A cisão de 1996 (0/10): apenas um teaser.

Os monopostos americanos já passaram por três mudanças de sanção, nenhuma delas muito calma. Primeiro, em meados dos anos 50 os campeonatos eram sancionados pela Associação dos Automóveis Americanos, ou AAA, mas a grande quantidade de mortes no automobilismo fez com que a associação com ligação governamental abandonasse as sanções. A partir daí houve uma corrida do ouro, vencida pela USAC apoiada pelos diretores do Indianápolis Motor Speedway.

Vinte anos depois, uma série de incidentes fez com que se instaurasse uma pequena guerra entre os novos donos da USAC e com uma nova associação de donos de equipe e pilotos, a CART. No fim, os donos de equipe sobrepujaram e sancionaram o campeonato da Indy até os anos 90.

Essa série contará a história da transição que durou mais tempo e que deixa traumas até hoje, foi a saída da sanção do campeonato da CART para os donos do Indianápolis Motor Speedway novamente. 
A coletiva de reunificação, 2008.

Apesar das duas últimas serem igualmente difíceis e cheias de complicações políticas e econômicas, a última foi especialmente complicada pelo fato de dois campeonatos paralelos  se degladiarem por mais de uma década pela atenção do público, provocou uma guerra entre duas partes do mundo da Indy.

Esse período cheio de intrigas, discussões e disputas veladas ou declaradas e ânimos exaltados será extensamente abordado aqui, no Indy Center Brasil, em DEZ postagens. Cobriremos desde as primeiras discussões na década de 90 até o fim da reunificação (que, por sinal, foi até 2010!!), nas seguintes postagens:

Esse tema sempre gera MUITA reação por parte do público mais antigo da Indy, e quando digo 'mais antigo' me refiro aquele público que assiste a categoria de antes de 2007. Para que esses fãs não digam que estamos privilegiando um lado ou outro, mesmo sabendo que eles vão dizer isso de qualquer maneira, mostraremos os dois lados: quais as intenções de um lado e de outro lado em cada uma das discussões ou dos atos tomados, bem como todos os fatos que achamos pertinentes.

E por falar em fatos, nessa série serão abordados o que aconteceu nos bastidores dos campeonatos, e não neles em si. Ou seja, creio que não será falado qual o terceiro colocado no campeonato de 1993 ou quem venceu a prova de Nashville em 2004, mas você saberá todas as implicações, discussões políticas e consequências da introdução de uma nova peça no regulamento. O foco é no entorno do campeonato, e não nos campeonatos em si, eles passarão quase batidos por aqui.

Então é isso por enquanto. Cada postagem não tem data fixa para pintar por aqui, com exceção da terceira que entrará no ar dia 27 de janeiro, mesma data que, há vinte anos atrás, acontecia a primeira prova da IRL. Esperamos que curtam e, se alcançar um razoável sucesso essa série, podemos fazer mais outras de variadas histórias que só a Indy pode nos proporcionar. Até mais!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

9 comentários:

  1. Grande Matheus, faço questão de acompanhar e tirar minhas dúvidas quanto à esse período. Abraço à todo o pessoal!!!!

    ResponderExcluir
  2. Grande Matheus, faço questão de acompanhar e tirar minhas dúvidas quanto à esse período. Abraço à todo o pessoal!!!!

    ResponderExcluir
  3. Tenho muito que aprender, já estou acompanhando e vamos até o fim dessa saga de postagens! Parabéns pelo grande trabalho Matheus e a equipe do Indy Center BR.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela iniciativa e também pela imparcialidade, terei motivos para maldizer a IRL e o T.G. (os fãs da IRL farão o mesmo contra a CART), hahaha....brincadeira. Tô empolgadão também com esta série, vamos aguardar e acompanhar!

    Um abraço!

    Karl

    ResponderExcluir
  5. a IRL , que hoje sobreviveu com apoio da F1, era muito boa , ver aquelas carros lado a lado em ovais , os famosos pack Racing.

    A grande verdade era a CART se uma grande rival da f1 , ao contrario da mesma , no mesmo periodo , a CART tinha mais de 1 fabricante de chassis , mais de 1 fabricante de motores e varios e varios patrocinios , no seu auge. Coisa que a IRL( hoje IndyCar) nunca conseguiu , e nem a F1 tinha no final dos anos 90. Podemos dizer que na pratica a CART foi sabotada.

    infelizmente isso eh muito comum nos EUA , nos mais variados esportes , em que empresas que tentam rivalizar , acabam sendo sabotadas pelas de cima

    ResponderExcluir