Post Page Advertisement [Top]

O mexicano ganhou na largada de seu companheiro de equipe e assumiu a ponta do campeonato. Franzoni teve mais um dia difícil e abandonou a prova.
A sétima etapa da temporada acontece em Toronto, fora mas a apenas quinze quilômetros de distância dos EUA. Para essa etapa tivemos a presença dos mesmos sete carros que vem fazendo a temporada completa permanecem no grid em Toronto para uma sessão única de treinos livres e duas provas, com cada prova tendo seu treino classificatório.

O começo do fim de semana foi realmente bom para o brasileiro Victor Franzoni, que fez o melhor tempo no treino livre de sexta-feira, pouco a frente dos três primeiros do campeonato: Santigo Urrutia, Patrício O'Ward e Colton Herta.

Mas no treino classificatório as coisas voltaram ao cronograma original, onde a dupla principal da Andretti, O'Ward e Herta, disputam um pouco mais a frente dos outros. No treino classificatório a estratégia realizada por todos é ir para a pista fazer um tempo de garantia, voltar para os pits, colocar pneus novos e fazer as voltas mais rápidas do dia. O'Ward foi o mais rápido na primeira leva, com a dupla da Belardi, Urrutia e Aaron Telitz, logo atrás. Após a troca de pneus, Urrutia fez a volta mais rápida da sessão, depois Herta, depois  O'Ward mas, por último Colton Herta fez a melhor volta por duas vezes seguidas e garantiu a pole. seu rival no campeonato, Pato O'Ward ficou com a outra vaga na primeira fila, com a dupla da Belardi loteando a segunda fila e Victor Franzoni na quinta posição, atrás da outra parte da Andretti: Ryan Norman em sexto e Dalton Kellett em último.


Cooper Tires Indy Lights Grand Prix of Toronto Presented by Allied Building Products Race 1

A linha par andando e a linha ímpar parada atrás de Herta.
A largada ocorreu sem acidentes, mas foi o principal lance da prova, porque Colton Herta não conseguiu velocidade na arrancada da largada, e só a linha par andou. Com isso, O'Ward, Telitz e Norman, que largavam nas posições pares, partiram para o primeiro, segundo e terceiro lugares. Enquanto isso, na linha ímpar, Urrutia (3º) foi pego de surpresa pela lentidão de Herta e foi empurrado por Franzoni (5º), quebrando sua asa dianteira.

Após Herta começar a acelerar melhor, o filho de Bryan Herta se viu no quarto lugar, com Franzoni em quinto e Kellet em sexto, já que Urrutia caiu para o último lugar. 

Herta partiu para recuperar suas duas posições perdidas e começou a pressionar Norman. Tentou passar por dentro na curva três logo na primeira volta, mas só quando repetiu o movimento na segunda volta conseguiu êxito e subiu para o terceiro lugar e, ao mesmo tempo Urrutia já subia para o sexto lugar passando por dentro de Kellett na curva três. Urrutia continuou com o bom desempenho, mergulhou por dentro de Franzoni na curva oito e conseguiu subir para o top 5 e, na curva três da quarta volta Urrutia pôs por dentro de Norman e já estava no quarto lugar depois do incidente da primeira volta.

A corrida se amornou depois de cinco voltas. O'Ward continuava líder, cerca de um segundo a frente de Telitz, que estava também um segundo a frente de Herta, que já tinha cerca de quatro segundos a frente de Urrutia, que abria pouco a pouco de Norman, Franzoni e Kellett.

Franzoni conseguiu ultrapassar Norman na décima volta, colocando por dentro na curva três e, na volta seguinte, Dalton Kellett batia sozinho na curva oito, tendo de entrar nos pits para trocar seu bico e perdendo uma volta.

A corrida continuou em verde e, com o já esperado maior desgaste de pneus dos carros da Belardi, tanto Telitz quanto Urrutia começaram a perder desempenho. Herta esperou pacientemente e, na volta 13 (de 35 totais), colocou por fora na reta oposta e conseguiu a ultrapassagem sobre Telitz sem nem mesmo dividir a freada com o piloto da Belardi.

A corrida seguiu morna até a volta 23, quando Herta forçava o carro para tirar a diferença para O'Ward e brigar pelo primeiro posto, passou muito por dentro na zebra da curva cinco e foi para o muro. Colton Herta abandonou a prova e teve uma pequena fratura no seu dedão da mão, chamando a bandeira amarela.

A relargada veio faltando apenas oito voltas para o fim. O'Ward liderava e, como a dupla da Belardi vinha com seu desempenho caindo pelo desgaste de pneus, o mexicano abriu distância do pelotão. Telitz e Urrutia começavam a brigar pela segunda posição, com o uruguaio pressionando o americano por duas voltas até colocar por fora na curva três e conseguir fazer a ultrapassagem. Telitz freou muito por dentro e o bico de seu carro acabou tocando no carro de Urrutia, fazendo com que ele perdesse a asa dianteira e fosse aos boxes para trocá-la e caindo para o quinto lugar.

Enquanto isso, a chuva começava a cair em Toronto. O'Ward diminuiu o tocada e começou a fazer voltas mais lentas, o que não fazia Urrutia e foi punido ao rodar sozinho  e cair para o quarto lugar. Franzoni e Norman o passam, assumindo o segundo e terceiro lugares, respectivamente. Na volta seguinte, na curva três, Norman erra a freada e passa reto, perdendo o terceiro lugar para Urrutia. E, infelizmente, Franozni passa pela parte de concreto da curva cinco, perde a aderência de seus pneus e vai para o muro na saída da curva.

Bandeira amarela, que virou bandeira quadriculada duas voltas depois. O'Ward vence! Urrutia salva um segundo lugar e Ryan Norman termina em terceiro!
Resultados e pódio.
Com o abandono e a vitória de seu principal adversário, Colton Herta perdeu a liderança do campeonato. Pato O'Ward pulou para 306 pontos com a vitória, oito pontos a frente de Herta. Victor Franzoni ainda permanece na quarta posição do campeonato com 231 pontos, 28 pontos atrás de Urrutia e 20 pontos a frente de Norman.

A próxima corrida é hoje ao meio dia. Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]