Nelsinho Piquet na KV. Será?

O piloto revelou nesse sábado que ligações dele com o Global Rallycross podem levá-lo a dirigir na Indycar Series! Isso e mais uma série de fatores deixam o boato, a princípio estranho, com um certo embasameto.

Nesse sábado (13 de setembro), no programa "Guaíba a 300 por hora" do correio do povo, Nelson Angelo Tamsma Piquet Souto Maior, ou simplesmente Nelsinho Piquet, revelou que existe sim a possibilidade de "fazer uma corrida ou outra na Indy no ano que vem".

O piloto diz também que a Indycar nunca foi seu alvo nos EUA: "Indy nunca foi parte do plano, na verdade." dis o piloto que pilotou na Truck Series e na Nationwide. "Fui para os EUA a convite da Nascar, acabei gostando muito da categoria no tempo que fiquei lá, mas a Indy eu nunca vi um apelo muito grande no Brasil. Na Nascar eu seria o único brasileiro a vencer uma corrida, a fazer o campeonato completo, então eu via um desafio a mais pelo pioneirismo."

O piloto, que faz a temporada completa do Global Rallycross e participou da primeira etapa da Fórmula-E, além de algumas corridas na Blancplain Series, complementa: "Mas eu não desconsideraria a Indy no ano que vem porque o chefe da minha equipe do global Rallycross é um dos sócios de uma equipe na Indy, então estamos em conversação pra talvez fazer algumas provas o ano que vem".  Essa ligação citada pelo piloto vem através de James Sullivan.

Sullivan é o chefe da equipe SH Racing Rallycross, na qual o Nelsinho corre e lidera o campeonato no Global Rallycross. Sullivan também é um dos sócios da KV Racing, equipe que, com associações, possui dois carros na Indycar. Um desses carros, atualmente pilotado por Sebastien Bourdais, tem o nome de KVSH Racing, justamente pela associação da equipe de Jimmy Vasser e Kevin Kalkhoven com a SH Racing. 

Essa mesma conexão da SH Racing com equipes da Indycar Series já foi usada por Tomas Scheckter para correr em provas esporádicas tanto pela KV Racing quanto pela ex-falida Dreyer & Reinbold Racing, em 2011.

"Os patrocinadores que estão comigo no Rallycross estão muito satisfeitos com meu trabalho e estão querendo que eu faça alguma coisa na Indy, e com essa ligação da minha equipe do Rallycross com a Indy, talvez eu faça uma prova ou outra lá. Tem muito ainda a resolver pela frente, mas a ideia está em conversação, e a nova corrida em Brasília talvez seja mais um motivo para eu participar".

Agora é ficar de olho no desfecho dessa história. Nelsinho Piquet vai acabar andando na Indy no ano que vem?
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário