Post Page Advertisement [Top]

O holandês terminou a temporada 2018 da Pro Mazda com dois segundos lugares, se sagrando campeão campeão e embolsando 750 mil dólares de patrocínio. Em uma etapa final melancólica para a categoria.
Um shoey diferente pro holandês campeão.
A oitava e última rodada da temporada 2018 da Pro Mazda aconteceu da forma mais melancólica possível. O campeonato não estava 100% decidido, mas estava quase, e isso em conjunto com o anúncio da saída da Mazda como patrocinadora principal do Road to Indy fez muita gente repensar em dirigir mais de três mil quilômetros entre Gateway e Portland.

Com isso, vimos apenas oito carros no grid para a rodada dupla final em Portland. A BN Racing, a Exclusive Autosport e a Team Pelfrey tiraram um de seus dois carros no grid, enquanto a RP Motorsports Racing nem sequer apareceu no longínquo estado do Oregon. 

E, nessas ausências, inclui Carlos Cunha Filho. O único brasileiro que ainda estava no grid da categoria não compareceu tanto em Gateway quanto em Portland, muito devido a falta de recursos financeiros.

Com isso, o campeonato que estava meio decidido ficou decidido por completo. Parker Thompson precisava tirar uma diferença de 47 pontos para VeeKay, o que era bem difícil mas não impossível num grid com 13 ou 14 carros; e, paralelamente, Oliver Askew, que vinha em terceiro no campeonato, estava 46 pontos atrás de Thompson. Com um grid de apenas oito carros, retirar essas diferenças se tornou impossível, e coroou VeeKay como campeão e Thompson como vice antes mesmo de qualquer carro entrar na pista. A única briga no campeonato era pelo terceiro lugar, onde Askew tinha seis pontos de vantagem para David Malukas (e para Carlos Cunha também, mas como o brasileiro não largaria em Portland acabou perdendo a disputa), e 17 pontos de vantagem para Robert Megennis.

Pro Mazda Grand Prix of Portland Presented by Cooper Tires Race 1

Apesar da ponta do campeonato já estar decidida, os dois primeiros colocados do campeonato não tiraram o pé, e disputaram com Askew e Malukas no pelotão da frente, enquanto Megennis, com Sting Ray Robb, Moisés de la Vara e Nikita Lastochkin fechavam o grid no pelotão intermediário.

No treino classificatório para a primeira prova vimos que, mesmo com poucos carros, a categoria continuou equilibrada. VeeKay levou a melhor sobre o resto do grid, ficando com a pole. Dentro do mesmo décimo de segundo, Askew superou Thompson por menos de um milésimo e conseguiu a vaga na primeira fila, relengando Thompson ao terceiro lugar.


Na corrida, realizada no sábado a tarde, teve uma largada sem batidas, mas não sem ultrapassagens. Askew largou melhor que VeeKay e assumiu a ponta da prova antes mesmo da freada da curva um e, mesmo com VeeKay tentando emparelhar novamente com Askew na curva dois, foi obrigado a recolher e permanecer no segundo lugar. 
 
Largada meio (muito) melancólica para um campeonato que estava bem bom.
Mais atrás, na disputa pelo sétimo lugar, Moisés de la Vara segurava Nikita Lastochkin, quando o russo tentou dar um bump no mexicano na entrada da curva um. De la Vara passou pela área de escape da chicane mas acabou voltando na frente de Lastochkin, mas com sua asa traseira avariada.

A ordem de corrida no final da primeira volta foi: Askew, VeeKay, Thompson, David Malukas, Ray Robb, Robert Megennis, de la Vara e Nikia Lastochkin.

Na volta seguinte, Robert Megennis conseguiu emparelhar com Sting Ray Robb, colocar por dentro e fazer a ultrapassagem, assumindo o quinto lugar da prova.

Na terceira volta, Moisés de la Vara foi o primeiro piloto a abandonar devido aos danos que sua asa traseira tinha.

E, bem... foi isso o que aconteceu na prova. Os quatro primeiros formaram um pelotão logo no início da prova, abrindo distância de Megennis e Robb, que brigavam pelo quinto lugar, e de Lastochkin sozinho no sétimo posto. Malukas chegou a ameaçar Thompson até a quinta volta, mas logo o canadense abriu um segundo de vantagem para o americano e conseguiu mantê-la durante toda a prova. VeeKay também conseguiu dominar Thompson enquanto este e Malukas ensaiavam uma briga pelo terceiro lugar, e com isso o campeão da categoria conseguiu focar na briga com Askew; entretanto, apesar de ele sempre estar a menos de um segundo de Askew, não conseguiu fazer um movimento sequer para ultrapassar o americano, muito devido ao grande equilíbrio da categoria e os dois andando no mesmo décimo de segundo a prova toda praticamente.

Askew vence! Seguido de perto por VeeKay e com Thompson em terceiro!

Resultados e pódio da corrida 1

Pro Mazda Grand Prix of Portland Presented by Cooper Tires Race 2

O equilíbrio continuava entre os quatro primeiros, mas VeeKay continuou sendo o melhor e conseguiu a pole da corrida 2 também. Entretanto, o holandês teve de superar um adversário diferente dessa vez, pois Malukas havia melhorado seu desempenho, fazendo uma volta quase um segundo mais rápida que na classificação 1 e ficando a menos de um décimo de segundo da pole. Askew e Thompson dividiam a segunda fila, enquanto no pelotão intermediário, Megennis superava Robb na terceira fila e Lastochkin superava de la Vara na última fila.

Os pilotos, vendo que ultrapassar em Portland era bem difícil, decidiram arriscar tudo na última largada do ano. VeeKay não larga muito bem novamente e logo vê Malukas e Thompson emparelhando com ele na reta principal, formando um 3-wide com VeeKay por dentro, Malukas no meio e Thompson por fora na freada da curva um.

Surpreendentemente, Malukas leva a melhor e sai da curva dois como líder da prova, enquanto VeeKay espalha para cima de Thompson e volta em segundo, enquanto o canadense acaba perdendo tempo e posições para Askew e Megennis. Mais atrás, Sting Ray Robb e Moisés de la Vara se tocam na curva um. ambos vão para os pits, com de la Vara abandonando e Robb arruma sua suspensão e acaba voltando a pista onze voltas depois.

Ao fim da primeira volta, temos Malukas líder, pouco a frente de VeeKay e Askew. Megennis estava um pouco mais atrás, em quarto, lutando para segurar Thompson no quinto lugar e Lastochkin vinha solitário no sexto posto.

Na volta seguinte, Thompson colocou por dentro de Megennis e já estava a frente na freada da curva um, quando o piloto da Juncos erra o ponto de freada e toca a frente de seu carro na roda traseira esquerda de Thompson. O vice-campeão da categoria tem de ir aos boxes com seu pneu traseiro esquerdo furado e acaba perdendo uma volta, enquanto Megennis continua na prova com a asa dianteira avariada.
Megennis andou com metade da asa dianteira quebrada por mais de meia prova.
Enquanto Isso, Malukas começava a abrir distância, enquanto VeeKay e Askew brigavam pelo segundo lugar da prova. Lastochkin passou o carro avariado de Megennis e subiu ao quarto lugar, enquanto o piloto da Juncos ficava em quinto e Thompson estava uma volta atrás, em sexto. Na sétima volta, Megennis também abandona ao ver que sua suspensão direita também tinha sido avariada na batida.

Com apenas cinco carros na pista, a disputa pelo segundo lugar era a única mais animada, com Askew conseguindo chegar próximo e emparelhar com VeeKay por três vezes durante a prova, mas o holandês sempre se colocava por dentro, deixando o lado de fora da curva um para o americano, onde VeeKay espalhava na curva um e Askew era sempre obrigado a recolher seu carro para não bater. Com isso, VeeKay terminou a prova em segundo, apenas três décimos a frente de Askew.

E, três segundos e meio a frente dos dois David Malukas vence!!
Resultados e pódio da corrida 2.
Como o campeão (Rinus VeeKay) e o vice (Parker Thompson) já estavam decididos desde a divulgação da lista de inscritos para a prova de Portland, a disputa ficou pelo terceiro lugar. Com dois pódios, Oliver Askew conseguiu manter sua diferença para David Malukas e garantiu o terceiro lugar no campeonato, dez pontos a frente de Malukas, o quarto, e 34 pontos a frente de Robert Megennis, o quinto colocado.

A próxima atividade, agora que o campeonato 2018 acabou, é o Chris Griffis Memorial Test, que acontece nos dias 22 e 23 de setembro e marca o início da pré-temporada do Road to Indy (agora sem Mazda na frente). Até lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]