Post Page Advertisement [Top]

A equipe canadense já acertou com seus dois primeiros pilotos para a temporada 2018 da USF2000, buscando deixar de ser uma equipe de meio de grid. e um brasileiro pode estar no terceiro carro e nos planos da equipe.
A Exclusive Autosport é uma equipe canadense que estreou na USF2000 o ano passado, após uma carreira curta na F-1600 canadense, na F-1600 e F-2000 americana. A equipe veio para a USF2000 com três carros na maioria das provas, dois carros na única etapa em oval, em Iowa e quatro carros em Indianápolis. 

Entretanto, a maioria das atenções estava me Parker Thompson, que fazia seu terceiro ano na categoria e era um dos favoritos ao título do ano passado. E assim foi, Thompson teve três vitórias e seis pódios durante o ano, ficando no terceiro lugar do campeonato e a Exclusive Autosport foi a única das sete equipes estreantes a vencer. Enquanto isso, Luke Gabin, Dev Gore e Jayson Cluine passaram em branco nos pódios, restritos ao meio/fim do grid.

Isso gerou dúvidas sobre o quão próximas a Cape e Pabst, as principais equipes da categoria, a Exclusive se encontrava e o quão bem a equipe iria sem Thompson. 

E assim a equipe adentrou 2018. Thompson subiu à Pro Mazda com a própria Exclusive Autosport, e a equipe agora procura um novo Parker Thompson para a USF2000. 
Cabrera estava meio cabrera na foto.
O primeiro candidato da equipe é Manuel Cabrera. O mexicano de 17 anos foi campeão da Fórmula Panam no ano passado, além de disputar a fórmula Master Asia Series e ficar em nono no campeonato. Cabrera focava o automobilismo na Europa, mas acabou se voltando para o automobilismo americano.

Além disso, a Exclusive continuará com Jayson Cluine, agora com 48 anos. Cluine sempre correu com a Exclusive desde a F-1600 canadense, é amigo da família Duncalfe, dona da equipe, além de trazer a AERO Advance Paint Technology e a Shutout Solutions como patrocinadoras.
Cluine está na Exclusive Autosport desde sempre.
A Exclusive planeja colocar um terceiro carro, e nele pode pintar um brasileiro. O nipo-mineiro Igor Fraga vem tendo contato com a equipe canadense pelo menos desde meados de dezembro do ano passado, fazendo testes em Homstead-Miami e no VIR.

Igor, campeão antecipado da F-3 Brasil Academy e vencedor do capacete de ouro na categoria F-3 Brasil, disputa vaga com pelo menos outros dois britânicos: Matt Cowley (bi-campeão da F-1600 SCCA e da F-1600 britânica) e Keith Donegan (que venceu o Formula Ford Festival e o Road to Indy Shootout) que também testaram pela equipe durante o ano. O diferencial desses dois pilotos é que ambos já possuem contatos com outras equipes da categoria, já que Cowley foi piloto da Team Pelfrey em seus dois campeonatos na SCCA e Donegan possui 200 mil para gastar com patrocínio, o tornando apto para conseguir assentos na Cape e na Pabst.
Igor Fraga é o da direita. Coloquei a foto do capacete de ouro porque escolheu bem combinar a camisa com a gravata, mas numa cor mais escura. Devia ser exemplo pro povo que escolhe camisa branca e gravata de vermelho e fica parecendo formando de curso técnico.
No fim, podemos ter o terceiro brasileiro na USF2000, com Igor Fraga ao lado de Lucas Kohl e Bruna Tomaselli. Os testes de primavera, que começam nesse fim de semana, serão um bom indicativo de quem conseguirá a vaga, mas seja Fraga, Cowley ou Donegan, todos eles tem capacidade para substituir Parker Thompson nos novos desafios da Exclusive Autosport.

Ah sim, Igor Fraga fez um vídeo do teste dele em VIR, na semana retrasada, se não me engano:







Pilotos confirmados na USF2000:

Cape Motorsports:
Kyle Kirkwood

DEForce Racing:
Kory Enders
José Sierra

Exclusive Autosport:
Igor Fraga
Jayson Cluine
Manuel Cabrera

Newman Wachs Racing:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]