Hélio Castroneves conquista a pole position das 500 milhas de Pocono

Brasileiro crava a quarta pole da temporada, com Simon Pagenaud e Will Power completando a trinca da Penske. Tony Kanaan larga na 12ª posição e Montoya, líder do campeonato, apenas na 19ª. Corrida acontece neste domingo (23), às 15h30, com transmissão do Bandsports.

Quarta pole do Hélio na temporada. Já vitórias que é bom... (Foto: IndyCar)

O treino classificatório começou às 15h do horário de Brasileiro, o primeiro a entrar na pista e dar as duas voltinhas que tinha direito foi Ed Carpenter. E o que foi mostrado no treino livre pela manhã, se repetiu pro carro #20: Duas voltas horríveis e muito aquém da qualidade do veterano piloto americano tem em ovais. No fim, Ed largará em vigésimo primeiro, com a média de 216.315 mph.

O segundo foi Will Power e já marcou uma média de voltas muito melhor: 220.398 mph, conquistando assim a pole provisória em Pocono. A partir daí, vários pilotos iam tendo a sua vez no treino, porém nem faziam cosquinha no tempo de Power. Oque mais se aproximou foi Josef Newgarden, com uma média de 220.141 mph.

Então apareceu Simon Pagenaud. O francês, que faz uma temporada de estreia bastante apagada no time de Roger Penske fez duas voltas voadoras e cravou a média de 220.485 mph, superando o australiano companheiro de equipe por pouco e conquistando assim a pole provisória.

O próximo da vez então era Charlie Kimball. O americano da Ganassi fez a primeira volta lançada bastante rápida, na média dos líderes, confirmando assim o bom carro tinha no treino livre, quanto marcou a média de velocidade mais rápida e terminou em primeiro.

Só que na sua segunda volta lançada, no meio da curva três, Kimball perde o controle de seu carro e bate com força no muro, fazendo o carro virar contra o vento e assim fazer um voo da morte discreto. Ainda deu tempo de bater o bico do carro na grade da curva três de Pocono, dilacerando assim uma parte do alambrado. A direção de prova então resolveu paralisar o treino, para a remoção do carro de Kimball e reparar agrade destruída.

Kimball arregaçou o alambrado de Pocono. (Foto: Twitter)

Por sorte, nada aconteceu a Charlie Kimball que, logo após o acidente e do exame médico, já estava todo meninão dando entrevista para a Versus repaginada NBCSN, contanto como foi o acidente. O vídeo completo deste acidente você pode assistir clicando aqui.

Após quase uma hora de paralisação, o treino prosseguiu. Carlos Muñoz fez uma média de 219.831 e superou Takuma Sato, para então ser o melhor Honda no grid.

Parece que ninguém tiraria a pole de Pagenaud. Montoya e Tony Kanaan tiveram voltas muito ruins. O colombiano, líder do campeonato, largará apenas em 19º, com a média de 217.194 mph. Tony Kanaan foi um pouco melhor, mas não o suficiente para entrar no top 10. 218.816 mph e 12ª posição pro baiano da Ganassi.

Então veio Hélio Castroneves, que deu duas voltas voadores, na casa dos 220 mph e, então, conquistou a quarta pole position da temporada, com a média de 220.530 mph, superando Pagenaud por pouco também, completando a trinca da Penske para a largada das 500 milhas de Pocono.

Graham Rahal e Scott Dixon bem que tentaram após a pole de Helinho, mas não chegaram perto. Rahal, melhor Honda, largará na quinta posição e Dixon, ao lado de Kanaan, em décimo primeiro.

Confira o grid de largada para a ABC Supply 500 em Pocono:


Lembrando que a largada da prova acontece amanhã (domingo, 23), às 15h30 no horário de Brasília. Bandsports abre a transmissão ao vivo a partir das 15h.

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário