• Allan Croce será o tributo brasileiro nos Jogos Vorazes da Indy.

    O Road To Indy, programa de categorias de base da Fórmula Indy, realiza um Shootout todo fim de ano para dar 200 mil dólares de patrocínio a um jovem piloto entrar nas categorias de base da Indy, e Allan Croce é o escolhido para participar desses Jogos Vorazes, oficialmente chamado de Mazda Road to Indy Shootout.
    Pela grande representação tanto no Road to Indy quanto na Fórmula Indy em si, o Brasil tem uma vaga cativa entre os vinte pilotos que disputam o Mazda Road to Indy Shootout. A divisão brasileira do Road to Indy, representado pela pessoa de Paulo Carcasci, normalmente escolhe uma das etapas do campeonato brasileiro de Kart para ser também a seletiva brasileira do Road to Indy Shootout, pois elas tendem a ser mais disputadas.

    O evento escolhido esse ano foi o primeiro Open Brasileiro de Kart, realizado nos dias 22 e 23 de junho, no Kartódromo de Granja Viana, em Cotia, Estado de São Paulo. Dos 230 pilotos ue corriam no Open Brasileiro de Kart, apenas os 17 pilotos da categoria graduados concorreriam a vaga como representante brasileiro, sendo definidos por meio de um treino classificatório, duas corridas preliminares e uma corrida final.
    A largada da bateria final.
    No entanto, não teve pra ninguém no fim de semana. Allan Croce conseguiu o segundo lugar no treino classificatório, mas logo na primeira bateria assumiu a ponta e não largou mais. Venceu a primeira bateria, que lhe deu direito de largar em primeiro na segunda bateria. Vencer a segunda bateria lhe deu o direito de largar na pole da corrida final e, liderando todas as vinte voltas da prova final, venceu a última corrida e se sagrou campeão do Open Brasileiro de Kart e o vencedor da vaga no Mazda Road to Indy Shootout.

    “Tivemos um final de semana praticamente sem erros, a pole escapou por muito pouco, mas consegui tirar essa diferença na primeira corrida, mesmo eu largando por fora e perdendo algumas posições no início da primeira classificatória, consegui me recuperar e vencer. Nas duas corridas do sábado consegui repetir o mesmo rendimento, e vencer de ponta a ponta. Trabalhamos muito nesse começo de ano, e estamos no caminho certo para chegar no Brasileiro para ser campeão”, concluiu Croce, que conta com o suporte da equipe Bicudo Racing e Roni Racing, e toda a preparação de motor pela DTR Motorsport.

    Sobre a vaga no Shootout, o piloto de 18 anos completou:  “Incentivo como esses nos anima a continuar no automobilismo, ainda mais para migrar do kart para o carro. Estou sendo o terceiro brasileiro a ganhar essa chance, e vou me preparar o melhor possível para buscar o prêmio principal”.
    Pódio geral. O quinto colocado, que está tirando foto com o troféu, foi o tributo brasileiro do ano passado. o macacão do terceiro colocado é um dos mais bonitos que já vi.
    Allan Croce tem apenas dezoito anos, mas já possui doze deles guiando no kart. Aparentemente, esta será sua primeira oportunidade nos monopostos. Lembrando que, no Jogos Vorazes passado, o tributo Brasileiro Olin Galli chegou no Top 5, mas acabou sendo preterido pelo Irlandês Keith Donegan. O Shootout desse ano ainda não tem data ou local definidos, mas, normalmente acontece no mês de dezembro, na costa oeste americana (muito provavelmente em Laguna Seca).

    Boa sorte ao brasileiro!!!
  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário