Tony George é o novo dono da Indy

É exatamente isso que você leu. Tony George substitui sua mãe no comando máximo da Hulman & Co., incluindo todos os seus negócios e a Indycar Series.
I'll be back!
Essa decisão foi tomada em março e revelada apenas ontem, durante a prova da NASCAR no Indianápolis Motor Speedway. Durante o comando para os pilotos ligarem seus motores, foram introduzidos o novo chairman (presidente do conselho, presidente ou, simplesmente, dono) e vice-chairman da Hulman & Co. Tony George foi declarado como novo dono da empresa de sua família.

Tony George era presidente do Indianapolis Motor Speedway desde 1990, também assumiu a presidência da IRL até 2009 quando se retirou a pedido da maioria das equipes da categoria.

Mari sai do cargo que possuía desde o século XVI.
O senhor de 56 anos vem para substituir sua mãe no Trono da Indy, a rainha-suprema Mari Hulman-George I, quando o conselho de diretores da Hulman & Co. caiu na realidade que a mulher de trezentos e oitenta e um anos não iria morrer tão cedo e a relegaram ao cargo decorativo de dona emérita. Para que a Indy se renove e não fique parada no tempo, a mudança foi unânime entre os treze diretores que compões o conselho da empresa, incluindo as outras três filhas e uma afilhada de Mari Hulman-George.

Entretanto, calma, não criemos pânico. Tony George foi um dos pivôs da cisão entre os diretores de equipe (CART) e o Indianapolis Motor Speedway (IRL), mas a situação atual é bem diferente por dois motivos. Primeiramente, a Hulman & Co. e o IMS já são os donos da Indy, então não há motivos de George criar uma cisão em algo que ele mesmo já comanda. E segundo porque a Hulman & Co., apesar de ser a dona da Indy atualmente, meio que terceirizou esse comando para a INDYCAR e seus presidentes, ou seja, Tony é dono mas não manda diretamente na Indy. 

Por essas e outras, essa decisão deve se refletir mais diretamente na princpial prova da Indy, as 500 milhas de Indianápolis, que é comandada pela IMS que é comandada diretamente pelo dono da Hulman & Co., ou seja Tony George.

E é isso pessoas, mais calma.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. O primeiro pensamento que me ocorreu foi: "PQP, esse cara vai destruir a Indy completamente e entregar tudo para a NASCAR!". O que não seria um absurdo, pois sabemos que ele, além de chupador de bagos da NASCAR, foi um mal administrador. Voltemos nos áureos tempos da IRL e veja como sua popularidade caiu e logo em seguida virou mono-marca, ou então, lembremos do seu ex-time "Vision Racing", que iniciou suas atividades na temporada 2005 com 3 carros e chegou em 2009 completamente falida e ainda incerta se alinharia seu único carro para a corrida do Brasil de 2010 (o que não ocorreu, fazendo a Vision sumir de vez). Porém não nego alguns bons feitos dele, como a modernização do IMS e a vinda da Brickyard 400, a MotoGp e a corrida da F1.
    Agora que ele é o "imperador supremo", espero que ele possa conter essa ideia de internacionalização (evitar o que a Champ Car fez em seus últimos anos) e consiga mais acordos com a TV aberta.
    A notícia assusta, porém o penúltimo parágrafo nos conforta ao falar que ele não mandará diretamente na Indy. De qualquer forma, vamos torcer para que ele não faça cagadas!


    Um abraço!

    Karl

    ResponderExcluir