Lights: em novo dia de domínio da SPM, Urrutia termina com o melhor tempo.

Com mais um dia de "domínio" por parte da Schmidt-Peterson Motorsports, Santiago Urrutia faz o melhor tempo do dia de testes da Indy Lights, realizado no Barber Motorsports Park.
Manhã fria em Barber.
No último dia de testes oficiais antes da primeira etapa do campeonato, todos os 16 carros que largarão na primeira etapa estavam presentes. Ainda tem aquele imbróglio dos dois últimos carros da Schmidt-Peterson, onde um está, ao que tudo indica, meio certo para o brasileiro e ex-GP2 André Negrão, e o outro é uma incógnita, já que três pilotos diferentes (os novatos James French, Haemin Choi e o veterano Scott Anderson) guiaram ele por uma oportunidade cada. 

Outra coisa interessante foi que, finalmente, Zachary Claman de Melo mostrou sua pintura com o patrocínio da Adidas. Ficou parecendo um carro da Bryan Herta.

Carro de Claman candidato a lotear o fundo do grid.
Enfim, o dia de treinos foi dividido em duas sessões de três horas, uma pela manhã e outra à tarde, com direito a dois jogos novos de pneus e qualquer um mais que tenha sobrado das outras sessões. Pela manhã, muito frio, com o sol aparecendo com mais força apenas no início do treino da tarde.

Assim, muita gente demorou para entrar na pista. Das nove horas (horário de início do primeiro treino) até perto das onze horas da manhã, apenas quatro pilotos haviam registrado algum tempo e Felix Rosenqvist obtinha o tempo mais rápido. Quando a temperatura chegou mais perto dos vinte graus (estava REALMENTE frio de manhã), o resto dos pilotos foi para a pista e melhoraram o tempo do atual campeão da F-3 europeia em mais de um segundo.

Também houveram algumas bandeiras vermelhas por rodadas ou pequenos problemas mecânicos, atingindo desde Juan Piedrahita a Ed Jones e Scott Anderson. No fim, a sessão foi liderada pelo veterano Ed Jones (1:13.029), seguido pelo meio-veterano Scott Hargrove (1:13.042), pelos veteranos Kyle Kaiser (1:13.137) e RC Enerson (1:13.183), e pelo novato mais rápido nesse treino, Felix Rosenqvist (1:13.195).  Negrão, mesmo com um problema menor que tomou cerca de vinte minutos de seu treino, terminou no sexto lugar com 1:13.440.

Após uma parada para o almoço, a sessão da tarde começou às uma e meia, mas só tivemos carros na pista perto das duas horas da tarde, pois todos ainda estavam digerindo seu almoço ou tirando aquele cochilo pós almoço. O primeiro a entrar na pista foi o novato Santiago Urrutia, mas um bocado de gente deu poucas voltas nessa sessão, pois muitos já não tinham mais pneus e os reservaram para dar voltas rápidas no fim do dia.

A única bandeira vermelha foi gerar por Juan Piedrahita, obviamente. Mas ela não chegou a atrapalhar o desempenho dos pilotos e os primeiros ficaram a um décimo de segundo de bater o recorde da pista que pertence à Spencer Pigot. Os novatos dominaram dessa vez, com Urrutia fazendo o melhor tempo (1:12.448) seguido de perto por Rosenqvist (1:12.467). Negrão fez uma sessão com vários pequenos stints, de cerca de cinco a dez voltas. No fim do treino, deu voltas rápidas, fez 1:13.146 e terminou na oitava posição da sessão e na nona posição do geral.

Os tempos combinados estão aqui:
Soma dos tempos nos treinos.
Não saíram fotos ainda desse treino, mas quando sair eu coloco aqui, pois sei que vocês gostam de fotos do novo carro da Lights.


Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário