Post Page Advertisement [Top]

O americano se recupera da batida na corrida em oval e vence as duas provas em Road America, voltando a briga do campeonato. Carlos Cunha termina a prova em sexto e ainda está na briga do campeonato.
A Pro Mazda entrou para sua oitava corrida do campeonato com novidades. Durante as sessões de teste realizados no circuito de 6,5 quilômetros semana passada, a BN Racing anunciou a entrada do inglês Toby Sowery no lugar do americano Kris Wright e a RP Motorsport Racing anunciou a entrada do mexicano Raul Guzman no lugar do italiano Lodovico Laurini. Sowery tem 22 anos e vinha baseando sua carreira na Europa , disputando a F-3 Britânica no ano passado e retrasado (ficou em terceiro no campeonato de 2016) e, nesse ano, teve de dar um passo atrás por falta de orçamento para um carro na GP3 e vinha disputando a F-4 Italiana. Guzman também vinha buscando uma carreira no automobilismo europeu e vinha disputando a F-Renault 2.0 desde o ano passado, sem muitos resultados positivos.

O segundo treino livre aconteceu na sexta de manhã, e houve um incidente no fim dela. Faltando quatro minutos para o fim da sessão Harrison Scott (RP Motorsport Racing) passou reto na curva oito e acabou parado na caixa de brita do Carrossel, forçando o final prematuro da sessão.

Pouco antes, na metade da sessão, quando todos vão aos pits para trocar os seus pneus por novos, o próprio Scott era o líder, seguido por Parker Thompson (Exclusive Autosport) e David Malukas (BN Racing). Na volta, Thompson assumiu a liderança provisória, que depois passou para Raul Guzman (RP) e, pouco antes do acidente Carlos Cunha fez a volta mais rápida e assumiu a ponta provisória. 

Infelizmente, essa liderança durou apenas trinta segundos, por Malukas fez novamente a volta mais rápida da sessão, baixou pela primeira vez os tempos para menos de dois minutos e conseguiu a pole da prova 1:

Pro Mazda Grand Prix of Road America Presented by Cooper Tires Race 2

Homenagem a Jeff Green antes da largada. Peter Dempsey pilotando o carro de Green, com Franzoni ao seu lado.
A largada foi dada após um tributo feito a Jeff Green, piloto da Pro Mazda no ano passado, companheiro de Victor Franzoni em sua temporada campeã, que infelizmente veio a falecer em um acidente em Mosport essa semana.

A largada ocorreu sem incidentes, mas não sem ação. Malukas largou bem, mas cunha largou melhor e passou a curva 1 na liderança; entretanto, Malukas se recuperou e conseguiu colocar por dentro do brasileiro na curva 3, embarrigando a curva e voltando a liderança. 

Cunha perdeu momento com a briga pela liderança e teve de se defender de VeeKay, Thompson, Sowery e Guzmán na curva cinco. Cunha se posicionou por fora, enquanto VeeKay tentou colocar por dentro e dividir a freada com o brasileiro, levando a melhor e assumindo o segundo lugar. Atrás deles vinha um 3-wide, com Sowery por dentro, Thompson no meio e Guzmán por fora. Mesmo depois da freada eles continuaram lado a lado e a roda traseira esquerda de Thompson tocou na dianteira direita de Guzmán, rodando o estreante mexicano, causando seu abandono e acionando a bandeira amarela. Thompson teve de ir aos boxes para conferir se sua suspensão continuava inteira e voltou no fim do grid.

A relargada veio na terceira de quinze voltas. Malukas era o líder, seguido de VeeKay, Cunha, Sowery, Scott, Megennis, Andrés Gutierrez, Antonio Serravale, Nikita Lastochkin, Oliver Askew, Sting Ray Robb e Thompson. 

Malukas relargou bem, mas quem brilhou foi seu companheiro de equipe. Toby Sowery passou os dois pilotos da Juncos que estavam a sua frente por fora, formando um 3-wide na entrada da curva 1, e passando a curva na frente dos dois pilotos e formando uma dobradinha da BN Racing (Malukas e Sowery) na ponta e a dobradinha da Juncos (VeeKay e Cunha) logo atrás. Mais atrás Thompson passou a dupla da Cape, seu companheiro de equipe e Sting Ray Robb, para voltar ao oitavo posto na prova em uma volta.
Juncos tentando se segurar no pódio.
A Juncos começou a perder rendimento, e Harrison Scott, que vinha atrás da dupla principal da equipe. Scott passou Cunha na volta seis colocando por dentro na curva cinco, e partiu para cima de VeeKay enquanto Thompson passava Megennis e Gutierrez e seria o próximo a querer a posição de Cunha. O brasileiro segurou a pressão causada pelo líder do campeonato por duas voltas, quando Thompson conseguiu colocar por dentro na curva cinco e fez a ultrapassagem, conseguindo o Top 5 do brasileiro.

A tarefa de segurar a posição passou para o holandês Rinus VeeKay, que tinha de cuidar de Harrison Scott e Parker Thompson para assegurar seu pódio. Ele conseguiu segurar ambos até a volta doze, quando VeeKay pisou fora da pista na Kink (curva 11) e permitiu que Scott colocasse por dentro e dividisse a freada com o piloto da Juncos na curva 12. Scott levou a melhor e aumentou o traçado, fechando VeeKay, que teve de ir para a área de escape da curva e permitiu a ultrapassagem. Com apenas duas voltas para o fim, o inglês campeão da Euro formula Open no ano passado conseguiu segurar o canadense líder do campeonato e garantiu o pódio.

Lá na frente, a dupla da BN Racing não foi incomodada durante a prova toda e David Malukas vence! Com Toby Sowery fazendo seu segundo pódio em duas provas!

Resultados e pódio


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]