Post Page Advertisement [Top]

James Hinchcliffe conseguiu derrotar por muito pouco o tempo cravado por Colton Herta para se tornar o piloto mais rápido na segunda sessão de treinos livres da Indy no Barber Motorsports Park. Hinchcliffe se tornou o primeiro piloto do fim de semana a baixar a marca do 1m09 ao conseguir um tempo de 1m08.9994s, colocando-o a apenas 0,0090s à frente de Herta em uma tarde onde a Honda ocupou os seis primeiros lugares.


As condições escorregadias da pista ainda representavam um desafio. Herta ficou entre os que terminaram a sessão sem saber exatamente se os pneus vermelhos ofereciam alguma vantagem significativa sobre os compostos mais duros, além de também ter sido um dos vários pilotos a serem surpreendidos pela falta de aderência, o que o fez sair da pista durante a sessão. Sebastien Bourdais e Zach Veach também extrapolaram os limites da pista, sendo que Veach produziu uma exibição digna de rallycross antes de conseguir colocar o seu carro na direção certa novamente.

No entanto, o único acidente que trouxe algum tipo de consequência real foi sofrido por Santino Ferrucci, que trouxe a única bandeira vermelha da sessão a 17 minutos do fim. Felizmente para ele, o dano foi mínimo, de modo que o piloto americano da Dale Coyne terminou o dia com o terceiro melhor tempo, ficando logo à frente do companheiro de equipe de Bourdais e de Alexander Rossi e Ryan Hunter-Reay da Andretti. Spencer Pigot, da ECR, foi o melhor piloto da Chevrolet na sessão, ficando na 7ª posição.

Confira os resultados do TL2 em Barber:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]