Post Page Advertisement [Top]

O campeão da USF2000 do ano passado finalmente se recupera no campeonato vencendo as duas provas da rodada dupla em Road America.


O circuito de Road America sediou também nesse fim de semana a quarta etapa da primeira temporada da Indy Pro 2000, a categoria de nome horrível que é o segundo degrau no Road to Indy. Do grid da etapa anterior tivemos uma falta, de Jacob Abel, que preferiu correr a terceira etapa da F3 Americas, que acontecia no mesmo fim de semana. Com isso treze carros compunham o grid nesse fim de semana.

O companheiro de Abel, Parker Thompson, mostrou o poder que cinco temporadas de Road to Indy podem dar e, com sua experiência, começou o fim de semana bem, a frente até mesmo da dupla da Juncos, Rasmus Lindh e Sting Ray Robb. Outra equipe que veio bem foi a RP Motorsports Racing USA, com Kyle Kirkwood e Ian Rodriguez começando bem e ficando sempre no top 6, bem como Danial Frost na Exclusive Autosport.

O domínio de Thompson no primeiro dia era bem grande e, mesmo não conseguindo melhorar seu tempo na última volta, ele já tinha um bom tempo para assegurar a pole position da primeira prova. Kirkwood  e Rasmus Lindh vinham logo atrás, mas eles foram superados na última volta por Sting ray Robb, que conseguiu a primeira fila e deixando Kirkwood em terceiro, e Danial Frost melhorando nos últimos segundos e passando Lindh, ficando no quarto lugar do grid e deixando o líder do campeonato largando em quinto. 


No segundo treino classificatório, realizado no sábado de manhã, tivemos duas baixas. Antonio Serravale teve problemas com seu câmbio durante toda a sexta-feira e quebrou na sua volta de aquecimento do segundo treino classificatório, ficando o resto do treino nos boxes. Já na Fatboy Racing! Charles Finelli teve problemas de motor, e como a equipe não trouxe um motor reserva para Road America, o fim de semana do velhaco de 48 anos acabou ali.

As coisas estavam bem mais próximas no sábado e, assim, quem melhorasse seu tempo na última volta possível conseguiria vantagem sobre os outros. Nesse ponto, a Juncos Racing mostrou sua força de bicampeã e loteou a primeira fila, com o lider do campeonato Rasmus Lindh na pole, menos de meio décimo a frente de seu companheiro de equipe Sting Ray Robb e de seu antigo adversário na USF2000, Kyle Kirkwood. Parker Thompson, que vinha muito bem, começou a perder sua vantagem e,a pesar de ficar no mesmo décimo do líder, amargou o quarto lugar no grid.


Corrida 1


A largada ocorreu quase sem incidentes. Thompson largou bem e passou a curva um sozinho, já Sting Ray Robb não fez a mesma coisa e já tinha caído para o quarto lugar antes mesmo da curva um, com Kirkwood e Rodriguez passando o piloto da Juncos. Na cura três acabou tendo um toque entre Robb e Frost, onde o piloto da Juncos perdeu velocidade e, por consequência, duas posições, para de la Vara e Lindh, e o piloto da Exclusive abandonou, causando a primeira bandeira amarela do dia. A primeira volta terminou com Thompson liderando, seguido por Kirkwood, Rodriguez, de la Vara, Lindh, Robb, Denes, Lastochkin, Enders e Loomis.

Na relargada, na terceira volta, Kirkwood repetiu a boa largada e conseguiu colocar por dentro de Thompson na curva um, assumindo a liderança da prova. Com o passar da prova, Kirkwood ia abrindo distância para Thompson e Rodriguez, que iam se distanciando do pelotão intermediário formado por de la Vara, Lindh, Robb, Lastochkin, Loomis e Denes.

