Post Page Advertisement [Top]

A equipe Schmidt Peterson, que dispensou o piloto russo Mikhail Aleshin na semana passada, anunciou nesta quarta-feira (16) que Sebastian Saavedra retornará ao comando do carro da equipe nas duas próximas etapas, em Pocono e em Gateway.

"Estou muito animado para voltar à SPM. É outra chamada tardia para entrar, mas o aceito com muito orgulho depois de um começo promissor de nosso relacionamento em Toronto", disse o piloto, que terminou a prova em solo canadense na 11ª posição.

Mais uma vez o destino se encarrega de colocar o colombiano no cockpit de um indycar.

"Estou ansioso pelo desafio que é pilotar no trioval de Pococno e em poder ajudar Hinchcliffe na sua busca pelo campeonato", acrescentou.

Piers Phillips, gerente geral da Schmidt Peterson disse que a atuação de Saavedra em Toronto foi decisiva na escolha pelo piloto.

"Ter Sebastian de volta à equipe SPM se dá graças ao seu desempenho muito encorajador na etapa de Toronto. Ele é experiente e competente, e não tenho dúvidas de que irá contribuir com o desempenho geral da equipe", disse.

"Estamos indo para Pocono cheios de confiança e esperamos ver Sebastian e James andando na frente", concluiu.

Saavedra possui 63 largadas ao longo dos seus sete anos de participações na Indy. Seu melhor resultado foi um oitavo lugar em Baltimore no ano de 2013, quando ainda corria pela Dragon Racing.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]