Post Page Advertisement [Top]

A equipe argentina que tenta fazer a temporada completa na fórmula Indy conseguiu, por enquanto, acerto para a penas uma prova nesse ano.
A última vez Kyle Kaiser esteve junto dos gordões da Juncos.
Foi anunciado na segunda-feira passada (11 de fevereiro) o acerto da estreia da Juncos Racing na temporada 2019 da fórmula Indy. Graças ao apoio da empresa NFP, veremos o carro verde e laranja #32 no Circuito das Américas, e sendo guiado pelo americano Kyle Kaiser.

Esse acerto veio em boa hora para a equipe de Ricardo Juncos, que, por enquanto, ainda não possui um patrocínio sequer para a temporada completa e nem piloto pagante para esse ano na fórmula Indy, já que seus dois pilotos onde havia uma chance maior de contratar como piloto pagante, o austríaco René Binder e o argentino Agustín Canapino optaram por correr no endurance, com a Juncos no WTSCC (antigo TUSCC).

Assim, a equipe está procurando acertos pontuais para se manter ativa na Indy. Um exemplo foi esse acordo conseguido com a NFP, uma seguradora de Austin-Texas, para alinhar o carro da Juncos com seu patrocínio em COTA, já que a equipe possui  um carro, um (na verdade mais de um) piloto, espaço para patrocínio e a vontade de correr.

E o piloto convocado para correr em COTA pela Juncos é o primeiro piloto da equipe da temporada passada, o californiano Kyle Kaiser. Ele foi o campeão da Indy Lights de 2017, e esteve na categoria desde 2013, na antiga Pro Mazda. 

Kaiser correu quatro provas na Indy principal, onde teve o melhor resultado na prova de Indianápolis Misto, um 16º lugar, e ele não corre na Indy desde as 500 milhas de Indianápolis do ano passado. 

E esse deve ser o 2019 da Juncos, aproveitando as oportunidades que os patrocínios pontuais trazem. Talvez a vejamos em provas mais visíveis, como Long Beach, as provas em Indianápolis ou na final em Laguna Seca. A não ser que caia do céu algum piloto que banque a temporada, vai saber...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]