Post Page Advertisement [Top]

O mês de maio começou já em abril! O primeiro dia de treinos para as 500 milhas de Indianápolis foi molhado pela chuva.


Na quarta-feira passada (24 de abril), foi realizado o primeiro grande dia de treinos para as 500 milhas de Indianápolis, no Indianápolis Motor Speedway, obviamente. O dia foi dividido em três partes, onde primeiro correram os carros que já fazem a temporada completa e não são novatos por duas horas, logo depois aconteceria o primeiro Rookie Orientation Program e Refreshers Test, onde os pilotos fazem uma série de pequenos stints em determinadas velocidades e; por último, todos iria à pista por mais três horas de teste.

No entanto, esse cronograma foi, literalmente, por água abaixo. O primeiro treino foi terminado um pouco mais cedo (cerca de quinze minutos) por causa de chuva. Os carros conseguiram dar bastante voltas, mas dois carros tiveram bastante problema: Max Chilton teve o seu primeiro estouro de seu motor Chevrolet na metade final do treino e Tony Kanaan teve vazamento de óleo e conseguiu dar apenas duas voltas de instalação. 

Tirando eles, os outros vinte carros correram sem problemas e a Honda saiu um pouco a frente com Takuma Sato fazendo a volta mais rápida desse treino e do dia no geral, com 226,993 mph; a Chevrolet se recuperou com Ed Carpenter e Spencer Pigot, ambos da Ed Carpenter Racing, bem como Will Power da Penske, foram os outros três pilotos a fazerem tempos acima de 226 mph. Matheus Leist, o outro brasileiro a estar no primeiro treino, fez o 17º melhor tempo, com 222,671 mph. 

As médias de velocidade vistas nesse teste estiveram mais altas do que o visto no primeiro dia de testes do ano passado. Ainda não se sabe se é por causa das novas aletas introduzidas nas asas dianteiras e traseiras introduzidas desde Pocono ou se por causa do tempo mais frio (entre 16 e 20 graus Celsius) e úmido, mas os tempos vistos são bem próximos ao primeiro treino da semana final das 500 milhas do ano passado, quando os pilotos já tinham feito quatro dias inteiros de testes.


Depois disso, o Rookie Orientation Program e o Refreshers Test começou com atraso, pois a equipe de segurança e manutenção da Indy ainda estava secando apista da chuva. Quando esta foi liberada, vimos a primeira cena de inferno astral de Fernando Alonso, que teve problemas elétricos e perdeu cerca de 45 minutos nos boxes, tendo apenas uma hora para fazer seu Refreshers Test.
Fernando Alonso completou sua primeira volta na Indy em 2019 arrastado pelo reboque da AMR Safety Team.
O Rookie Orientation Program (ROP para os íntimos) e o Refreshers Test (RT para os mais chegados), apesar dos nomes diferentes, tem os mesmos objetivos para os pilotos: fazer primeiro dez voltas com velocidades entre 205 e 210 mph, depois mais dez voltas com velocidades entre 210 e 215 mph e quinze voltas acima de 215 mph. Todos os novatos desse ano (Santino Ferrucci, Felix Rosenqvist, Marcus Ericsson e Colton Herta) e o veterano Conor Daly já cumpriram os três estágios necessários e podem voltar aos seus programas de trienos normais na terça-feira, enquanto Hélio Castroneves, JR Hildebrand, Oril Sevià e Fernando Alonso cumpriram apenas dois dos três estágios e precisam de mais voltas acima de 215 mph para terminar o terceiro estágio do Refreshers Test.

Além disso, depois de terminado os três estágios, os pilotos que podem correr nessa sessão podem fazer a quantidade de voltas que diserem na velocidade que puderem, e Colton Herta foi o único que conseguiu quebrar a barreira dos 226 mph e teve o quinto melhor tempo geral do dia:


Os treinos de ROP e o RT terminaram perto das sete horas da noite locais, com o sol já perto de se por e, como Indianápolis, por tradição, não tem iluminação de pista, o dia de treinos terminou aí.

O próximo treino oficial nas 500 milhas de Indianápolis, por enquanto, está previsto para a terça-feira, dia 14 de maio, já na semana do famoso Pole Day e do dramático Bump Day. Existem as chances das montadoras de motor aprontarem testes privados em Indianápolis, bem como a direção do IMS está avaliando a possibilidade de abrir um dia extra de treinos na segunda-feira. Ficaremos ligados!!

Ah sim, também foi introduzido um gigantesco apêndice que certamente vai proteger os pilotos de tudo o que vier em direção de suas cabeças. Mais detalhes aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]