Na quinta volta (de 15 totais) Lindh finalmente consegue fazer a ultrapassagem sobre de la Vara na curva um. Robb, que estava logo atrás, teve de recolher o carro para não bater em de la Vara, e acabou sendo ultrapassado por Lastochkin na curva três, aproveitou o bom momento e passou de la Vara por dentro na curva cinco, subindo para o quinto lugar mas, na curva seguinte, recebeu um xis de de la Vara, voltando ao sexto posto. Na volta seguinte, Lastochkin novamente colocou por dentr de de la Vara na curva cinco, os dois ficaram lado a lado na curva seis e de la Vara teve de recolher, perdendo posição não só para Lastochkin mas também para Robb. De la vara não tinha vida fácil, e brigava para se defender de Loomis, quando no Carrossel acabou pisando na grama do lado de dentro da curva, perdendo o controle de seu carro e parando no muro da parte de fora da curva. Bandeira amarela. O pelotão era formado por Kirkwood, Thompson, Rodriguez, Lindh, Lastochkin, Robb, Loomis, Denes e Enders.

Na relargada, dada na volta 10, Thompson não largou bem, e foi ultrapassado na curva um tanto por Rodriguez quanto por Lindh, caindo para o quarto lugar. A batalha entre os três durou as cinco voltas finais, com os três separados por menos de um segundo, mas sem muitos ataques. O ataque final veio na última volta, quando Thompson saiu melhor da curva três e conseguiu colocar seu carro por dentro de Lindh durante a reta, passando o sueco, e freando mais tarde para tentar passar Rodriguez, mas não conseguindo. Thompson termina em quarto, com Lindh subindo ao pódio novamente, Ian Rodriguez conseguindo seu melhor resultado na categoria com o segundo lugar e Kyle Kirkwood vence!!

Resultados e pódio com um monte de gente na frente a ponto da gente não ver direito os pilotos.

Corrida 2


A largada da corrida do domingo ocorreu sem incidentes. Lindh largou bem e manteve a ponta, enquanto Kirkwood o acompanhava e passava Robb por fora na curva um, assumindo o segundo lugar.

Com o passar das voltas, os carros iam se separando na pista. Lindh e Kirkwood se mantinham muito próximos na briga pela ponta, e iam abrindo distância de Robb, Thompson e Frost, que brigavam pelo lugar final do pódio e se distanciavam do pelotão intermediário formado por Rodriguez, Lastochkin e de la Vara.

No entanto, a segunda prova ficou marcada não pelas disputas, mas sim pelos problemas dos carros. Danial Frost teve problemas eletrônicos e estacionou seu carro na curva 12. No pelotão intermediário, de la Vara teve de recolher seu carro para os pits faltando duas voltas e, na volta seguinte, tanto Sting Ray Robb quanto Kory Enders foram aos pits. A causa dos quatro abandonos foram os mesmos: carros sem bateria. 

Com isso, Thompson completou sozinho a prova em terceiro, bem a frente de Ian Rodriguez e Nikita Lastochkin, quarto e quinto colocados, respectivamente.

Lá na frente não houveram abandonos, e Kyle Kirkwood e Rasmus Lindh proporcionaram uma boa briga pela liderança. No entanto, houve apenas uma ultrapassagem que aconteceu na sexta volta, quando Kirkwood tinha melhor momento, colocou por dentro na reta oposta e freou mais tarde na curva cinco, levando a liderança. Apesar de ser bastante incomodado por Lindh, que ficou a prova toda muito próximo do piloto da RP Motorsports, e ter de se defender algumas vezes na curva cinco, ele não foi mais ultrapassado e vence! com Lindh passando a linha de largada/chegada em segundo!!
Resultados e pódio sem os números dos lugares no pódio.

A briga pelo título da Indy Pro 2000 continua intensa, pois os três primeiros colocados terminaram as duas provas entre os cinco melhores colocados. Lindh continua com uma diferença razoável para Thompson, onde o sueco tem 30 pontos de distância para o segundo colocado. Kirkwood com as duas vitórias sobe do quinto para o terceiro lugar no campeonato, ficando só um ponto atrás de Thompson e sete pontos a frente de Frost, o quarto colocado no campeonato.

A próxima etapa da temporada 2019 da Indy Pro 2000 acontece na segunda semana de julho, no circuito de rua de Toronto. Até lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]