Post Page Advertisement [Top]

O mexicano da Andretti Autosport vence pela oitava vez no ano para garantir matematicamente o título faltando uma corrida para o fim do campeonato. Franzoni voltou ao pódio com o  terceiro lugar!


Começamos o fim de semana em Portland com uma novidade pois, desde a rodada dupla disputada em Road America, no início de junho, tivemos um aumento no número de carros na prova. Isso porque a Juncos Racing alinhou um segundo carro para o sul-coreano Heamin Choi.

Entretanto, o visto nos últimos fins de semana da Indy Lights se repetiu em Portland, e a Andretti Autosport ainda estava dominadora em relação a Belardi e a Juncos. Com isso, Colton Herta e Pato O'Ward ficaram livres para disputar o título. lembrando que para O'Ward basta chegar em segundo lugar ou apenas a frente de Herta para ser campeão.

A vida de Herta ficou mais difícil quando O'Ward conseguiu a pole. Herta tinha a volta mais rápida do treino classificatório até a bandeira vermelha surgir na classificação por Dalton Kellett ter ficado preso na área de escape da curva 4. Quando a bandeira verde foi mostrada novamente, O'Ward conseguiu pista limpa e fez o tempo de 1:02.8, mais de meio segundo mais rápido que a volta que Herta tinha antes da bandeira vermelha. O filho de Bryan Herta melhorou seu tempo em dois décimos, mas foi o suficiente apenas para o segundo lugar, pouco a frente de Aaron Telitz.

Victor Franzoni teve um fim de semana um pouco melhor com o comparado desde Mid-Ohio. A Juncos Racing mostrou um pouco mais de desempenho no fim de semana, e o brasileiro conseguiu brigar com os dois carros da Belardi. No treino classificatório, Franzoni conseguiu ganhar de Urrutia, mas não de Telitz, e terminou com o quarto lugar no grid.

A largada ocorreu sem incidentes, mas foi o momento mais movimentado da prova. O'Ward largou bem e ninguém colocou-se ao lado dele na curva um, enquanto Colton Herta não largou tão bem e teve de se defender de Aaron Telitz. Mais atrás, Urrutia largou bastante bem, conseguiu passar Franzoni na reta principal e ficar lado a lado de Telitz.


Os dois pilotos da Belardi fritaram os pneus enquanto estavam lado a lado; Telitz, que estava por dentro embarrigou a curva mas continuou na pista, enquanto Urrutia cortou a chicane da curva 1. Franzoni aproveitou a chance e passou por ambos, enquanto Urrutia voltou à pista logo a frente de Telitz.

Com isso, no fim da primeira volta, tínhamos O'Ward na liderança pouco a frente de Herta, Franzoni em terceiro a frente de Urrutia, Telitz, Norman, Kellett e Heamin Choi só saiu dos pits na terceira volta.

Herta não conseguiu ter sua chance na largada, mas trabalhou para ficar colado com O'Ward e, na quarta volta, mergulhou por dentro do mexicano na curva 1 com o push to pass e conseguiu a ultrapassagem, assumindo a liderança.

Entretanto, Herta não conseguia abrir mais de um segundo de diferença do mexicano e, depois de usar uma séria de push to pass seguidos e chega muito rapidamente na traseira de Herta e mergulha na freada. Isso surpreende o líder da prova, que se defendeu tarde de mais do mergulho de O'Ward e acabou passando por cima das zebras e perdendo tempo no segundo lugar.


Mais atrás, a briga pelo quinto lugar na prova esquentava, com Ryan Norman pressionava Telitz e, mesmo sendo mais rápido que o piloto da Belardi e usando o push to pass, mas o americano campeão da F-Atlantic sempre colocava por fora na curva um, o que não dava certo pois Telitz espalhava pra cima dele. Só depois de 29 voltas de tentativas, no seu último push to pass, Norman conseguiu colocar por dentro e passar o piloto da Belardi, assumindo o quinto lugar.

Lá na frente, Herta tentava tirar a diferença de dois segundos e meio que foi criada quando ele foi ultrapassado, mas a diferença de desempenho entre ele e o líder era pequeno. Herta conseguia tirar algo próximo de um décimo por volta, isso nos momentos em que ele era mais rápido que O'Ward e, com isso, Pato O'Ward vence a prova!

E, como O'Ward chegou a frente de Herta, já acumulou pontos o suficiente para ser matematicamente campeão da Indy Lights 2018! O'Ward tem agora 32 pontos de vantagem para o filho de Bryan Herta, e como a diferença de pontuação entre o líder e o oitavo colocado são de apenas 20 pontos, não há nenhuma combinação que não dê o título à O'Ward.

Mais atrás, Herta já é matematicamente o segundo e Urrutia já é matematicamente o terceiro colocado na temporada 2018 da Indy Lights, restando agora apenas a disputa pelo quarto lugar entre Ryan Norman (331 pontos) e Victor Franzoni (324 pontos).

A última prova do ano acontece amanhã de tarde, até lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]