Post Page Advertisement [Top]

Alexander Rossi conquistou sua quinta pole na carreira e a primeira da Andretti em 2019
O treino classificatório da Indy trouxe uma grande surpresa com a pole de Alexander Rossi com o cronômetro zerado. Além disso tivemos 3 carros Chevrolet no Fast 6 depois de mais um vareio da Honda nos treinos livres. E também pilotos favoritos foram prejudicados por algumas bandeiras vermelhas e a equipe Foyt teve mais um dia de fracasso no campeonato.

Antes de começar a classificação a Indy separou as equipes em 2 grupos como sempre faz em circuitos mistos e de rua.

Tony Kanaan bate forte e fica em último

O Grupo 1 começou com apenas um piloto arriscando. Tony Kanaan veio de cara com pneu macio já que a Foyt não tinha nada a perder. No começo Takuma Sato fez a melhor volta, sendo superado em seguida por Tony Kanaan. Após a janela de trocas de pneu, Rosenqvist rodou na curva 8 mas não foi punido. Sato reassumiu a liderança com 1m07.7245s. 

Na briga pelas vagas para o Round 2, Tony Kanaan lutava bravamente com seu carro da Foyt, Rosenqvist tentava tudo com seu carro da Chip Ganassi e James Hinchcliffe decepcionava com seu carro da SPM. Kanaan andou mais do que o carro suportava e bateu na barreira de pneus da curva 7. Com o acionamento da bandeira vermelha, Hinchcliffe não conseguiu melhorar seu tempo e foi eliminado também. Kanaan que estava em sexto perdeu suas duas melhores voltas, caiu para último colocado e classificou Felix Rosenqvist.

As equipes pequenas não tiveram chance no grupo 1
Rossi bate o recorde da pista pela primeira vez

No Grupo 2 foi a vez de Spencer Pigot e Matheus Leist saírem com pneu macio desde o começo da sessão. Leist até foi bem no comecinho mas logo o pentacampeão Scott Dixon tomou conta da classificação e assumiu a liderança. Na curva 10 apareceu um enorme detrito e foi solenemente ignorado pela Indy que não deu bandeira amarela. 

Depois da troca de pneus, Pato O'Ward veio forte e assumiu a ponta com 1m07.2620s. Dixon voltou pra ponta com 1m07.0080s mas logo foi superado por Alexander Rossi que bateu o recorde da pista com 1m06.8621s após a quadriculada. A surpresa foi a classificação de Marco Andretti em quarto e a eliminação de Bourdais que ficou apenas em sétimo. Antes de começar o Round 2 a Indy anunciou uma punição em dinheiro para a equipe de Leist que foi o culpado pelo detrito da curva 10. E o incidente entre Andretti e Pigot não teve punição e o Andrettinho se classificou ao Round 2 pela primeira vez no campeonato.

Pato O'Ward foi o único intruso no grupo 2 que também foi dominado pelos times grandes
Rosenqvist bate na curva 10 e estraga a classificação de um favorito

No Round 2, Marco Andretti estava tão emocionado que saiu de pneu macio porque ele quase nunca frequenta essa fase da classificação e seu estrategista tira leite de pedra todos os dias. Na primeira parte do treino a estratégia de Andretti deu tão certo que ele terminou na última colocação! 

Depois das paradas, os carros da Ganassi vieram forte. Dixon bateu o recorde da pista com 1m06.6566s e Rosenqvist se posicionou em segundo. Mas a alegria durou pouco e Rosenqvist perdeu os freios na curva 9 onde bateu na proteção de pneus e quase entrou numa quina do muro. Quem se deu muito mal com a bandeira vermelha foi Hunter-Reay que era cotado como um dos favoritos a pole e ficou em sétimo. Rosenqvist perdeu suas duas melhores voltas e despencou de segundo para último. Marco Andretti sentiu um pequeno alívio porque o lanterna era ele mas subiu para décimo primeiro.

Chevrolet se recupera do fiasco que vinha sendo o fim de semana e coloca três carros no Fast 6
Rossi surpreende no Fast 6 com o cronômetro zerado

No Fast 6 ninguém quis saber de economizar e já foi de cara com pneus macios. Rossi foi o melhor na primeira janela. Na fase final, Dixon assumiu a liderança com 1m06.7479s. Os carros da Penske lutaram com o máximo que podiam e foram se alternando em segundo. Quando todo mundo já havia desistido, Rossi surgiu com um temporal de 1m06.4811s e mais uma vez bateu o recorde da pista para faturar a pole pelo segundo ano seguido em Long Beach! Dixon tinha chance ainda de dar o troco mas errou a volta e tirou o pé para a felicidade do californiano Rossi que festejou em casa.

Dixon acertou uma primeira volta fantástica mas não foi o suficiente depois que ele errou as outras duas voltas e perdeu uma pole que seria fabulosa
Confira o grid de largada para o GP de Long Beach.

Zach Veach está numa Andretti e consegue largar em 22°! Uma façanha para poucos
Agora a Indy volta pra pista no domingo às 13h para um Warmup que define os últimos ajustes para a corrida. A largada será por volta de 17h30 com transmissão ao vivo no canal Bandsports. O resumo completo você confere aqui no Indy Center Brasil, a cobertura em tempo real estará a sua disposição no Twitter do IndyCar da Depressão e a narração alternativa você pode assistir no Facebook do Indy4ever. Depois da corrida às 21h tem a live do IndycarCast no YouTube com os comentários mais importantes e os destaques. Por fim as zueras e memes sobre a corrida você acompanha no Facebook do IndyCar da Depressão. Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]