• Piloto do dia: Will Power

    Uma série nova para entreter vocês na silly season gigante da Indy. Juntamos quatro dos escritores do site (Filipe Dutra, Marcelo Augusto, Matheus Antônio da Silva e Rômulo Silva) para comentar sobre a temporada de 2016 de todos os pilotos.

    O australiano mais louco do automobilismo mundial, depois de ter que faltar uma prova e de um meio de temporada impressionante, terminou com mais um vice-campeonato:



    - Pra você, como foi a temporada de 2016 de Power?

    Rômulo: Muito boa! Power chegou à Sonoma brigando pelo título mesmo não largando em St Pete e sendo acertando pelo Kimball na corrida-chave em Watkins Glen. As maiores adversidades que ele enfrentou não foram causadas diretamente por sua causa.

    Matheus: Power segue em sua boa fase (não sei se seis anos pode ser chamado de “fase” mas, enfim) e fez mais um campeonato digno em bater na trave do título.

    Marcelo: Começou irregular, mas depois ele cresceu mais pro meio do campeonato e brigou pelo título, mas acabou pendendo de novo, novamente, mais uma vez.

    Filipe: Esperava mais. Power é um excelente piloto, mas cometeu erros bobos que o tiraram cedo da briga do título.

    - Onde o australiano perdeu o campeonato?

    Rômulo: O fato de não ter disputado a primeira corrida do campeonato já deixou o australiano em desvantagem, e alguns incidentes na pista (como o caso do Kimball) só pioraram as coisas. E, claro, teve o azar do Pagenaud fazer uma temporada praticamente impecável.
    Matheus: Bem, uma pessoa não pode perder aquilo que nunca foi dele, acho que o Power nunca teve realmente próximo de levar o caneco.
    Marcelo: No Texas e em Watkins Glen. Dois maus resultados em sequência foram determinantes.
    Filipe: Olha, eu tô respondendo todas essas perguntas sem recorrer ao Google ou a pesquisas externas. Mas foi em uma prova de rua que ele acabou batendo cedo.

    - Em 2017 ele vem pra brigar pelo título?

    Rômulo: Sem dúvidas. Will Power é um cara que nunca se pode descartar da lista dos favoritos.
    Matheus: Aham.
    Marcelo: Sim, juntamente com Pagenaud, novamente.
  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário