Lights: HOJE NÃO, HOJE NÃO!! HOJE SIM... HOJE SIM???? Ed Jones campeão!!

E deixa o Uruguai em polvorosa, com o título perdido de Santiago Urrutia.


A corrida final da Indy Lights em Laguna Seca estava tensa. Ed Jones havia conseguido a pole da corrida 2 no sábado, logo a frente de Kyle Kaiser e do uruguaio Santiago Urrutia. Jones era o líder do campeonato e, com o ponto dado pela pole, estava oito pontos a frente de Urrutia.

O uruguaio, para se sagrar campeão, precisaria vencer e Ed Jones não poderia estar em segundo. No caso do segundo lugar de Urrutia, o piloto da Carlin deveria estar de quinto lugar para baixo.

Para exemplificar a tensão da última prova, a largada foi queimada, pois os pilotos de trás já estavam acelerando antes dos ponteiros. Assim, a largada de verdade veio apenas na segunda volta.

Como lhe é típico, Ed Jones largou não muito bem. Jones parte para a linha de dentro e praticamente esquece da presença de Kaiser para permanecer à frente de Urrutia. Entretanto, Kaiser também não larga bem e acaba sendo ultrapassado por Urrutia por dentro e Veach por fora antes mesmo de chegar no Hairpin. 

Com Jones cercando Urrutia por toda a linha de dentro no Hairpin, Veach vê o lado de fora completamente livre e passa os dois pilotos na curva três, assumindo a liderança da prova. Jones tenta se defender, mas leva um chega-pra-lá de Veach, perde momentum e posições para Urrutia, Kaiser e Serralles, caindo para o quinto lugar. Mais atrás, Negrão largava bem, passando Dean Stoneman e Garett Grist para assumir o sexto posto.

No fim da primeira volta, Veach liderava e abria distância para Urrutia e Kaiser, que abriam distância de Serralles, Jones, Negrão Stoneman, Sean Rayhall, Zachary Claman de Melo e Neil Alberico. Com esse resultado Urrutia e Jones empatavam em 361 pontos, mas Urrutia seria campeão por ter duas vitórias a mais que Jones.

video

No fim, com a pista estreita de Laguna Seca, as chances de ultrapassagem foram escassas na prova. Veach sobrava na prova, fez a volta mais rápida e abria distância segura para Urrutia e Kaiser, que protagonizavam a "briga" pelo segundo lugar. "Briga" porque Kaiser chegava perto, mas como Urrutia era mais rápido de reta, o californiano nao conseguiu fazer o movimento de ultrapassagem sobre o postulante ao título. Veach ganhou a prova, com Urrutia em segundo e Kaiser em terceiro.

Na disputa do top 5 também nada acontecia feijoada. Serralles, mesmo um bocado mais lento que Jones e Negrão, fechava a porta com competência, enquanto Negrão estava mais preocupado em defender sua sexta posição das investidas, primeiro de Dean Stoneman (até este errar a entrada da curva seis na volta 21 e cair para o fim do grid) e depois de Sean Rayhall. Tudo se encaminhava para terminar assim, mas Ed Jones precisava ganhar mais uma posição, justamente a de seu companheiro de equipe, e isto aconteceu:

video

Jones completa em quarto e se sagra campeão da Indy Lights em 2016, dois pontos a frente de Urrutia.

Resultados e pódio. subitamente, o troféu de Urrutia ficou muito pesado.
Jones ganha o prêmio de um milhão de dólares em patrocínio e o passe para participar de três provas da Indy, com Indy 500 inclusa. Urrutia não ganha premiação pelo segundo lugar no campeonato. 

O clima não era dos  melhores na pista, houve reportes de poucas palmas para o campeão, bem como de Urrutia já sair do carro em prantos. No twitter, muitos uruguaios que acompanhavam a prova bombardearam aIndy Lights, o Road to Indy e até Félix Serralles de mensagens. Chegando a chamar o portorriquenho de "Barrichello".


Mas é assim que termina a temporada da Indy Lights, agora temos um agrande e longa pré-temporada, esperamos que brasileiros venham à categoria para, quem sabe, ascender à Indy!!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários: