Post Page Advertisement [Top]

(◔_◔)


Foi anunciado na terça-feira passada (26 de fevereiro) o segundo piloto da Juncos Racing para a temporada 2019 da Indy Lights, e ele é o canadense Dalton Kellett.

O canadense de 25 anos embarcará para sua quarta temporada completa na Indy Lights. Nos últimos três anos Kellet esteve na Andretti Autosport, onde fez mais de 50 provas na categoria e, nesse intervalo, Kellett nunca deu grandes mostras de que passaria do pelotão intermediário, isso nas poucas vezes que ele conseguiu chegar a ficar no pelotão intermediário. Nessas três temporadas, seus melhores resultados foram cinco terceiros lugares: quatro em ovais (três em Indianápolis e um em Iowa) e um em Mid-Ohio no ano passado, quando largou em sexto e três carros a sua frente tiveram problemas. No fim das temporadas, um décimo lugar em 2016, um décimo segundo em 2017 e um sétimo lugar no ano passado foram seus resultados.
Kellett tesando pela Carlin
Alguns pensaram que, depois de ficar em sétimo entre os sete pilotos que disputaram a temporada completa do ano passado e o fim do acordo dele com a Andretti, Dalton Kellett meio que desistiria da Lights e adotaria novos rumos em sua carreira.

Mas não. No último teste da Lights realizada semana retrasada em COTA, lá estava Dalton Kellett fazendo voltas num carro da Lights. No entanto, essa volta foi aclamada por todos, pois ela foi com a equipe Carlin que vinha retornando após uma temporada sem dar as caras na Lights. Todos pensaram que, com o dinheiro injetado pelo patrocínio principal de Kellett, a K-Line (que tem seu pai como dono, o "K" de K-Line vem de Kellett) a equipe de Trevor Carlin ressuscitaria.

Mas não. Kellett acabou assinando com a Juncos Racing no fim das contas, decretando o fim dos planos da Carlin voltar, já que o outro piloto que vinha flertando com a equipe, Logan Sargeant, resolveu ir para a nova F-3 FIA europeia.
Kellett testando pela Juncos.
E, com isso, Dalton Kellet emenda sua quarta temporada na categoria e, caso largue em todas as provas, o canadense (que já é o piloto que correu mais provas nas três categorias do Road to Indy somadas) será o piloto que fez mais provas nos 33 anos de Indy Lights, o que é bem complicado para uma carreira, e também pode ser o piloto com mais provas sem vencer da Indy Lights, recorde que, atualmente, pertence a Juan Piedrahita com 59 provas.

Kellett conseguirá melhorar seu ritmo e conseguir uma vitória? Conseguira bater os recordes "negativos" da categoria? Aguardemos!!



Pilotos confirmados na Indy Lights:

Andretti Autosport:

Belardi Auto Racing:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]