• Hinchcliffe vai para a SPM no lugar de Pageanud, e mais detalhes da equipe pro ano que vem.

    Agora a pouco (7 de outubro), James Hinchcliffe anunciou que pilotará pela Schmidt-Peterson Motorsports em 2015, na vaga de Simon Pagenaud. A equipe também confirmou mais detalhes de seus planos para 2015.

    Hinch na nova equipe (twitter @shayzen)
    Hoje, nas dependências do Indy Eleven (time de futebol de Indianápolis), estavam presentes no anúncio o próprio piloto, muitas pessoas ligadas a Schmidt-Peterson, algumas pessoas da imprensa e qualquer um disposto a entrar e acompanhar tudo o que o canadense tinha a anunciar.

    O principal anúncio foi sua saída da Andretti Autosport, onde dirigiu por três anos e conseguiu suas três vitórias na categoria, para pilotar pela Schmidt-Peterson Motorsports em 2015, na vaga que era de Simon Pagenaud.  O contrato será válido por, no mínimo, dois anos, e o piloto já começa a pilotar pela equipe nos testes de pré-temporada.

    "O que eles (a Schmidt-Peterson) têm feito nas últimas temporadas tem sido incrível." declarou o piloto. "Vencer corridas, se mostrar competitivos em todas as pistas e terminar entre os cinco primeiros no campeonato contra equipes mais experientes é impressionante. Eles são jovens, ainda há muito espaço para que crescimento e desenvolvimento, e isso é algo emocionante para mim." completou.
    Não tinha tanta gente (twitter @shayzen)
    Hinch já pilotou pela equipe em 2009 na Indy Lights, quando ficou em quinto lugar no campeonato.  Essa passagem foi lembrada por um dos donos da equipe, Sam Schmidt:

    "James teve grande sucesso na Indy Lights e em seu caminho para IndyCar. Na verdade, ele já estaria com a gente dirigindo o #77, se ele estivesse disponível há três anos. Fomos atrás dele em 2011, mas não deu certo,", disse ele. "Nós sabemos que o seu sucesso na IndyCar Series não veio por acaso. Agora que ganhamos corridas e disputamos campeonatos, acreditamos que ele vai ser a pessoa que precisamos para seguir em frente como um time. É um grande honra para a nossa equipe que James queira pilotar para nós, ganhar e disputar campeonatos com a gente."

    No mesmo anúncio, Sam Schmidt aproveitou para anunciar que a equipe pretende alinhar dois carros novamente na temporada 2015, mesmo não tendo patrocinadores para nenhum deles no momento. Também foi anunciada a saída do engenheiro-chefe do carro #77, Ben Bretzman, ainda sem substituto.

    Quanto a Indy Lights, mesmo comentando sobre os altos custos que a categoria terá no ano que vem, foi confirmado  que a equipe manterá seu programa para 2015, tentando ao máximo manter os quatro carros com os quais pilotou esse ano.

    Após os anúncios e uma sessão rápida de perguntas todos foram beber Hinch Beer em lanchonetes...

    Hinch e a namorada (twitter @shayzen)
    ...ambulantes!


    Apesar do anúncio, a mudança já era esperada.  Quando o mesmo anunciou que haveria um comunicado a fazer hoje, quase todos os meios da Indycar anunciaram que o piloto ia anunciar um anúncio, menos os meios de comunicação da própria equipe Andretti Autosport. Nesse ponto, sua saída da equipe já era esperada.

    Já falando em Andretti, a United Fiber and Data desmentiu todos os boatos de sua saída da Indycar via twitter, confirmando que está "100% fechada com a Andretti Autosport.  Só não se sabe ainda se o patrocínio será estamado nos carros dos pilotos que já estão contratados pela equipe (Marco Andretti e Carlos Muñoz, já que Hunter-Reay tem patrocínio garantido pela DHL), ou se a equipe patrocinará um quarto carro novamente. Aguardaremos mais notícias!

    UFD desmentindo todo. mundo que cogita sua saída da Andretti.

  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário