Post Page Advertisement [Top]

A IndyCar anunciou nesta sexta (24) uma parceria com a Red Bull Advanced Technologies para o desenvolvimento do aeroscreen, uma novo dispositivo de segurança ancorado por uma base de titânio que será introduzido já a partir do início da temporada de 2020 para reduzir o risco de acidentes com detritos na área do cockpit. O aeroscreen da Red Bull Advanced Technologies é uma fase mais avançada da melhoria da segurança para pilotos da categoria após a introdução do dispositivo de Proteção Frontal Avançada (AFP) no GP de Indianápolis.


O design feito pela Red Bull Advanced Technologies consistirá de uma tela laminada de policarbonato que inclui um revestimento antirreflexo no interior r um dispositivo antiembaçante através de um elemento de aquecimento integrado, todos eles produzidos por empresas terceirizadas. Outro recurso de segurança para os pilotos será um ajuste de resfriamento do cockpit projetado pela Dallara em conjunto com a Red Bull. Nas renderizações feitas durante o projeto, o resfriamento seria fornecido por aberturas de ventilação no painel logo à frente do aeroscreen, no entanto esse projeto ainda não foi finalizado.


"Esta nova parceria com a IndyCar dá para nós na Red Bull Advanced Technologies a permissão para explorar totalmente esse potencial e fornecer um sistema de proteção que ajudará a evitar ferimentos graves e potencialmente salvar vidas na principal categoria de monopostos dos Estados Unidos", disse Christian Horner, CEO da Red Bull Advanced Technologies. "Nos próximos meses, trabalharemos em conjunto com a IndyCar para refinar e aperfeiçoar o aeroscreen e estamos ansiosos para ver os resultados em 2020".


Após a conclusão do projeto do Aeroscreen, a IndyCar planeja selecionar pilotos para começar uma série testes em pista no fim desta temporada.

Fontes: IndyCar/Motorsport

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]