Post Page Advertisement [Top]

Will Power conquistou sua primeira vitória em 2019 e disparou como o maior vencedor da Indy no oval com três vitórias
Em uma prova acidentada e polêmica, o australiano da Penske venceu pela primeira vez na temporada de 2019. A prova contou com duas bandeiras vermelhas. A primeira por causa de um Big One na largada e a segunda por conta de raios e muita chuva nas proximidades da pista. Por conta disso, o saldo final da etapa de Pocono é que os pilotos e fãs da categoria questionam a continuidade do evento. Será que essa foi a última corrida da categoria no oval?

Passando por cima das polêmicas, a corrida teve boas disputas e mostrou bom desempenho da Chevrolet. A prova disso é que além da vitória de Power, a Penske colocou todos os pilotos entre os 5 primeiros. E ainda, Tony Kanaan conseguiu bom resultado ficando em 8º lugar. Além do top 10 contar também com a presença de Ed Carpenter na 5ª posição e de Charlie Kimball em 10º.

Outros destaques foram a boa performance dos carros da equipe Dale Coyne Racing. O time colocou Sebastién Bourdais em 7º lugar e terminou com o novato Santino Ferrucci em 4º. E também a boa corrida de Scott Dixon que ficou em 2º. Por outro lado, a corrida foi péssima para a equipe Andretti. Isso porque o time teve 2 carros envolvidos no Big One. Além do prejuízo financeiro pelo acidente, o campeonato de Alexander Rossi ficou comprometido.

Confira como foi a corrida.

Big One na largada

Na largada, o vice líder, Rossi, larga muito mal e cai para quinto. Por outro lado, Simon Pagenaud larga muito bem e dispara na ponta. Ainda na primeira volta. Em um 3 wide envolvendo Rossi,  Takuma Sato e Ryan Hunter-Reay, o japonês foi muito otimista e pecou pelo excesso. Ao colocar por fora de forma irresponsável, Sato causou um Big One que também atingiu Felix Rosenqvist e sobrou para James Hinchcliffe. Bandeira vermelha! Por sorte nenhum piloto sofreu lesões com o acidente.

É o segundo big one em 2 anos que atinge e danifica a cerca da pista
Durante a paralisação de aproximadamente 40 minutos, as emissoras que transmitiam a prova comentaram sobre diversas manifestações em redes sociais. Primeiramente falando que a culpa do acidente foi de Sato. Mas além disso, a grande maioria das opiniões era de que a pista de Pocono é muito perigosa para os carros da Fórmula Indy. Muitos inclusive pediam para a categoria parar de correr no oval. Pela Band e também na NBC nos Estados Unidos, os comentaristas deram coro as manifestações. Em contrapartida, no DAZN, os comentaristas se posicionaram contrários ao abandono da pista apesar de concordarem com a culpa do piloto japonês.

Recomeço de prova

Ao retornar a bandeira amarela, Kanaan teve dificuldades para religar o carro. Em seguida, Power faz uma parada. No momento da relargada, a direção de prova aborta a relargada. Então, na volta 9 a relargada acontece de fato. O replay da transmissão mostra que Dixon queimou a relargada mas não houve punição. O neozelandês inclusive conseguiu ultrapassar Josef Newgarden e assumiu a vice liderança da prova.

Quem também se deu muito bem foi Graham Rahal que pulou para a quarta colocação. Enquanto isso na disputa pela liderança, Dixon tenta perseguir Pagenaud que abre boa diferença. Depois disso a prova perdeu intensidade consideravelmente até a janela de pit stops. Os carros da equipe Foyt também apresentam rendimento muito fraco e decidem mudar de estratégia.

Spencer Pigot chama amarela

Outro que parou foi Ferrucci na volta 35. Logo depois, rolou uma janela de paradas entre as voltas 36 e 38. Durante os pit stops, Colton Herta errou o ponto de parada e perdeu tempo. Após a janela, Ferrucci ultrapassou Dixon. Enquanto isso, Newgarden parou somente na volta 40. Em seguida, na volta 41, Spencer Pigot bateu no muro e chamou a bandeira amarela.

Pigot bateu no muro da curva 1 após perder o controle do carro
Durante a amarela, os pilotos do fundo do pelotão fizeram pit stop. Além deles, Will Power fez sua parada. Hinchcliffe tentou voltar para a disputa. E a relargada veio na volta 47. Na briga pela liderança, Pagenaud e Power dividiram a curva 1 lado a lado. O duelo foi bastante frenético. Na curva 2, o francês prevaleceu e manteve a liderança. Porém não durou muito porque Power fez a ultrapassagem na volta 48.

Pagenaud se atrapalha com retardatários

Pagenaud pegou o vácuo de Power e deu o troco na volta 51. Depois disso, Hinchcliffe abandonou a prova. Enquanto isso, na volta 61, o carro de Marcus Ericsson perdeu rendimento e foi superado por Bourdais e Newgarden. Na volta 62, Herta e Carpenter também chegaram e ultrapassaram o sueco. Começou uma nova janela de pits com Newgarden parando na volta 66. Hunter-Reay também tentou voltar pra corrida.

A janela de pits continou com a parada de Ferrucci na volta 69 e de Bourdais na volta 70. Na pista, Pagenaud e Power se enrolaram com Hinchcliffe que era retardatário. Até que Power aproveitou a confusão e recuperou a liderança. Percebendo a oportunidade, Dixon antecipou a parada. Na sequência, Pagenaud se enrolou mais uma vez. Ficou preso atrás de Marco Andretti no pit lane. Após as paradas, Dixon e Ferrucci voltaram na frente de Pagenaud.

Acidente de Colton Herta

Herta tentou corrigir a traseira antes do choque e quase agravou mais a batida
Surgiu novamente a bandeira amarela após uma batida de Herta. Durante a amarela, Rossi apareceu com o seu carro na saída da garagem. Enquanto Rossi tentava voltar, Hunter-Reay abandonou. O céu começou a escurecer indicando que vinha chuva nas proximidades da pista. Ainda em bandeira amarela, Power fez seu pit stop e caiu para a sétima colocação. 

A relargada aconteceu na volta ... com Dixon se mantendo na frente. Mais atrás, Power e Kanaan ultrapassaram Bourdais. Além da boa relargada, o carro do australiano parecia encontrar o melhor acerto da pista. Portanto, Power começou a escalar o pelotão ultrapassando Newgarden e Carpenter. Por outro lado, Dixon, Ferrucci e Pagenaud abriram boa distância para Power e o restante do grid.

Mais uma janela de pits

Ferruci seguia Dixon de perto. Enquanto que no meio do bolo, Bourdais e Kimball ultrapassaram Kanaan na volta 102. E mais uma janela de paradas começou logo depois. Primeiramente, Newgarden parou na volta 104. Rahal entrou na volta 105. E Ferrucci fez sua parada na volta 106. Então Dixon parou na volta 107. E a parada do neozelandês foi boa. Com isso, ele retornou ainda na liderança.

Quem também se deu bem foi Pagenaud, que fez pit stop na volta 108. O francês voltou próximo de Dixon e na frente de Ferrucci. E apesar de sofrer pressão por estar com pneus mais frios, Pagenaud resistiu aos ataques de Ferrucci. Power que vinha na liderança, fez seu pit stop na volta 111 e voltou em segundo. Na frente de Pagenaud e Ferrucci.

Chuva encerra a corrida

Novamente Power mostrou que tinha o melhor carro e assumiu a liderança na volta 115. Depois de sofrer a ultrapassagem, Dixon reclamou com a equipe no rádio. Segundo ele, as modificações feitas no pit stop tiraram desempenho do carro. E o piloto parecia ter razão porque visualmente na pista ele não conseguiu acompanhar o ritmo de Power, que abriu mais de 5 segundos de vantagem.

Uma pena que a prova não teve desfecho na pista
Com o céu cada vez mais ameaçador, a direção de prova resolveu dar bandeira vermelha na volta 128. O motivo da paralisação eram os raios que vinham junto com uma grande tempestade. Apesar disso, a chuva caía em volta do autódromo mas não dentro dele. Até que cerca de 30 minutos depois da prova ser interrompida, a direção da Indy comunicou que Will Power era o vencedor.

Classificação da corrida e do campeonato

Confira o resultado das 500 milhas de Pocono:

A corrida teve 161 ultrapassagens sendo 109 por posição e 12 trocas de liderança entre 4 pilotos diferentes
Confira como ficou a classificação do campeonato após 14 etapas:

A liderança segue com Josef Newgarden mas Scott Dixon está cada vez mais próximo da luta pelo título
Confira como ficou a disputa de motores:


A próxima etapa da Indy acontece no sábado a noite (24) em Gateway. Será o último oval da temporada. Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]