Post Page Advertisement [Top]

O canadense que, por enquanto, tem contrato apenas para esse fim de semana na Indy Pro 2000, venceu a primeira prova da categoria sob o novo nome.


A Indy Pro 2000 se preparava para sua primeira etapa da primeira temporada com o novo nome e, depois de uma pré-temporada onde os primeiros anúncios de pilotos surgiram em janeiro e metade do grid foi confirmado uma semana antes da primeira etapa (onde tudo por ser conferido aqui), em St. Petersburg, vimos catorze carros desfilarem com seus carros Mazda no circuito citadino.

Na quinta a tarde veio a única sessão de treinos livres que foi dominada por um dos favoritos ao título: o canadense Parker Thompson. Apesar de estar em uma equipe nova e sem grande estrutura como a Abel Motorsports, a experiência de duas temporadas fez com que o vice-campeão do ano passado fosse quase um segundo mais rápido que todo o grid no treino livre. Thompson também conseguiu a pole da prova 1 no treino classificatório realizado na quinta à tarde quase noite. No entanto, a sua diferença para o resto do grid em gera foi muito menor que o visto na primeira sessão. E as duas posições seguintes do grid ficaram com dois pilotos que já rivalizavam na USF2000 do ano passado: Rasmus Lindh (Juncos) e Kyle Kirkwood (RP).

Os dois disputaram o título da USF2000 no ano passado, onde Kirkwood levou a melhor e ficou com o título, enquanto Lindh amargou o vice. Mas, na pré-temporada, Lindh conseguiu vaga na melhor equipe do grid, a Juncos Racing, enquanto Kirkwood definiu sua equipe na semana passada e acertou com a mediana RP Motorsport USA. Assim, Lindh conseguiu o segundo lugar no grid, pouco a frente de Kirkwood, o terceiro. Sting Ray Robb, com o apoio de sua experiência de duas temporadas na Pro Mazda mais estar na melhor equipe do grid, conseguiu alcançar o quarto lugar no grid.

Mais atrás veio o pelotão intermediário, formado principalmente pelos dois carros da DEForce Racing (Moisés de la Vara em quinto e Kory Enders em sétimo) e da Exclusive Autosport (com Danial Frost em sexto e Nikita Lastochkin em oitavo), que ficaram os quatro com diferença de menos de dois décimos.

Os dois lugares finais do Top 10 do grid ficaram com as duas menores equipes na categoria. Antonio Serravale, com equipe própria, chegou ao nono tempo, enquanto Phillipe Denes, da Faboy Racing!, conseguiu a melhor posição de largada da história da categoria, um décimo lugar entre catorze carros.


Grand Prix of St. Petersburg Presented by Allied Building Products Race 1

A largada veio nessa sexta de manhã e, contrariando as expectativas, foi uma largada limpa e sem incidentes. Thompsom optou largar por dentro, o que se mostrou uma decisão ruim pois aquela parte da pista estava suja e Rasmus Lindh conseguiu assumir a liderança da prova na freada da curva um. A linha par (por estar no melhor lado da pista) acabou se saindo melhor e, assim, Sting Ray Robb passou Kyle Kirkwood e assumiu o terceiro lugar e Nikita Lastochkin pulou do oitavo para o sexto posto.

Lembra que eu disse que a largada ocorreu sem incidentes? Bem... eu menti. Houve um pequeno incidente. Na ultrapassagem para assumir o terceiro lugar, a Roda traseira direita de Sting Ray Robb acabou tocando na asa dianteira de Kyle Kirkwood, danificando-a seriamente. O americano campeão da USF2000 do ano passado foi perdendo várias posições por duas voltas, até que acelerou um pouco demais na saída da curva três e tocou o muro, danificando sua suspensão dianteira e abandonando a prova, trazendo a bandeira amarela na quarta volta.

Na relargada, a ordem era: Lindh, seguido por Thompson e Robb, com Moisés de la Vara em quarto, seguido de Lastochkin, Frost, Serravale, Enders, Phillipe Denes, Jacob Abel, Damiano Fioravanti, Parker Locke e Charles Finelli em último. 

A relargada aconteceu na sétima volta Lindh largou bem e evitou de ser atacado por Thompson, mas seu companheiro de equipe não teve a mesma sorte e de la Vara assumiu o terceiro lugar passando por dentro Robb. No entanto, de la vara não mostrava grande ritmo de corrida, e voltou a ser pressionado por Robb, Frost (que assumiu o quinto lugar na largada) e Lastochkin.

De la vara resistiu por duas voltas a pressão de Robb que, na curva um da décima volta, colocou por dentro na curva um e assumiu o terceiro lugar novamente; duas voltas depois, Frost repetiria o mesmo movimento e conquistaria o quarto lugar na prova. Uma volta e meia depois, Nikita Lastochkin decide inovar e ultrapassa de la Vara na curva quatro, freando mais tarde e colocando por dentro do mexicano. 

Moisés estava no sexto lugar na volta doze, e nao caiu mais pois, no pelotão intermediário, Antonio Serravale segurava Kory Enders, Phillipe Denes e Damiano Fioravanti pelo sétimo lugar. Nisso, os pilotos que o passavam iam abrindo cerca de meio segundo por volta, separando o pelotão principal. Sting Ray Robb abriu dois segundos de vantagem para Frost, que tinha um segundo e meio de vantagem para Lastochkin, que abria cada vez mais e mais de de la Vara e do pelotão intermediário.

Lá na frente, Thompson se recuperava e pressionava Lindh. Thompson usou sua experiência de dois anos na categoria e, assim que viu que Lindh tinha um carro um pouco melhor com pneus novos, se resignou a apenas perseguir o sueco e, assim que seu rendimento começou a cair com o pneu mais gasto, recomeçou a pressionar para assumir a liderança da prova. Na volta 15, o canadense já conseguia colocar seu carro ao lado do de Lindh e, na volta seguinte colocou-se por dentro, freou mais tarde e assumiu a ponta da prova na curva um.

Uma volta depois, bandeira amarela. No pelotão intermediário, Enders pressionava Serravale pelo sétimo lugar, quando seu carro começou a ter problemas e o piloto da DEforce estacionou seu carro no fim da curva dez.

A relargada veio faltando cinco voltas para o fim. No entanto, nada mais aconteceu na prova. Parker Thompson vence! Rasmus Lindh estreia com um segundo lugar e Sting Ray Robb faz seu segundo pódio terminando no terceiro lugar.
Resultados e pódio.

A próxima corrida acontece amanhã à tarde, confira os horários aqui. Até mais!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]