Post Page Advertisement [Top]

Rossi conquista sua segunda vitória na temporada e se aproxima da liderança
A Fórmula Indy desembarcou em Road America para sua décima etapa na temporada de 2019. O céu na tarde hoje se encontrava nublado mas sem ameaça de chuva. A prova teve 55 voltas e as janelas de paradas estavam programadas entre 13 e 15 voltas. A vitória ficou com Alexander Rossi e foi considerada surpreendentemente dominante e avassaladora desde a primeira volta. Sem nenhuma bandeira amarela, a corrida teve apenas 1h39min40.4743s.

Além da vitória de Rossi, destaque para a boa recuperação de Scott Dixon que terminou em quinto lugar, também para Felix Rosenqvist que evoluiu 12 posições na prova e terminou em sexto e também para a atuação consistente de Graham Rahal que ficou na quarta posição. 

O lado negativo fica mais uma vez para a equipe Foyt que teve o brasileiro Matheus Leist em vigésimo e seu compatriota Tony Kanaan em vigésimo primeiro. Outro piloto que não foi bem foi Santino Ferrucci que terminou em décimo nono. Todos eles uma volta atrás. Além deles, Ed Jones ficou em penúltimo lugar, também uma volta atrás. Marco Andretti terminou na última colocação porque teve um problema no assoalho e abandonou a prova.

Rossi toma a liderança ainda na primeira volta

Herta e Rossi disputando a liderança na primeira volta
A largada foi limpa e Rossi foi pra cima de Colton Herta logo na primeira curva, eles contornaram ainda lado a lado mas na sequência o carro #27 prevaleceu e disparou na frente. No meio do bolo, Takuma Sato ultrapassou Will Power mas perdeu a posição depois. Na volta 2, Dixon tomou um toque de Hunter-Reay por trás e rodou mas não causou bandeira amarela.

Quem se aproveitou da rodada foi Matheus Leist que ganhou muitas posições e subiu para décimo sexto. Em seguida, na volta 3 Sato disputou posição com James Hinchcliffe, foi parar na grama e perdeu 3 posições. Na volta 4, Simon Pagenaud disputou posição com Ed Jones e levou a melhor. Na sequência, Sato espremeu Jones e também ultrapassou. Lá atrás, Dixon vinha tentando se recuperar. Na volta 5 ele dividiu uma curva com Marcus Ericsson mas não conquistou o vigésimo lugar.

Ericsson se afastou de Dixon e ultrapassou Tony Kanaan. Na volta 6, Santino Ferrucci, que já vinha em último lugar, mudou de estratégia e fez sua primeira parada. Na pista, Zach Veach deu um belo X sobre Jones e fez a ultrapassagem. Logo depois, Ericsson disputou posição com Jones e errou a freada, atravessou a área de escape, chegou na caixa de brita e conseguiu evitar uma batida contra a barreira de pneus. Ericsson retornou pra corrida sem danos e sem causar amarela.

Dixon começa a se recuperar com a ajuda de Hunter-Reay

Na volta 7, Rossi já abria quase 3 segundos de vantagem para Colton Herta. Na volta 8, Ed Jones escapa e vai na grama. Rosenqvist conseguiu ultrapassar Spencer Pigot e conquistou a décima posição. Dixon começou a se recuperar e quando já estava em décimo sexto, ele atacou Pato O'Ward para assumir a décima quinta colocação e logo partiu pra cima de Hunter-Reay.

Na volta 10, a vantagem de Rossi já era de mais de 5 segundos. Dixon e Hunter-Reay bolaram um esquema juntos e em comboio passaram por Zach Veach. Na frente, Herta perdeu a traseira e balançou muito o carro mas conseguiu controlar em seguida. Will Power aproveitou o erro e começou a se aproximar do carro #88.

Na volta 11, Hunter-Reay e Dixon seguiram na operação comboio e passaram por Marco Andretti. Rossi continuava em ritmo muito forte e já tinha 7 segundos de vantagem. Hunter-Reay e Dixon passaram por Pigot e começaram a ver de longe Rosenqvist e Sato presos atrás de Sebastien Bourdais. Na volta 12, Power chegou forte e começou a pressionar Herta.

Começa o inferno astral de Colton Herta

Herta e Power se tocando
Sato tentou colocar de lado sobre Bourdais e perdeu o ponto de freada. Acabou indo dar uma passeada na grama. Pato O'Ward errou também e perdeu duas posições. Na volta 13, Power consegue colocar lado a lado com Herta, os dois se tocam e Power faz a ultrapassagem para assumir a vice liderança.

No meio do pelotão, Bourdais e Rosenqvist conseguem ultrapassar James Hinchcliffe. Herta continuou perdendo desempenho e foi superado por Graham Rahal. Na volta 14, um grande grupo de pilotos fez a primeira parada nos pits. O pit de Herta é bem ruim e demorado por causa de um problema na mangueira de combustível.

Na saída do pit, Herta foi pressionado por Bourdais. Hunter-Reay disputou posição com Jack Harvey e conseguiu ganhar o duelo. O líder da prova fez sua parada na volta 15 junto com um segundo grupo de pilotos. Rahal vai na grama e cede a terceira posição para Josef Newgarden. Na sequência, Hinchcliffe também consegue ultrapassar Rahal.

Na volta 16, Hunter-Reay atacou Bourdais até conseguir a ultrapassagem no final da reta principal. Na volta 17, Rossi ampliou a sua vantagem para 9.5s. Na volta 18, Kanaan deu uma bobeada e foi ultrapassado por Pato O'Ward. Newgarden se aproximou de Power. Ferrucci fez sua segunda parada na volta 19.

Rahal passa a pressionar Hinchcliffe na volta 20. Marco Andretti vai para os pits com problemas no assoalho e abandona a corrida. Na volta 21, Herta desperado para avançar no grid acabou atacando Pagenaud, os dois se tocaram, Herta foi na grama, Pagenaud perdeu muita velocidade e os dois foram ultrapassados por Dixon. Depois Herta tentou atacar Dixon enquanto Pagenaud foi ficando mais para o bote de Hunter-Reay.

Segunda metade da prova é bem fraca

A corrida começou a cair num marasmo profundo. A vantagem de Rossi aumentou para 13 segundos na volta 22. Lá no fundão, Chilton ultrapassou Pato O'Ward. Na volta 25, Herta conseguiu devolver a ultrapassagem sobre Dixon e recuperou a sétima posição. A diferença de Rossi continuou aumentando. Na volta 26 já era de 16 segundos. Um grande abismo para o restante.

Sato antecipou a parada e fez seu pit stop na volta 26. Em seguida, um grupo grande fez a parada na volta 28. Zach Veach ainda na pista conseguiu ultrapassar Pagenaud. Logo depois, um segundo grupo entrou nos pits junto com Rossi. Newgarden começou a lutar pela vice liderança contra seu companheiro Will Power.

O ataque de Newgarden seguiu intenso na volta 31 e a ultrapassagem não veio. Na volta 32, Rossi colocou uma volta sobre Ed Jones e ampliou a vantagem para 18 segundos. Matheus Leist vinha em uma estratégia diferente e já estava em décimo terceiro mas teve que fazer uma parada e começou a despencar no grid junto com Ferrucci.

Zebra descolando do asfalto e a Indy se recusou a dar emoção pra corrida com uma amarela
Na volta 33, Herta começou a se aproximar de Rahal. A partir da volta 34 a transmissão da corrida começou a mostrar vários pedaços da zebra se descolando mas a Indy seguiu sem mostrar bandeira amarela. Rossi continuou em ritmo muito forte e chegou aos 20 segundos de vantagem. A corrida ficou extremamente morna e sem graça.

Herta novamente atacou Rahal na volta 37. Na volta 38, Rahal e Herta já se aproximavam de Hinchcliffe. Na volta 40, Herta tentou outro ataque mais forte, não deu certo outra vez e Herta começou a perder contato com Rahal.

Dixon salva um top 5 no final

O trecho final da prova começou quando Rossi fez sua última parada na volta 41. Logo atrás todo mundo parou também mas Rossi seguiu firme e forte com vários caminhões de vantagem pro restante do grid. Quem se deu bem na janela foi Rahal que voltou junto com Herta na frente de Hinchcliffe. Hinch se aproveitou que Herta estava de pneus frios e recuperou uma posição mas não conseguiu atacar Rahal.

Herta começou a atacar Hinchcliffe na volta 44. Pato O'Ward deu uma nova escapada e passeou pela grama. Herta finalmente conseguiu a ultrapassagem sobre Hinchcliffe. Empolgado, Herta foi pra cima de Rahal, eles quase se tocaram, Herta escapou e perdeu contato com o carro #15.

Trenzinho formado atrás de Newgarden
Newgarden começou a perder muito rendimento e foi atacado por Rahal. Atrás de Newgarden se formou um trenzinho com pelo menos 5 carros. Lá na frente, Rossi já abria inacreditáveis 25 segundos de vantagem e continuava acelerando muito. Herta também começou a perder desempenho então formou-se um trenzinho atrás dele enquanto Newgarden e Rahal abriram uma pequena diferença.

Rossi continuou pisando fundo tentando abrir 30 segundos de frente. Na volta 54, Hinchcliffe conseguiu passar Herta mas na sequência tomou o troco, tocou em Dixon e foi ultrapassador pelo pentacampeão e também por Rosenqvist que vinha logo atrás. Na última volta, Dixon e Rosenqvist conseguiram ultrapassar Herta. A fragilidade do #88 ficou tão grande que ele ainda perdeu a sétima posição para Hinchcliffe antes da bandeirada. Na ponta, Rossi venceu a prova com imensa facilidade mas não atingiu os 30 segundos de vantagem. A diferença entre Rossi e Power ficou em 28.5s.

Confira o resultado final do GP de Road America:

A prova de hoje teve 191 ultrapassagens sendo que 175 foram em disputa direta por posição e somente duas trocas de liderança

Veja como ficou a classificação do campeonato após 10 etapas:

Com a vitória, Rossi bota fogo na luta pelo título e a diferença para o líder já é de apenas 7 pontos
Agora a Indy tira uma nova folga, dessa vez de 2 semanas e volta a correr somente no dia 14 de julho em Toronto, no Canadá. E ainda sobre a corrida de hoje, tem a edição #130 do IndycarCast com todo o debate sobre a prova e como fica o campeonato a partir de agora. Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]