Post Page Advertisement [Top]

O holandês venceu a segunda prova de Indianápolis misto e assumiu a liderança do campeonato com um ponto de diferença para Oliver Askew. Lucas Kohl terminou a prova em nono.


Nesse sábado houve mais um treino classificatório e também a sexta corrida da temporada 2019 da Indy Lights. Os nove carros e pilotos que se fizeram presente no misto de Indianápolis este fim de semana fizeram uma sessão de treino classificatório as oito da manhã no sábado, com a corrida marcada para ao meio-dia e meia locais (duas e meia daqui do Brasil).

No treino classificatório vimos as duas grandes verdades que sempre imperam em Indianápolis misto:  primeiro, a Andretti sempre anda muito bem nesse circuito, como podemos ver na corrida passada, onde os três carros carros da equipe ficaram entre os quatro melhores colocados; mas, em segundo lugar, quanto mais os carros vão à pista na Indy Lights, mais essas diferenças pré-estabelecidas perdem efeito.

Isso foi visto no treino classificatório de ontem. VeeKay dominou a sessão, fazendo os melhores tempos tanto com os primeiros pneus, mais usados, quanto com os pneus novos, e ficou com a pole. Ele superou, em ambas as partes do treino, Robert Megennis, que ainda tinha grande desempelho e conseguiu um a vaga na primeira fila, pouco a frente de Ryan Norman e David Malukas, que conseguiu acertar uma volta voadora e superar tanto Askew quando Claman, que estavam a sua frente mas tiveram que formar a terceira fila.

Enquanto isso, Lucas Kohl seguiu com problemas no #5 da Belardi. Descobriu-se que o problema que o brasileiro carregou por toda essa etapa de Indianápolis misto era no sensor do motor, que controla a ativação do push-to-pass. Na Indy Lights, o aumento de potência do motor só é liberado quinze vezes durante as provas e apenas para o carro que está a menos de um segundo atrás de seu concorrente. Esse sensor de Kohl detecta justamente essa diferença e libera a potência ara o motor. Sem o auxílio do push-to-pass, que faz uma diferença brutal nas retas longuíssimas do misto de Indianápolis, ele amargou o nono lugar novamente.


A largada foi tranquila e sem incidentes, mas não sem emoção. VeeKay e Megennis largaram bem e dividiram a curva um pela ponta da prova, ficaram lado a lado até a curva quatro, quando VeeKay permaneceu na ponta e manteve Megennis em segundo. Os dois conseguiram uma diferença razoável para o resto do grid, porque os dois pilotos que largaram na segunda fila se tocaram: Malukas mergulhou por fora de Norman na curva um, mas o americano da Andretti não cosneguiu frear muito bem, espalhou e os dois foram para a grama, voltando no fim do pelotão. Claman aproveitou e tomou o terceiro lugar, a frente de Askew, Sowery, Kellett e Kohl.

Teve ainda mais ação na curva sete. Megennis conseguiu se recompor e ficou lado a lado com VeeKay na freada da curva sete. O holandês espalhou para cima do americano da Andretti, que não recolheu e foi sozinho para a grama, caindo para o sexto lugar, não perdendo mais posições porque houveram mai toques no fim do grid. Kohl vinha se defendendo de Malukas pelo sétimo lugar, quando ambos se tocaram e foram parar na grama, com Malukas passando direto na curva e não perdendo tanto tempo, enquanto Kohl rodava e perdinha um temporal.

Ainda houve ação na curva doze. Megennis estava em sexto lugar, mas vinha disputando posição com seu companheiro de equipe que tinha saída da pista na curva um: Ryan Norman. ele tentou colocar por fora de Megennis aproveitando-se do push-to-pass, mas não só não conseguiu emparelhar com seu companheiro de equipe, como errou o ponto de freada, foi para a grama e rodou sozinho, ficando em último no grid.

No fim da primeira volta, VeeKay vinha em primeiro, com quase um segundo de diferença para Claman, que tinha um segundo e meio de diferença para Askew, Toby Sowery e Dalton Kellett. Um segundo e meio atrás desse pelotão vinha Robert Megennis, que tinha cerca de três segundos de distância para David Kalukas, que tinha cinco segundos de distância para Kohl e treze segundos de distância para Norman.

Parece loucura, mas não aconteceu muito mais coisa na prova além dos caras que rodaram e saíram da pista recuperar algumas posições. Norman passou Kohl faltando dez voltas para o fim da prova, já que o brasileiro era presa fácil sem push-to-pass. Malukas não tinha grande desempenho, e conseguiu apenas ultrapassar Dalton Kellett na volta oito, quando este rodou sozinho na curva treze, subindo para o sexto lugar e lá permanecendo até o fim da prova.

As emoções do meio da prova ficaram para Robert Megennis. Ele teve uma vida difícil pois, apesar do bom desempenho, ultrapassar na Indy Lights ainda é um parto; ele tentou algumas vezes ultrapassar Toby Sowery, que se defendia como podia, mas o piloto da Andretti teve de esperar os pneus do canadense se desgastarem para sobrepujar o piloto da BN Racing/Team Pelfrey na volta dezoito, perseguindo Askew pelo pódio.

Megennis tinha dois push a mais que Askew, mas guardou-o até quando teve o desempenho um pouco melhor que seu companheiro de equipe. Esse desempenho veio faltando dez voltas para o fim, quando Megennis começou a realmente apressionar o então líder do campeonato. Com sete voltas para o fim, ele fez o seu primeiro movimento sério de ultrapassagem, mas Askew pressionou seu companheiro de equipe para a linha de dentro, e Megennis não conseguiu a ultrapassagem:

A direção de prova interpretou o movimento como bloqueio por parte de Askew, e solicitoua troca de posições. Megennis assumiu o terceiro lugar. Mas, duas voltas depois, Askew, que tinha conseguido economizar os push-to-pass a ponto de ficar com mais do que Megennis, pressionou e conseguiu retomar a terceira posição na freada da curva sete, fazendo um movimento parecido com o de VeeKay que causou a saída de pista de Megennis na primeira volta da prova.

Nada mais aconteceu, e Askew conseguiu o terceiro lugar na prova, Lá na frente, VeeKay vence! E Zachary Claman termina a prova em segundo.

Resultados e pódio. Se eu fosse a moçã também sairia correndo, deus me livre refrigerante no meu cabelo.
Agora o campeonato tem novo líder, e ele é Rinus VeeKay! O holandês tem um ponto a mais que Askew, 21 pontos a mais que Megennis e 22 pontos a mais que Claman! Lucas Kohl, mesmo com os dois nonos lugares, subiu para o oitavo lugar no campeonato, passando Julien Falchero que não correu em Indianápolis. Ele tem 77 pontos, doze a menos que Ryan Norman, o sétimo colocado, e dois a mais que Kellett, o nono.

A próxima prova é a primeira em oval e é a famosa Freedom 100, que acontece dois dias antes da Indy 500 on Indianápolis Motor Speedway! Até lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]