Road to Indy: Primeiro dia em Mid-Ohio

Hoje já começou os treinos livres do fim de semana de Mid-Ohio. Todas as categorias do Road to Indy (Indy Lights, Pro Mazda e USF2000 foram pra pista). Os brasileiros tiveram destaque e Luiz Razia chegou a liderar um treino.

Padoque abarrotado esse fim de semana.
Pois bem, vamos reportar eles, por ordem de categoria:

USF2000

Lexington, quinta-feira, oito horas da manhã, o que se ouvia lá? Os roncos dos motores da USF2000 partindo para seu fim de semana mais decisivo, afinal será rodada tripla em Mid-Ohio!

Os Brasileiros da USF2000
Os pilotos utilizaram a sessão de duas maneiras diferentes. Todos os pilotos saíram para a pista logo após o inal verde; alguns pilotos voltaram aos boxes antes de se completar metade do tempo da primeira sessão, voltaram para os boxes e voltaram para a pista nos minutos finais (os melhores no treino hoje, como Florian Latorre e RC Enerson fizeram isso), enquanto outros pilotos permaneceram na pista o tempo todo, se preparando para as três corridas (pilotos como o brasileiros Victor Franzoni e os carrs da Belardi Auto Racing procederam assim).

Florian Latorre (Cape Motorsports) detinha o melhor tempo (1:25.0636) até o relógio marcar 30 minutos já passados do treino, quando RC Enerson (Team Enerson Racing)de pneus novos, em seu segundo stint fez o melhor tempo (1:23.2854). Jake Eidson, Latorre e Peter Portante (ArmsUp Motorsports) também fizeram os seus melhores tempos no fim da sessão, com pneus novos. Daniel Burkett foi o melhor colocado que permaneceu o tempo todo na pista, fazendo o quinto tempo.

O segundo treino seguiu linha diferente do primeiro treino. Houveram alguns pilotos que fizeram simulação de treino classificatório e dividiram o treino em três partes, colocando pneu novo em cada uma das tentativas; enquanto outros fizeram simulação de corrida e ficaram quase o tempo todo na pista, entrando nos boxes apenas para ajustes no carro.

O líder das duas sessões
Mas a liderança não mudou de mãos. RC Enerson liderou, mas agora com sete décimos de diferença para Jeroen Slaghekke, Austin Cindric (que faziam também testes de qualificação) e Florian Ltorre (que fazia simulação de corrida).

Já entre os brasileiros, Gustavo Myasava teve alguns problemas e não conseguiu fazer stints maiores do que dez voltas, conseguiu sua melhor volta do dia na última volta da última sessão de treinos livres. Victor Franzoni conseguiu se desenvolver bem no setup, e chegou a fazer o sexto tempo no primeiro treino livre.

Um detalhe curioso é James Dayson, o canadense de 35 anos esqueceu seus sapatos de corrida em sua casa em Vancouver, e teve que pegar sapatos emprestados de seu companheiro de equipe, Peter Portante, que tem pés quatro números maiores que o de Dayson.

Resultado do primeiro (à esquerda) e do segundo (à direita) treino livre.  Se não ver, clique nela que ela fica maior

Pro Mazda

Depois dos treinos da USF2000, vinham os treinos da Pro Mazda.  O primeiro e o segundo treinos tiveram tônica parecidas, com todos os pilotos fazendo três stints e duas paradas nos boxes cada.

O líder das duas sessões de hoje
O primeiro e o segundo treinos também tiveram o mesmo líder: Spencer Pigot. O melhor tempo foi feito no fim da primeira sessão quase que completamente dominada pela Juncos Racing, já que os quatro carros ficaram entre os cinco primeiros. O único intruso no top 5 foi Garett Grist com seu Andretti Autosport.

Já a segunda sessão foi bem mais apertada, apesar do líder não mudar, e isso se deve a sessão ter sido encurtada pelo acidente de Nicolas Costa. Até então não tinha entendido o que tinha acontecido, mas segundo o próprio piloto no seu Perfil do Facebook, ele foi frear em uma das curvas (até porque não se freia muito em retas) do circuito e acabou prendendo o pé entre o freio e a embreagem do carro, acabou batendo o carro e machucando o tornozelo, mas nada tão grave a ponto de o piloto não correr as próximas etapas.

Os brasileiros fizeram bem seu papel. Antes de bater, Nicolas Costa fez dois longos stints no primeiro tempo livre, e no stint final fez sua volta mais rápida (1:21.7060) que lhe rendeu o sexto tempo; no segundo treino fazia sua segunda sequência de voltas rápidas até bater.  Felipe Donato ficou o máximo de tempo que pôde na pista correndo e acertando seu M1 Racing, mas tinha dificuldades como qualquer piloto da M1 Racing tem.

O destaque da Pro Mazda fica entre as duas menores equipes do grid: a M1 Racing e a World Speed Motorsports.  Ambas vieram com três carros para Mid-Ohio, um na categoria principal (Felipe Donato pela M1 e Michelle Bumgarner pela WSM) e dois pela categoria masters, com pilotos de mais de 30 anos (apesar do entry list da Pro mazda não ter mostrado os dois pilotos da M1).

A M1 parece que saiu na frente essa etapa, pois a WSM conseguiu colocar apenas o carro de Bobby Eberle pra funcionar no dia.

Resultados da primeira e segunda sessão de treinos livres.

Indy Lights

Na Indy Lights a postagem vai ser mais pobre (desculpe, sei que muitos olham mais pra ela), já que o report e a quantidade de dados divulgada por eles é bem menor.  Mas o que pude constatar foi:

Carro de Jefferies, asa de Baron.
- Ninguém bateu, a única exceção fica por conta da Fan Force United e de Scott Anderson, quando seu carro teve alguns problemas e o piloto não completou mais que seis voltas.
- Os melhore stempos foram todos feitos no fim das sessões, e a segunda sessão teve tempos muito mais rápidos do que a primeira sessão.
- Axcill Jefferies, piloto zimbabuano que corre no segundo carro da Belardi, tem em sua asa traseira os dizeres "Baron", já que o carro era de seu antecessor, Alex Baron, e a equipe não teve tempo de trocar a adesivagem.

No mais, Matthew Brabham liderou a primeira sessão, seguido por um trio da Schmidt-Peterson (Jack Harvey, Luiz Razia e Juan Piedrahita) e pelo seu companheiro de equipe, Zach Veach. Mais atrás, vinha a dupla da Belardi, Gabby Chaves e Jefferies.

A segunda sessão foi liderada por Luiz Razia no finzinho da sessão. Ele tirou a liderança que seria de Brabham novamente, e Gabby Chaves completou na terceira posição.


Amanhã, as categorias partem para mais uma sessão de treinos livres pela manhã e partem para o treino classificatório, que definirá o grid para todas as provas das rodadas duplas da Indy Lights e da Pro Mazda, e da rodada tripla da USF2000
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário