Castroneves se aproveita do erro de Will Power para conquistar a pole em Long Beach

Brasileiro da Penske marca a sua segunda pole consecutiva na temporada, a 47ª da carreira na IndyCar. Tony Kanaan largará em quarto. Largada ocorre neste domingo, às 17h30.



Pois é pessoas, mais um treino classificatório pra conta da Penske, e mais uma pro Hélio Castroneves, que conquistou a sua 47ª pole position da carreira na Indy, sendo a segunda consecutiva.

O treino começou às 18h no horário de Brasília e o grupo 1 era composto por Juan Pablo Montoya, Charlie Kimball, Scott Dixon, Max Chilton, Ryan Hunter-Reay, Simon Pagenaud, Conor Daly, Graham Rahal, James Hinchcliffe e Takuma Sato.

Ao final de dez minutos, três Hondas e três Chevys passaram para o Round 2. Foram eles Dixon, Montoya, Hinchcliffe, Pagenaud, Sato e Hunter-Reay.

Logo após entrou o grupo 2 na pista, que era formado por Will Power, Hélio Castroneves, Tony Kanaan, Mikhail Aleshin, Josef Newgarden, Sebastién Bourdais, Jack Hawksworth, Carlos Muñoz, Marco Andretti, Luca Filippi e Alexander Rossi.

Mais dez minutos e, desta vez, apenas dois carros da Honda avançaram, contra quatro da Chevy. Foram eles Power, Muñoz, Castroneves, Newgarden, Filippi e Kanaan.

Destaque pro computador da IndyCar que tava mais louco que o Will Power em New Hampshire 2011 (quem lembra?), demorando pra atualizar corretamente quem havia passado para o Round 2 e etc. Hélio e Kanaan só souberam que haviam avançado quando já estavam nos pits.

Esse dia foi muito louco.

O Round 2 começou e daí a Penske começou a botar as suas asinhas de fora. E deu certo, porque os quatro pilotos da equipe terminaram nas quatro primeiras posições. Isso já é tão corriqueiro de 2015 pra cá que nem faz mais sentido eu escrever um parágrafo grande desse pra citar isso, mas enfim.

E os outros dois classificados para o Firestone Fast Six foram justamente os dois pilotos da Ganassi sobreviventes: Scott Dixon e Tony Kanaan. Isso após vários ‘legs’ do computador da IndyCar novamente, que chegou a colocar Hinchiffe e Hunter-Reay como classificados, mas no fim das contas nenhum Honda foi para a parte final do treino. Milagre? Não.

Destaque para James Hinchcliffe, que largará do sétimo lugar amanhã. Após um começo de temporada ruim e o ÚLTIMO lugar na classificação dos pilotos, parece que o prefeito de Hinchtown ressuscitou. PARECE, vamos ver na corrida.

Hinch I5 Back! (Foto: Do Twitter dele)

A parte final do treino veio e, após Will Power fazer o melhor tempo em quase todas as sessões, contando os treinos livres e as fases anteriores do qualify, o australiano da Penske errou na curva 9 do circuito e ficou parado, deixando o carro morrer. Após bandeira vermelha e Power voltando aos pits, ele por conta de algum problema não volta pra pista e acaba ficando sem tempo.

Coitado, ficou em tempo e vai largar de sexto agora. (Foto: Reprodução/Twitter)

Hélio Castroneves, que não tinha nada com isso, cravou a volta mais rápida em 1min07s124 e conquistou a pole. Do jeito que o Helinho é, certeza que ele mandou um “Chupa, Will!!11!11!!onze!!!” pra ele depois, nos boxes.

Scott Dixon, atual campeão e vencedor em Phoenix, larga em segundo, com Simon Pagenaud, líder do campeonato, largando do terceiro lugar. Tony Kanaan largará em quarto e Montoya em quinto.

Confira o grid de largada na imagem abaixo:



A largada para a etapa em Long Beach acontece neste domingo (17), às 17h30. Bandsports transmite a prova, ao vivo.

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários: