Post Page Advertisement [Top]

Scott Dixon confirmou ao site Autoweek que foi contatado pela McLaren sobre a possibilidade de se juntar à equipe na IndyCar Series na próxima temporada. Mas o piloto neozelandês disse que seu foco para 2018 é conquistar seu quinto campeonato na categoria para a Chip Ganassi. 

"Nós constantemente conversamos com outras pessoas, mas não é como se estivéssemos querendo ir para outra equipe", disse Dixon. Conheço Zak Brown desde 1999, quando ele estava correndo ‘Track Attack’, então conheço ele a muito tempo. Falo com ele frequentemente, e agora não é diferente dos outros anos".

Boatos no paddock da IndyCar em Road America indicaram que seria oferecido a Dixon um contrato bastante lucrativo de três anos para o neozelandês se juntar à McLaren no seu projeto na Indy, a partir de 2019.

"Sempre haverão essas conversas quando alguém está na situação de poder mudar de equipe e, sempre que houver uma temporada em que alguns caras tenham suas opções, isso despertará a conversa. Com novas equipes chegando, isso aumenta ainda mais".

Dixon está no último ano de seu contrato com a equipe Chip Ganassi, que tem sido sua casa desde 2002. O tempo de Dixon com a Chip Ganassi incluiu muitos momentos lendários na carreira do piloto, como as 42 de suas 43 vitórias na IndyCar, incluindo as 500 Milhas de Indianapolis de 2008 e quatro campeonatos da IndyCar Series. E quer expandir ainda mais seus números até o término de seu acordo.

"Para mim, ainda estou focado nessa temporada. Estamos focados em tentar conquistar o campeonato nesse ano. Estou um pouco surpreso por tanto barulho nessa questão com a McLaren, é um assunto que não é prioridade para mim, está fora das pistas e nada ainda está definido", disse o piloto.

Dixon tem o ex-piloto de F1 e CART Stefan Johansson como seu agente.

Fonte: Autoweek

Um comentário:

Bottom Ad [Post Page]