Vida de campeão: Viagem pra NOLA.

Campeões da Indycar tem uma vida diferente dos pilotos normais e o campeão Will Power está sentindo isso na pele. Muitas atividades e viagens compõem todo o escopo de obrigações de uma miss universo um campeão da Indycar.


Nesse fim de semana, Will Power estacionou no estado de Louisiana, para o evento de lançamento da corrida em NOLA e anunciar que os ingressos começaram a ser vendidos.  No caso de um piloto normal (como foi o caso de Justin Wilson e Jay Howard, que também estava presente no evento) ele viria, faria cena no evento, autografaria algumas coisas e iria embora.  Bem, ele fez isso também, do seu jeito mas fez, e aproveitou para passar um agradabilíssimo dia em Louisiana.


Will Power cumpriu todo o protocolo de tirar fotos ao lado dos sócios da IMS (o cara de terno e o outro que parece o Antônio Fagundes na foto acima), fez um discurso rápido de como é legal ter uma corrida em NOLA, traçado legal, cidade boa e divertida, blá blá blá. Depois veio uma rápida entrevista coletiva com todo mundo, uma sessão de autógrafos e uma volta pelo traçasdo e as instalações da pista.

Aquelas fotos que ditadores da Coreia comunista
são famosos por tirar.
Entretanto, os próprios eventos da Indycar não são muito ortodoxos, e durante a tarde os pilotos deram um passeio pela cidade para melhor conhecê-la.  Nessa passagem, Will Power entrou em um café típico da cidade vestido com uma máscara de carnaval (lá é uma das cidades americanas onde o carnaval é típico) e também tocou com uma banda de Jazz de rua, assumindo a bateria (pois sim, o australiano sabe tocar um pouco de bateria) do conjunto por uma música.  Não sei ao certo se era atividade prevista no evento, mas o piloto estava de macacão, então presumo que não foi algo espontâneo.

Os pilotos não tiveram descanso. Mais a noite eles teriam de ver uma partida de futebol americano (consolidando cada vez mais a teoria que diz que, de alguma forma muito estranha e sem muitos motivos, futebol americano e Indycar estão intimamente ligados) entre o time local, o New Orleans Saints, e o San Francisco 49ers.  No fim, o time da casa perdeu por 27 a 24. Não sei dizer se esse placar é elástico ou se essa vitória é uma zebra, mas vou assumir que sim para a reportagem ficar mais interessante.

A típica foto com o mascote. Nesse caso, Michael Andretti e Will Power
tiraram foto com o Txutxucão da Xuxa.
Mas Power tinha uma carta na manga. Sabendo que o seu dia seria muito cansativo com todas essas atividades que, apesar de não parecerem, cansam e entediam muito facilmente, o nosso campeão foi previnido.  Ele foi para Louisiana um dia antes, chegando ao local na tarde do dia anterior. Desse modo, ele poderia desfrutar a noite, pelo menos, com sua esposa como um civil comum e normal.

Ele aproveitou para andar pela Bourbon Street, uma das mais famosas de New Orleans e bebeu um bom (presumo eu) vinho francês com sua esposa (ela não aparece porque é ela que está tirando as fotos), com um certo clima romântico.

E esse é apenas mais um dia na dura rotina de um campeão da Indycar na longuíssima OffSeason de sete meses. Confira abaixo mais fotos:

Will Power à paisana.
Will Power esperando seu prato chegar num restaurante,
com máscara de carnaval e macacão de corrida.
Alguém deve ter imaginado isso como uma boa ideia
Will Power cantando o hino Nacional Americano
Will Power e sua esposa no jogo de futebol americano.

Acompanhando essa postagem consideravelmente superficial e completamente sem propósito podemos afirmar: a pré-temporada está longa demais.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário