Post Page Advertisement [Top]

Faltando apenas um fim de semana para o último treino coletivo de todo o Road to Indy, temos mais dois assentos confirmados na categoria e mais uma equipe nova no grid.

Andres Gutierrez entra na Team Pelfrey

Mas antes, vamos anunciar um piloto da equipe que já está na categoria. Anunciado anteontem (16 de fevereiro) o segundo piloto da equipe Team Pelfrey, e ele é Andrés Gutierrez.

O mexicano de 17 aninhos entrou no automobilismo de monopostos em 2016 e, mesmo com apenas dois anos de carreira, já passou por muita categoria diferente. Disputou a F-4 NACAm nos últimos dois anos, obtendo duas vitórias o ano passado; também disputou corridas de endurance na LMP1 e na LMP3 da IMSA.

Gutierrez também disputou três provas na USF2000 o ano passado. Correu pela DEForce em Mid-Ohio e Watkins Glen, conseguindo o sexto lugar como melhor resultado, além de fazer o Chris Griffis Memorial Test e liderar a maioria das sessões.

O mexicano se junta ao americano Sting Ray Robb na dupla incógnita da Team Pelfrey até o momento. Ambos possuem certo sucesso, na medida do possível de ser feito nas condições que enfrentaram, mas agora possuem um desafio bem maior a frente.

James Raven estreia na DEForce Racing

A equipe dos dos irmãos Martinez dá mais um passo nos monopostos americanos. Depois de entrarem na USF2000 no ano passado e na FIA F-4 US no segundo semestre, a equipe dos mexicanos sobe também à Pro Mazda, e com o inglês James Raven.

Raven disputa desde 2014 corridas tanto na F-1600 inglesa quanto na F-Ford Britânica onde obteve algum sucesso, como a vitória no F-Ford Festival de 2014 e os terceiros lugares no Walter Hayes Trophy do ano passado e na F-1600 do ano retrasado. Raven veio aos EUA esse ano para fazer testes pela F-4 americana pela própria DEForce, mas acabou optando pelo caminho da Pro Mazda, o que faz gerar dúvidas do quanto ele quer entrar pro mundo da Indy ou está apenas fazendo a categoria para tentar se promover na Europa (deu certo com Nicholas Latifi).

A DEForce estreou razoavelmente bem na USF2000, conseguindo manter seus dois carros no grid em todas as corridas e alcançando alguns top 5 com Kory Enders e Jose Sierra. Apesar dos resultados razoáveis, a equipe vai expandindo sem grande foco (os pilotos que corriam pela equipe na USF2000 fizeram as três últimas etapas da F-4 americana, por exemplo). A Pro Mazda é um campeonato que, por incrível que pareça, é consideravelmente mais estruturado que os disputados pela DEForce no ano passado e, talvez, essa falta de foco em categorias atrapalhe um pouco os planos e resultados da equipe dos Martinez.

Mas, só o tempo dirá se isso vai acontecer mesmo ou não.





Pilotos confirmados na Pro Mazda:

Cape Motorsports:

DEForce Racing:

Exclusive Autosport:

Juncos Racing:

Team Pelfrey:

2 comentários:

  1. Muito pouca gente no grid da Pro Mazda. 8 carros não é algo legal. USF2000 com 14 é aceitável e a lights eu não sei que pé está.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A tendência é aumentar um pouco o grid depois desse fim de semana, nos testes de primavera da categoria e tal.

      E a Pro Mazda tbm, geralmente, tem menos pilotos. Não sei porque também.

      :)

      Excluir

Bottom Ad [Post Page]