Post Page Advertisement [Top]

Dale Coyne with Vasser Sullivan renova com a SealMaster para o carro #18 da equipe e o americano Santino Ferrucci entra no lugar de Sebastien Bourdais.

Prêmio de melhor Photoshop com certeza vai pra Dale Coyne, mas esperar o que de uma equipe que faz o site no WordPress?
Foi anunciado anteontem (23 de janeiro) o segundo carro da Dale Coyne, que na verdade é o carro principal da equipe. E Santino Ferrucci entra no #18, com o apoio técnico da Vasser Sullivan e com o patrocínio principal da SealMaster.

Ferrucci vai para sua segunda temporada completa em seu terceiro ano na Indy logo depois de voltar da Europa, todos eles pela Dale Coyne. Na temporada passada o americano apareceu bem em várias corridas, principalmente nos ovais, onde conseguiu seus melhores resultados, quarto lugar três vezes em Pocono, Texas e Gateway, além do sétimo lugar na Indy 500 que lhe rendeu o Rookie of the Year da prova.

No entanto, as provas em misto foram bem mais complicadas. Os melhores resultados foram o nono lugar em St. Pete e os décimos lugares em Indy Misto e Detroit 2. Fora disso, todas as outras provas Ferrucci ficou fora do top 10. como resultado final, o 13º lugar no campeonato não foi tão ruim, ficando apenas duas posições atrás de Sebastien Bourdais.


Para 2020 o desfio é um bocado maior. Até então, Ferrucci estava apenas no segundo carro da Coyne, em uma temporada de estreia em uma equipe com estrutura menor e sem muitas pretensões, além da impressão de piloto pagante, pois ele trazia apenas seus patrocinadores pessoais em seu carro, como a Cly-Del, David Yurman e afins. Nesse ano o americano estará em sua segunda temporada e no principal carro, que tem a parceria com a Vasser Sullivan, e também tem o apoio da SealMaster, um patrocinador.

Isso tudo faz a pressão por resultados e principalmente por consistência aumentar, principalmente em relação a seu companheiro de equipe, Álex Palou. O espanhol vem em condições parecidas com Ferrucci no ano passado: estreante vindo da Europa, com patrocínios pessoas, em condições um pouco inferiores a de seu principal companheiro de equipe.

Uma ultima coisa que me chamou bastante a atenção. A Dale Coyne rompeu o contrato com Sebastien Bourdais em meados de novembro, onde não houve uma declaração oficial do motivo e apenas o piloto declarou que queria continuar. Muito se cogitava que era por problemas financeiros, por uma saída da SealMaster ou até mesmo por uma provável saída da Vasser Sullivan. 

No entanto, com o anúncio do Ferrucci na Dale Coyne with Vasser Sullivan e o patrocínio da SealMaster todos se perguntaram os motivos de rescindir com Bourdais. Será que a SealMaster reduziu o valor do patrocínio e Ferrucci cobriu? Será que houve treta, ou a equipe não estava muito contente? É algo bem confuso que aconteceu nessa pré-temporada e não sabemos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]