Post Page Advertisement [Top]

Fim do mistério! A IndyCar divulgou neste domingo (1) o calendário completo da temporada 2020, que por sinal se parece muito com o de 2019, com exceção do retorno do oval de Richmond no lugar do trioval de Pocono.


As 17 corridas do cronograma apresentam sete circuitos mistos, cinco circuitos de rua e cinco ovais. A temporada vai seguir a tradição dos últimos anos de começar em meados de março e terminar no final de setembro. O espaçamento das corridas também será bastante equilibrado, com três corridas em abril, quatro em maio, três em junho e duas em julho, agosto e setembro.

Substituo de Pocono, o Richmond Raceway, que hospedou corridas da Indy de 2001 a 2009. O CEO da IndyCar, Mark Miles, declarou: “Temos o prazer de retornar à região do Meio-Atlântico, que sabemos que está cheia de fãs da IndyCar. Também estamos animados em voltar ao histórico oval de Richmond, que foi recentemente repaginado com um projeto de reconstrução de US $ 30 milhões. Isso modernizou o circuito e a área interna para uma melhor experiência dos fãs".

O calendário também tem outras alterações notáveis. Por exemplo, o Circuito das Américas, no Texas, deixa de ser a segunda prova do ano e passa a ser a quarta. Já a etapa de Mid-Ohio será atrasada para meados de agosto, deixando um intervalo de três semanas após a corrida disputada em Iowa. A mudança se deve aos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020.

Confira abaixo o calendário completo da temporada 2020:



Um comentário:

  1. Essa atual Indy mostra muita falta de personalidade e fragilidade! Basta alguns começarem a criticar que ela já vai fazendo coisas que não deve!

    Pocono queria continuar...

    Se depender dos pilotos de formação européia, todos os ovais vão ser retirados. Texas é o próximo a receber queixas, esperem pra ver!

    ResponderExcluir

Bottom Ad [Post Page]