Indycontas: O que cada um dos postulantes ao título tem de fazer para ser campeão?

O que cada um dos seis (sete?) postulantes ao título tem que fazer para se sagrar campeão da fórmula Indy em 2017? Qual o tamanho do milagre que Will Power, Alexander Rossi e Graham Rahal tem que fazer? O quão Pagenaud, Castroneves, Dixon e Newgarden estão próximos? Descubra aqui!
Rossi e Rahal tem chances tão pequenas que nem aparece na foto tradicional dos postulantes ao título.
Como já é hora de decisão de campeonato, então é hora também de reviver a série que tem apenas uma postagem por ano. Mas vamos fazer isso de modo diferente, paa ficar mais fácil e não precisar fazer 69 mil contas e apenas mestres em matemática entenderem o post. Vou graduar as chances de cada um entre só depende do próprio piloto (possível pacas) ou praticamente impossível.

Para facilitar vocês a acompanharem essa postagem o se quiserem ver as quantidades exatas de pontos que cada um pode fazer em Sonoma, abaixo tem a pontuação dada na última etapa do campeonato e aqui tem o número de pontos que cada um dos seis primeiros pode alcançar na última prova.
Lembrando que: a pole vale um ponto, liderar uma volta vale outro ponto e liderar mais voltas na corrida vale mais dois pontos.
Vamos ver o quão possível ou impossível é o título de cada um dos postulantes ao título ser campeão?

7º Graham Rahal (-94): Praticamente impossível

Graham Rahal não precisa de milagres para ser campeão, mas sim de adversários mortos. Bem, talvez não mortos, mas incapazes, física ou emocionalmente, de correr a última prova do ano.

Isso porque o filho de Bobby Rahal está a 94 pontos do atual líder, Josef Newgarden. Como dá pra ver na tabela ali em cima, o máximo que alguém pode fazer em Sonoma é de 104 pontos, mas, como teremos apenas 22 pilotos largando no circuito californiano, o mínimo que cda piloto que largar fará é de 16 pontos.

Com isso, Graham está naquela zona onde não é impossível ser campeão, pois ele ainda pode fazer 104 pontos na última prova, mas é virtualmente impossível, pois se Josef Newgarden E/OU Scott Dixon largarem, o piloto da Rahal Letterman Lanigan Racing já não tem mais chances de título.

6º Alexander Rossi (-84): Praticamente impossível também

Com 84 pontos atrás de Josef Newgarden e 81 pontos atrás de Dixon, Alexander Rossi terá de operar milagres do mais alto grau:
  • Primeiro, ele precisa ganhar a prova, pois só assim Rossi consegue fazer mais de 84 pontos para tentar superar seus oponentes.
  • Newgarden tem que (não) completar a prova abaixo do 20º lugar, e Dixon tem que completar a prova abaixo do 19º lugar. Isso só aconteceu uma vez na história da Indy, em Detroit 2, 2015.
  • Helinho tem de completar a prova abaixo do 11º lugar, e Simon Pagenaud tem de terminar fora do top 7.
As chances de isso acontecer são as mesmas de um ser humano abrir o Mar Vermelho. Dizem que aconteceu uma vez, e a pessoa que o fez é adorado em três religiões diferentes.

5º Will Power (-68): Quase praticamente impossível

O australiano está a 68 pontos de Josef Newgarden, 65 pontos atrás de Dixon, 46 atrás do Helinho e 34 atrás de Pagenaud. Não são números tão impossíveis de superar como os outros adversários que tem cinco letras no sobrenome, mas ainda são números bem horríveis:
  • Power também é obrigado a vencer a corrida em Sonoma. Caso ele chegue em segundo e Newgarden chegue em último e não consiga pontos bônus, os dois empatam, mas Newgarden ainda teria uma vitória mais e se sagraria campeão.
  • Newgarden tem de terminar de 14º para trás, e Dixon de 13º para trás.
  • Hélinho não pode chegar em posição melhor que o sétimo lugar, enquanto Pagenaud não pode terminar no pódio.
São combinações menos horrorosas que as de Rossi, mas ainda são combinações bem horrorosas.

4º Simon Pagenaud (-34): agora sim estamos começando pra valer

Agora sim precisaremos da calculadora. Com apenas metade da desvantagem que tem Will Power, Simon Pagenaud está no meio do caminho, pois não depende apenas dele mesmo mas também não tem combinações dificílimas para ser campeão.

Estar no meio do caminho é o pesadelo para os estatísticos, pois as combinações de resultados são estonteantes. As combinações que possibilitam Pagenaud ser campeão são tantas e tão específicas que tive que fazer uma tabela para elas:
Possibilidades. *quando Pagenaud consegue todos os pontos bônus; ** quando o adversário consegue todos os pontos bônus; *** quando Pagenaud cosnegue pontos bonus a mais que seu adversário.
Parece confuso (e é mesmo), mas o foco está nas duas primeiras linhas, que são as combinações mais possíveis de acontecer; afinal, só vamos lembrar que Simon Pagenaud está disputando o título quando ele aparecer em primeiro ou segundo na prova.

3º Hélio Castroneves (-24): Meio que só depende dele mesmo


O único brasileiro nos últimos anos a brigar por um título da Fórmula Indy ainda está em boa posição para ser campeão esse ano. Helinho ainda tem algumas combinações onde ele pode ser campeão dependendo apenas de si mesmo. Caso ele consiga vencer a prova e liderar o maior número de voltas na corrida ele se sagra campeão pela primeira vez em sua carreira não importando como ou em que posição Newgarden ou Dixon cheguem.

Mas, caso isso não aconteça, ainda existem combinações bem plausíveis para Helinho ser campeão:
  • Se ele vencer, Newgarden não chegar em segundo e Dixon não liderar o maior número de voltas da prova;
  • Ele chegando em segundo, Dixon chegando abaixo do 4º* ou 5º**, Newgarden chegando abaixo do 6º ou 7º e Pagenaud não vencendo;
  • Ele chegando em terceiro, Dixon chegando cabaixo do 7º ou 8º , Newgarden chegando abaixo do 8º e Pagenaud não ganhando;
  • Se Hélio chegar entre quarto e décimo, ele deve chegar de quatro a cinco posições a frente do Dixon e de cinco a seis posições a frente do Newgarden, sem o Pagenaud entrar entre os cinco primeiros e sem o Will Power vencer.

2º Scott Dixon (-3) e 1º Josef Newgarden: Dependem deles mesmos

Talvez a melhor parte dessa briga pelo título será a briga pessoal entre Newgarden e Dixon. Os dois vem como franco atiradores, onde, a não ser que alguma das combinações acima aconteça e tenhamos uma certa surpresa segurando a Astor Cup no domingo, um brigará diretamente com o outro pelo título.

E é isso. Agora é torcer no domingo em Sonoma. Até! 
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário