Post Page Advertisement [Top]

O mexicano superou seu principal adversário por duas vezes em Mid-Ohio e disparou para 32 pontos de vantagem no campeonato. Victor Franzoni faz o suficiente para se manter no quatro lugar do campeonato.
A antepenúltima etapa da temporada 2018 da Indy Lights ocorreu na semana passada, mas a gente reporta tudo sobre ela assim mesmo. Os sete carros que estiveram presentes desde a etapa de Road America compareceram em Lexington para a rodada dupla, com uma corrida no sábado e outra no domingo.

No entanto, o balanço de forças entre os carros estava um pouco diferente, pois, onze dias antes do fim de semana de provas, a categoria organizou um "teste coletivo" entre os carros que fazem a temporada completa, mas nem todos compareceram. Com a grane crise que assola a categoria, apenas os quatro carros da Andretti Autosport conseguiriam tomar parte desse teste, e como Colton Herta estava fora negociando seu teste com a Harding Racing, apenas Pato O'Ward, Ryan Norman e Dalton Kellett ficaram dando voltas nos 3,86 quilômetros da pista durante quatro horas.

Isso se refletiu em vantagem para os três pilotos, quando O'Ward conseguiu a pole das duas provas com o mínimo esforço, se dando até ao luxo de não ir à pista nos últimos minutos do segundo treino a fim de economizar pneus para as provas, enquanto seu adversário na disputa pelo título, Colton Herta, ficou apenas com dois terceiros lugares no grid. Ainda na primeira qualificação, Norman conseguiu um improvável segundo lugar no grid da prova 1, mas na prova 2 voltou ao fim do grid. A Belardi e a Juncos se recuperaram no segundo treino livre, que aconteceu no sábado à tarde e a diferença ocasionada pelo "teste coletivo" foi diminuída; Aaron Telitz conseguiu um lugar na primeira fila, enquanto o brasileiro Victor Franzoni e o uruguaio Santiago Urrutia ficaram a frente da outra parte da dupla da Andretti.

Cooper Tires Mid-Ohio Grand Prix Powered by Mazda Race 1 

A largada da corrida do sábado foi tranquila e sem incidentes, com todos mantendo suas posições na primeira volta. 

O'Ward, Norman e Herta tinham ritmo melhor e abriam distância da dupla da Belardi pouco a pouco, enquanto Franzoni brigava com Dalton Kellett pelo sexto lugar. A briga mais interessante era entre os dois carros da Belardi, com Urrutia pressionando Telitz até conseguir a ultrapassagem na freada logo depois da reta oposta e assumir o quarto lugar.

No entanto, Urrutia não tinha ritmo para brigar com o trio da frente da Andretti, e já estava mais de seis segundos dos líderes. Na verdade, o uruguaio era pressionado pelo seu companheiro de equipe, que não desistiu do quarto lugar, e quando Telitz buscava ficar dentro da casa de um segundo de distância para por usar o push-to-pass, acabou pegando muito a zebra da curva nove e acabou saindo da pista na volta 18 (de 30 totais), ficando preso na brita por uma volta e chamando a única bandeira amarela do dia. 

Tentando aproveitar-se da oportunidade, a Belardi chamou Urrutia para os pits, para trocar seus pneus por novos e tentar melhorar seu desempenho e conseguir uma vitória que o colocaria dentro da disputa pelo título novamente. Mas, como preço pela parada, caiu do quarto para o sexto lugar.

A relargada foi dada faltando nove voltas para o fim, com O'Ward na frente, seguido por Norman, Herta, Kellett, Franzoni, Urrutia e Telitz já duas voltas atrás. O'Ward largou bem e manteve a ponta da prova sem dificuldades, enquanto Norman largou mal, foi ultrapassado por Herta na curva um, por Kellett na curva quatro e por Franzoni na curva quatro da volta seguinte, caindo para o quinto lugar da prova. 

O próximo da lista era Urrutia, e o uruguaio tentou colocar por fora na curva quatro, mas Norman deu uma espalhada/errada por dentro e acabou tocando a roda traseira de Urrutia. Norman continuou como se nada tivesse acontecido, enquanto Urrutia teve de passear por um bom tempo na área de escape até voltar para a pista, já 50 segundos atrás dos líderes. O piloto da Andretti foi punido com um Drive Thru, mas ainda voltou no quinto lugar, muito a frente de Urrutia.

Lá na frente, Herta finalmente poderia disputar diretamente com O'Ward pela vitória e conseguiu descontar a vantagem para meio segundo. Mas cada ultrapassagem em Mid-Ohio é um parto, e Herta não conseguiu colocar seu carro ao lado do seu companheiro de equipe em nenhum momento da prova. O'Ward vence! Herta passa em segundo. A historia se repetiu na disputa pelo terceiro lugar, com o agravante que Franzoni possui apenas esse chassi para terminar a temporada e, com isso, Dalton Kellett sobe para seu quarto pódios em 48 corridas na Indy Lights, enquanto Franzoni completa a prova no quarto lugar.

Cooper Tires Mid-Ohio Grand Prix Powered by Mazda Race 2

 A largada na corrida do domingo foi tranquila, mas não foi tão parada quanto a da corrida de sábado. O'Ward largou bem, enquanto Telitz não largou tão bem ao seu lado e atrapalhou a vida dos pilotos que largavam nas posições pares. Franzoni acabou perdendo posição para Urrutia enquanto Kellett perdia posição para Norman. O Telitz mesmo brigou lado a lado com Herta na curva um, mas no hairpin da curva dois conseguiu se manter por dentro e permanecer a frente do piloto da Andretti.

Enquanto O'Ward já tinha uma diferença de dois segundos para Telitz no fim da primeira volta, o piloto da Belardi lutava para se manter no segundo lugar, mas não conseguiu quando Herta mergulhou por dentro na entrada do hairpin, surpreendendo Telitz e conseguindo o segundo posto. Telitz perdeu momento, e Urrutia conseguiu colocar por dentro na reta oposta e conquistar o terceiro lugar na freada da curva quatro.

A próxima batalha era com Franzoni pelo quarto lugar. O brasileiro buscou ficar a menos de um segundo de Telitz e quando conseguiu, na volta dez, Franzoni usou o push-to-pass e se posicionou por fora na curva quatro, os dois completaram essa curva lado a lado, até Franzoni pisar na terra na entrada da curva cinco e tocar sua roda dianteira dianteira na roda traseira esquerda de Telitz. O piloto da Belardi ficou preso na caixa de brita pela segunda vez, retornou para a pista mas levou uma volta e acionou a bandeira amarela pela segunda vez no fim de semana. Franzoni continuou na prova, mas levou um Drive Thru de punição e caiu para o sexto lugar.

A relargada foi dada na volta 13 (de 30 totais) e as únicas brigas aconteciam tanto pela vitória quanto por um lugar no pódio.

Pelo terceiro lugar, Urrutia tentava se segurar a frente de Norman. O americano se aproveitava do melhor desempenho da Andretti para pressionar o uruguaio, mas não conseguia colocar seu carro lado a lado para ultrapassá-lo. A ultrapassagem só veio na volta vinte, quando Norman usou o push-to-pass e colocou por dentro na reta oposta, superando Urrutia na freada da curva quatro.

O mesmo resultado não veio na disputa pela vitória. Herta também pressionava e esteve quase o tempo todo dentro da margem de um segundo para a utilização do push-to-pass, mas o americano acabou usando todos e conseguiu colocar de lado por algumas vezes na entrada da curva quatro, mas sempre por fora e, quando O'Ward espalhava na curva, Herta não tinha pra onde ir e acabava sempre atrás do mexicano. O'Ward vence! Herta passa em segundo e Norman em terceiro, em mais um pódio todo da Andretti.

Com as duas vitórias e os dois segundos lugares de Herta, O'Ward conseguiu abrir 32 pontos de vantagem para seu companheiro de equipe, o que o coloca com uma mão na taça, já que ele pode chegar no segundo lugar nas três provas restantes que ele ainda será campeão. Herta tem 38 pontos de vantagem para Urrutia, o que coloca o americano num virtual segundo lugar, bem distante do terceiro lugar de Urrutia. Franzoni ainda permanece no quarto lugar, mas já não possui chances matemáticas de subir ao terceiro lugar. O brasileiro tem 279 pontos, dez a mais que Norman e 29 a mais que Telitz e Kellet.

A próxima prova ocorre daqui a duas semanas, no dia 25 de agosto, em Gateway. Até lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]