Especiais do Indy Center

O francês estreará na Indy para a temporada que começa já nesse sábado. Além dele, foi confirmada a presença de Antonio Serravale na HMD Motorsports.
Tristan Charpentier em sua carreira de modelo no ano passado.
A Andretti Autosport confirmou um piloto aos 45 do segundo tempo. Para o quarto carro da equipe para a temporada 2020 da Indy Lights, e ele é o francês Tristan Charpentier.

O piloto tem apenas 19 anos e vinha fazendo carreira na Europa, passando pela Fórmula 4 Francesa e pela Fórmula 3 BRDC mas, no final de 2018 não conseguiu avançar para a Fórmula 3 Europeia, acabou testando pela própria Andretti na Indy Lights mas entrou na Super Fórmula. Não performou tão bem assim e logo na primeira corrida sofreu um acidente forte na 130R e acabou substituído por Koudai Tsukakoshi.

Não correu durante o resto do ano, focando mais na sua carreira de modelo (sim, ele é modelo também) e de sua empresa de eventos, a TC Racing, até que cansou do ano sabático e resolveu se voltar aos Estados Unidos. No fim do ano passado fez alguns testes privados com a Andretti Autosport e participou do último teste coletivo na segunda e terça-feira dessa semana, quando foi anunciado que ele estrearia na categoria pilotando o #48.

Não há muitas expectativas sobre o que Charpentier pode fazer na Indy Lights ou se subirá para a Indy em algum momento, o piloto é meio que uma incógnita até agora.


Serravale durante os treinos de primavera, onde ficou com o penúltimo tempo.

Em paralelo, foi anunciado que o canadense Antonio Serravale será o terceiro piloto da HMD Racing. O canadense de apenas 17 aninhos competirá na Indy Lights até Mid-Ohio apenas até Road America, totalizando cinco fins de semana e nove provas.

Serravale disputou uma temporada e meia na Indy Pro 2000. No geral, o piloto não mostrou grandes resultados, tendo como melhor posição de chegada dois quartos lugares em Toronto 1 e Portland 1 no ano passado, terminando o campeonato no décimo (o que é bem pouco tendo em vista que apenas doze carros fizeram a maioria das provas do campeonato).

A Indy Lights tem algumas surpresas e a HMD é uma equipe em ascensão, que passou por reformulações para buscar enfrentar de igual para igual com a Andretti Autosport, mas o retrospecto de Serravale não é dos melhores.

Aguardemos para ver se os dois surpreendem durante a temporada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário