Post Page Advertisement [Top]

Fernando Alonso, em conjunto com a McLaren Racing, estarão de volta às 500 milhas de Indianápolis em 2019, para o espanhol tentar vencer a tríplice coroa.


Foi anunciado ontem (10 de novembro) por parte de Zak Brown, diretor executivo da McLaren Racing, que a equipe voltará ao Indianápolis Motor Speedway para disputar a 103ª 500 milhas de Indianápolis. Também foi confirmado que Fernando Alonso estará ao volante do carro da equipe de Woking, Inglaterra.
Estamos contentes com o nosso regresso ao Brickyard e a essa incrível corrida." Disse Zak Brown. "A McLaren tem uma longa e afetuosa relação com as 500 milhas e, para nós e para o Fernando, as 500 millhas do ano passado foi um caso de um negócio inacabado. As 500 milhas não são fáceis, é um enorme desafio para todos. Temos o maior respeito pela corrida e pelos nossos concorrentes, não temos ilusões. Mas na McLaren corremos para vencer, bem como o Fernando, e por isso vamos com tudo para vencer.
No ano passado o motor foi o vilão de Alonso na Indy 500, nesse ano também, com a Honda impedindo o projeto da McLaren disputar a Indy.
Para Alonso, será a segunda oportunidade de vencer uma das provas da tríplice coroa do automobilismo, tendo em visa que o espanhol já ganhou o Grande Prêmio de Mônaco em 2006 e 2007; e também as 24 horas de Le Mans no ano passado, num passeio da Toyota Gazoo Racing. Ele e Juan Pablo Montoya (vencedor da Indy 500 de 2000 e 2015, e vencedor do GP de Mônaco de 2003) são os dois únicos pilotos em atividade que venceram duas das três provas da tríplice coroa e estão mais próximos de igualar o feito de Graham Hill (vencedor da Indy 500 de 1966, das 24 horas de Le Mans em 1972 e do GP de Mônaco em 1963, 64, 65, 68 e 69).
Deixei claro há algum tempo o meu desejo de conquistar a Tripla Coroa." Disse Fernando Alonso. "Tive uma experiência incrível nas 500 milhas do ano passado e sabia que, no fundo do meu coração, tinha que voltar caso tivesse a oportunidade. Estou especialmente feliz em regressar com a McLaren, ela sempre foi a minha primeira escolha e se o nosso acordo com a equipe deu certo, então estou feliz. É uma corrida difícil, vamos enfrentar os melhores e será um grande desafio. Uma das coisas que mais espero ver novamente são os nossos fãs americanos, que são absolutamente fantásticos.
No entanto, o anúncio fala apenas isso. Não se sabe ainda se a McLaren fará uma tentativa solo, o que é bem improvável, ou se associará com outra equipe para viabilizar o projeto. O mais provável é a repetição da parceria da McLaren com a Andretti Autosport, que viabilizou a presença de Alonso nas 500 milhas de Indianápolis do ano passado; entretanto, a Honda barrou a entrada da McLaren para os anos seguintes após o acordo entre as duas ser desfeito na Fórmula 1. Outros boatos dão como certo a presença de McLaren e Alonso na Harding Racing, com o apoio também da Andretti Autosport; o Grande Prêmio deu como certo a presença deles em temporada completa, mas isso não aconteceu, mas pode acontecer na Indy 500 desse ano.

Negociações na Indy podem ser surpreendentes, como o caso de Marcus Ericsson entrar na Schmidt-Peterson Motorsports e a Danica Patrick fazer as 500 milhas de Indianápolis desse ano pela Ed Carpenter Racing. Aguardemos mais novidades!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]