Post Page Advertisement [Top]

Os dois últimos campeões da Indy Lights vão competir na temporada 2020 da IndyCar pela Arrow McLaren SP. O anúncio foi feito pela própria equipe nesta quarta-feira (30). Patricio O´Ward e o recém-coroado campeão da Indy Lights Oliver Askew formarão a dupla mais jovem da categoria na próxima temporada. O'Ward tem apenas 20 anos, enquanto Askew vai completar 23 no mês de dezembro.

mlaren-anuncia-pilotos-indy-2020

O’Ward venceu nove corridas na Indy Lights na temporada 2018, quando conquistou o título da categoria. O piloto mexicano também chegou a disputar oito corridas na IndyCar Series. A primeira foi com a Harding Racing em 2018, enquanto que as outras sete foram com a Carlin no início da temporada recentemente concluída. Já o americano Oliver Askew venceu sete corridas na Indy Lights neste ano e terá a oportunidade de pilotar um carro da categoria principal justamente com a McLaren. 

"Com nossa experiência na Indy Lights, acompanhei Oliver e Pato nos últimos anos no Road to Indy", disse Sam Schmidt, co-proprietário da Arrow McLaren SP. "Não consegui pensar em uma melhor dupla enquanto escrevemos o primeiro capítulo da história da Arrow McLaren SP. Eles provaram suas habilidades no Road to Indy, com um campeonato da Indy Lights cada um, o que indica que estão prontos e merecem vagas em tempo integral na IndyCar. Não tenho dúvidas de que Oliver e Pato são os pilotos certos para levar a Arrow McLaren SP adiante."

Também nesta quarta-feira, a equipe anunciou que James Hinchcliffe não é mais parte integrante da equipe e que, embora ainda esteja sob contrato, o piloto canadense está livre para “buscar e garantir opções alternativas".

"James tem sido um grande embaixador para nossa equipe e para o esporte nos últimos cinco anos", disse Schmidt. "Nossa história remonta aos primeiros dias na Indy Lights e estivemos em uma tremenda jornada juntos. O mais impressionante de tudo foi a determinação de James em voltar após o acidente em 2015. Eu tenho o maior respeito por James e gostaria de agradecê-lo por seu trabalho duro e realizações durante esse período e desejo-lhe felicidades em seus futuros empreendimentos".

Para Hinchcliffe, a notícia vem em um momento muito ruim, pois existem pouquíssimas vagas em aberto no grid. Por ser um piloto altamente associado à Honda, Hinch pode tentar cavar uma vaga em equipes como RLL, Dale Coyne ou até mesmo na Andretti, mas a falta de patrocínio pode pesar nas negociações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]