Piloto do dia: Sebastien Bourdais

Uma série nova para entreter vocês na silly season gigante da Indy. Juntamos quatro dos escritores do site (Filipe Dutra, Marcelo Augusto, Matheus Antônio da Silva e Rômulo Silva) para comentar sobre a temporada de 2016 de todos os pilotos.




O tetracampeão da CART/Champ Car fez a sua terceira temporada na KVSH Racing e, em 2016, obteve uma vitória em Detroit como melhor resultado e... foi meio que isso.




- Como vocês avaliam a temporada de 2016 de Sebastien?

Filipe: Bourdais esteve limitado pelo equipamento. Aqui, é bom ressaltar que a KV fez sua pior temporada desde a fusão Champ Car/IRL. A falta de grana fez diferença e foi aí que o francês se sobressaiu: tirou leite de pedra de uma equipe que tende a ser a pior de 2017.

Marcelo: Pouco aquém do que ele e a equipe dele podem oferecer. Venceu uma prova em Detroit, tudo bem. Mas na temporada como um todo tanto ele como a KVSH deixaram um pouco a desejar. Foi uma temporada bastante irregular se comparado com 2014 e 2015.
Curioso porque foi justamente em 2016 que a KVSH decidiu reduzir a equipe para apenas um carro, para "Concentrar os esforços apenas do carro do Bourdais", isso na teoria, porque na prática foi uma "Redução nos investimentos de Kevin Kalkhoven", um dos donos da equipe.

Matheus: Foi meio melancólica. O Bourdais faz o mesmo já faz uns três anos e meio o francês fez a mesma coisa: meio de grid com algumas aparições. Essa temporada não foi diferente.

Rômulo: Começou mal, mas a vitória em Detroit acabou sendo uma mão na roda pra terminar o ano um pouco melhor. Para piorar a KV declinou bastante ultimamente, com o típico comportamento de equipes menores, basicamente tentando ganhar colocações na base da estratégia de combustível somente. Falhou em muitas das vezes.


- A KVSH limitou os resultados do francês? Ele poderia ter ido melhor se não fosse a equipe?

Filipe: É como eu disse na resposta anterior. Nem havia lido, pra você ver... 

Marcelo: Sim. Acredito que Bourdais tem qualidade técnica pra vencer mais do que uma prova por temporada na Indy. Não sei se na Dale Coyne ele terá melhor suporte do que na KVSH, infelizmente, porque a Dale Coyne é uma equipe de estrutura inferior.

Matheus: Sim, a KVSH meio que estava morrendo esse ano, e sim, está pior que a Dale Coyne.

Rômulo: Talvez sim. Praticamente a KV era uma nova equipe nesse ano devido a algumas baixas importantes, como a saída do engenheiro Bill Pappas, que é muito bom em sua área. Como o time começou o ano quase do zero, as coisas se tornaram mais complicadas para o Tião.





Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário