Frases da semana: Pocono, 'blocks' e muita velocidade


Olá pessoas! O Frases da semana chegou meio atrasado (deveria sair ontem, mas tive problemas com a internet. Espero que entendam), mas antes tarde do que nunca! Você vai ver o que os pilotos falaram sobre a corrida, a vitória do Montoya, sobre (mais uma) penalização para o Power (daqui a pouco Power e penalização vai virar pleonasmo) e o que o CEO do oval de Pocono falou sobre os poucos que viram a corrida "in loco" no oval. Então, vamos lá:


"Eu gostaria de agradecer ao Roger por acreditar em mim depois de tantos anos sem estar num IndyCar. Parece um novo mundo porque eu não fazia isso faz um bom tempo. Eu sei como fazer isso, mas saber fazer, e fazer são duas coisas completamente diferentes. Isto é fantástico. Tudo vai indo bem durante o final de semana,  mas você nunca vai saber quando vai conseguir uma vitória, e aqui é um ótimo lugar para conseguir isso nessa etapa do campeonato."
Juan Pablo Montoya, feliz pela sua primeira vitória na Indy desde seu retorno.




"Isso foi ótimo para Juan. Que bela corrida ele fez!"
Roger Penske, com suas poucas palavras, parabenizando Montoya.




"Eu estava olhando e olhando o Castroneves o tempo todo desde a relargada. Pois é, e ele é meu companheiro de equipe ainda por cima (risos). Eu não sei o que dizer. Outra penalidade, outro 'drive-through', outra oportunidade perdida."
Will Power, se lamentando por (mais uma) punição durante a prova.


"Se tem uma coisa a se dizer sobre o nosso time, é que a Penske não tem ordens de equipe. Nós pilotamos e trabalhamos para conseguir boas posições. Infelizmente, não sou eu quem faz as regras, mas eu acho que todos nós batalhamos, e óbvio, lutamos pelo campeonato."
Helio Castroneves, sobre a penalização do seu companheiro de equipe.



"Há duas maneiras de se olhar o dia de hoje. Primeiro: tínhamos um carro muito bom e acho que isso diz muito sobre o que essa equipe é capaz de fazer quando acertamos a configuração certa. Em segundo: é obviamente frustante dominar uma corrida como essa e não ganhar. Perder uma corrida de 500 milhas como essa por algumas voltas é de partir o coração, mas acontece. São coisas da corrida. Agora, vamos focar em Iowa e deixar isso de lado."
Tony Kanaan, vencedor 'moral' das 500 milhas de Pocono. Ele perdeu a corrida faltando 3 voltas para o final.



"Eu estava na curva 2, quando senti um bump e o carro simplesmente se sentou no chão."
Ryan Hunter-Reay, falando sobre seu problema de suspensão que o fez sair (de mais uma) prova.





"Só estou um pouco dolorido ,mas acho que já estou liberado para correr em breve. Então, isso não é um problema."
Jack Hawksworth, falando de como está depois do acidente nos treinos que tirou a chance de correr a prova.



"Eu não posso dizer agora sim ou não. Nós podemos anular o contrato. Se precisarmos, faremos isso. Não faz sentido perder dinheiro, principalmente, uma quantia significativa de dinheiro. Os fãs nos pediram para trazer a categoria de volta. Todas a pesquisas que fizemos dizem que eles a queriam de volta, mas os números parecem não condizer com a realidade. Todos esses fãs que queriam estão aqui? Na Pennsylvania? Porque eles não aparecem? Onde eles estão?"
Brandon Igdalsky, CEO do Pocono Raceway, reclamando da pouca quantidade de ingressos vendidos.


Fontes: indycar.com | Racer | AutoWeek | MotorSport | Associated Press
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário