Post Page Advertisement [Top]

Indy Lights, Pro Mazda e USF2000 fizeram dois dias de testes no autódromo que receberá a próxima rodada dupla de cada uma das categorias: Road America. Veja o que aconteceu em cada um desses treinos:
Os treinos foram realizados na segunda e terça-feira passados, onde cada uma das categorias tinham uma hora e quinze minutos de sessão pela manhã e outra uma hora e meia à tarde. Nas duas categorias menores, Pro Mazda e USF2000, vimos algumas caras novas e grids cheios, enquanto a Indy Lights teve o exato oposto disso: grid enxuto e com os mesmos personagens do início da temporada.

Vamos ver os dias de cada categoria, da menor para a maior:

USF2000

25 carros estiveram presentes nos seis quilômetros e meio de Road America e, entre eles, houveram duas baixas. A lista de inscritos tinham dois carros a mais, onde o irlandês James Roe estava inscrito mas não conseguiu o orçamento necessário para continuar a temporada e, por enquanto, o segundo carro da Swan RJB Motorsports está vago por enquanto. O mesmo fim teve o segundo carro da BN Racing, já que o inglês  acabou batendo seu carro na segunda corrida de Indianápolis Misto e não tem dinheiro mais para continuar na categoria, por enquanto.

Entretanto, os ponteiros foram muito parecidos com os vistos na maioria dos treinos que ocorrem nos fins de semanas de corrida. Cape e Pabst lotearam a parte de cima da tabela de tempos na maioria das vezes, com pilotos dessas equipes liderando três das quatro sessões programadas. Logo pela manhã, o líder do campeonato Kyle Kirkwood (Cape) liderando a primeira sessão na segunda de manhã e ficando sempre entre os três primeiros na tabela de tempos. Outro que começou bem o primeiro dia foi Lucas Kohl, o brasileiro da Pabst fez o segundo melhor tempo nas duas sessões de segunda e na sessão mais importante do teste, a sessão da manhã de terça, ficando com o segundo melhor tempo do teste.

Mas o grande rival de Kirkwood, dessa vez, foi outro piloto da Pabst, o americano Kaylen Frederick. Frederick andou bastante sumido durante o início da temporada mas agora parece que ressuscitou, fazendo o segundo lugar em Lucas Oil e fazendo o melhor tempo das duas sessões de terça-feira, terminando com o melhor tempo do dia. Além de Kirkwood e Frederick, quem liderou sessão foi o brasileiro Igor Fraga, que liderou a sessão de segunda à tarde, sendo o único não Cape ou Pabst a figurar entre os dois primeiros em uma sessão.

Mais no meio do grid, vimos na ponta, além de Igor Fraga, os pilotos Kory Enders (DEForce) e Julian van der Watt (Pelfrey), que melhoraram durante as sessões de testes e apareceram em terceiro lugar na sessão da manhã e da tarde, respectivamente. Asa posições intermediárias foram loteadas pelo trio da Team Pelfrey, pelo quarteto da DEForce, pela dupla da Exclusive Autosport e da Team Benik. Destaque também para Bruna Tomaselli, que começou bem o primeiro dia fazendo o 12º tempo, mas aos poucos foi perdendo rendimento e na quarta e última sessão não foi à pista com problemas no carro #82.

Pro Mazda

Dessa vez tivemos a presença de dezesseis carros no grid da Pro Mazda, mesmo número visto nas etapas iniciais do campeonato. esse aumento deveu-se a presença de Steven Ford. O americano alaranjado de 62 anos, além de músico, compositor e ex-engenheiro da NASA, é piloto de monopostos nas horas vagas, principalmente de fórmula Mazda. Na ocasião desse teste, ele pegou o antigo chassi da categoria e, em conjunto com a Texas Autosport, o colocou na pista de Road America, muito provavelmente para correr na rodada dupla dessa semana também.

Além de Ford, tivemos três substituições nesse teste. O inglês Toby Sowery entrou na BN Racing, no lugar de Kris Wright e o mexicano Raul Guzman entrou no lugar de Lodovico Laurini na RP Motorsport Racing, sendo que ambas as mudanças vem com efeito para o resto da temporada. 

A situação do #80 da Team Pelfrey que ainda está em aberto. O piloto das duas primeiras etapas foi o brasileiro Rafael Martins, conseguindo três top 10 nas quatro provas em que disputou. Entretanto, Martins deu uma desaparecida durante as etapas de Indianápolis misto, e o carro #80 ficou sem piloto; na etapa seguinte, no oval de Lucas Oil, Martins estava presente, como ele postou em seu instagram, mas nem ele nem ninguém pilotou o #80 por mais um fim de semana. Nos testes de Road America, quem pilota o terceiro carro da Team Pelfrey foi o veterano Anthony Martin, que foi ressuscitado após Rafael Martins voltar para o Brasil temporariamente. Quem vai dirigir o #80? O carro vai reaparecer em Road America? Não sei. Geralmente, quando o piloto e o carro estão na mesma pista mas um não está dirigindo o outro, como no caso de Lucas Oil, é sinal de falta de orçamento para correr, mas Anthony Martin também não tem patrocínio para correr na Pro Mazda, então o futuro desse carro da Team Pelfrey.
Como falei quase nada do Carlos Cunha, pelo menos coloco uma imagem dele.

Enfim, comentei bastante das trocas porque não tem tanto o que comentar dos treinos. A Pro Mazda vive um momento parecido com o vivido até 2014, onde temos vários pilotos de equipes diferentes se revezando na ponta dos treinos e corridas. Nesse teste, a Juncos Racing se destacou bastante, principalmente com o holandês Rinus VeeKay. O terceiro colocado no campeonato e vice-líder da USF2000 no ano passado liderou as duas sessões realizadas à tarde, além de fazer o segundo tempo na sessão mais rápida, a de terça de manhã. Carlos Cunha e Robert Megennis também começaram bem o teste, fazendo os dois primeiros tempos de segunda-feira e diminuíram o ritmo nas sessões de terça-feira.

Melhor que eles apenas David Malukas (BN Racing), que fez o melhor tempo na sessão de terça de manhã e teve o tempo mais rápido do teste, a frente do trio da Juncos, de Parker Thompson, a dupla da RP Motorsport e da principal dupla da Team Pelfrey.


Indy Lights

Os mesmos sete carros que se mostraram no misto de Indianápolis compareceram no teste em Road America, e, bem, não houveram novidades.

A Juncos corre muito bem nesse circuito, ficando atrás apenas da Carlin, mas como a Carlin não está correndo nessa temporada da Indy Lights, a Juncos assumiu a ponta. Victor Franzoni, o único piloto da equipe argentina, liderou as três últimas das quatro sessões realizadas e fez também a volta mais rápida do teste.

Atrás dele veio o quarteto da Andretti. Apesar dos dois pilotos da Belardi (Santiago Urrutia e Aaron Telitz) terem ficado na frente na primeira sessão, logo ambos começaram a ficar para trás pouco a pouco. Pato O'Ward foi mais rápidos que a dupla da Belardi em todos os treinos, chegando a liderar a primeira sessão do dia e ficando em segundo nas duas sessões seguintes; Colton Herta foi mais rápido que todos exceto Franzoni no último treino, seguido de Ryan Norman, que ficou em terceiro nas três últimas sessões.

Dalton Kellet ficou no último lugar em todas as sessões exceto na segunda sessão, da qual ele não participou.




E foi isso nos testes de Road America. Todas as categorias do Road to Indy correm nesse fim de semana em Road America, os horários estão todos aqui. Até lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]