Lights Preview: Grand Prix of Toronto

Depois da "sequência" de ovais rápidos, a principal categoria de acesso à Indycar volta pras ruas, em Toronto.  Cheia de novidades, a Lights volta a ter doze carros, com novas velhas caras.

Uma das melhores pinturas da Indy Lights está de volta!

O Grand Prix of Toronto, porque sim, as provas da Indy Lights também tem nome, é realizado no Exhibition Place, um dos locais mais tradicionais da Lights que sedia uma prova da categoria pela 21ª vez. Nesse ano ela é a nona etapa, a última em circuitos de rua, e vai ter grid cheio com nomes novosvelhos.

Além de Zack Meyer no carro #2 da Team Moore e de Alex Baron no carro #4 da Belardi Auto Racing, que voltam após não correrem em Pocono por problemas pessoais, teremos mais dois nomes (des)conhecidos no padoque. O primeiro é Ryan Phinny, hollywoodiano que parece o Jesse Pinkman e que dirige profissionalmente de vez em nunca quando.

Ryan Phinny em um dia normal.
Uns desses de vez em quando foi em 2011, quando correu na Indy Lights em Long Beach (fica perto da casa dele e ele num tinha mais nada pra fazer, porque não né gente...). E agora parte para sua segunda tentativa, que diz ser mais séria e fazer um plano de treinamento pra pré-temporada da Indycar em 2015 (!!!!), com o apoio da tequila supermegaultrapremium Casamigos, que tem como um dos sócios, George Clooney...

O segundo piloto novo a retornar pra categoria é Matthew Di Leo.  O canadense já disputa o Kart profissional a anos, e se aventura em algumas provas de monopostos ocasionalmente.  Com o apoio da Solmar (indústria de construção de luxo), da equipe dele de kart (Praga Motorsports) e de suas próprias economias, retomou a estrutura da MDL Racing (adivinha o significado da sigla).  Ele disputou cinco corridas no ano passado, em Long Beach (onde foi quinto dos cinco carros que completaram) e de Toronto até Houston, já que o próprio piloto declarou que não corre em ovais.

Morre engasgado com esse champanhe na cara seu filho da
Mas nenhum deles tem qualquer aspiração sobre o campeonato desse ano.  Até o momento a contenda pelo título está mais forte entre o colombiano Gabby Chaves e o americano Zach Veach (com vantagem de 316 a 305 para Gabby).  Correndo por fora temos o regularíssimo Jack Harvey, o irregularíssimo Matthew Brabham e o brasieliro Luiz Razia correm por fora, já mais de trinta pontos atrás do líder.

Apesar de faltarem mais seis etapas para o fim do campeonato, ele ainda está bem aberto.  Então, de olho nos horários pra esse fim de semana:

Sexta-feira (18 de julho)
16:00h - 16:35h: Treino livre

Sábado (19 de julho)
09:15h - 10:00h: Treino livre 
14:30h - 15:05h: Treino classificatório 

Domingo (20 de julho)
11:45h - 12:45h: Corrida da Indy Lights


Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário