• Gabby Chaves e Rodolfo Gonzalez treinam pela Schmidt.

    Hoje, Gabby Chaves e Rodolfo Gonzalez andaram com os dois carros da Schmidt-Peterson Motorsports no circuito misto de Homstead-Miami. É a estreia do colombiano na Indycar.


    A Schmidt-Peterson Motorsports, depois que perdeu seu principal piloto para a Team Penske e seu segundo piloto ainda se recupera de um acidente e não tem garantias de seu patrocínio estatal russo, corre atrás de um (ou mais) substituto para completar o grid.

    Nessa segunda-feira, a equipe testou com dois latinos. Rodolfo Gonzalez, que já tinha testado pela Dale Coyne em Sebring pelo jeito pegou o gosto dos Indycars, e o venezuelano de 28 anos conseguiu outro teste por outra equipe da Honda.



    O outro que também testou foi Gabby chaves. O colombo-americano de 20 anos finalmente fez sua estreia na categoria máxima do automobilismo americano de monopostos, depois de um ano na Pro Mazda e dois anos correndo na Indy Lights, onde foi campeão esse ano.

    "Este é um sonho que ser realiza" declara o colombiano. "Também é o resultado de muito trabalho que desenvolvemos para chegar a esse dia. Agradeço muito a Schmidt-Peterson pela oportunidade."

    Parece que a questão "quem vai ocupar as vagas na SPM?" não está muito próxima de ser respondida. A questão de orçamento deve pesar bastante na decisão e, claramente, Aleshin ainda tem a preferência da equipe. Mas, o resto ainda é uma incógnita: Gonzalez ocupa essa vaga com seus petrodólares bolivarianos? O fato de Chaves ter vaga assegurada para a Indy 500 influenciará na decisão? Teremos três carros? Apenas o tempo dirá.




  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário